terça-feira, 31 de maio de 2016

Confiança em Dilma cresce de 18% para 33%, segundo Ibope

(© Fornecido por Notícias ao Minuto) Com alto indíce de rejeição no Governo, antes do ínicio de processo do impeachment, a presidenta Dilma Rousseff viu os números mudarem desde que foi afastada. É o que revela pesquisa do Ibope. “Dilma passou de 18% para 33% de confiança”, comentou Carlos Augusto Montenegro, presidente do Ibope. A presidenta afastada teve crescimento de 15% comparado com pesquisas anteriores. A primeira, realizada em março, e a segunda, em meados de abril. A segunda pesquisa ainda é inédita. As duas mostram estabilidade no porcentual de confiança, embora mantivessem o grau de desconfiança dos eleitores elevado. Ambas foram realizadas antes dos resultados da votação de admissibilidade do afastamento de Dilma na Câmara e no Senado. Segundo informações da Carta Capital, os números da terceira pesquisa, de maio, indicam um impacto forte nos índices “confia”, para cima, e “não confia”, para baixo. Ou seja, o número de pessoas que confia aumentou e o número das que desconfiam diminuiu. A queda da desconfiança é caiu de 76% para 65%. Porcentuais ainda preocupantes para Dilma, porém, com tendência de queda. O resultado surpreendeu a muitos. Dilma, tudo indica, está em processo de recuperação política. A velocidade do caminho será ditada pelo possível fracasso do governo provisório de Temer. (Fonte MSN)

O processador mais potente da Intel para desktops tem dez núcleos e custa caro

(© Fornecido por Gizmodo) Intel® Core™ i7 processor Extreme Edition (Credit: Intel Corporation) A Intel preparou um novo processador para quem precisa de força bruta no desktop: o Core i7 Extreme Edition tem dez núcleos, cada um rodando a até 3,5 GHz - e claro que ele não sairá barato. Segundo a PC World, o novo processador Broadwell-E - o nome completo é Core i7-6950X Extreme Edition - é dedicado para jogos e geralmente roda a 3 GHz, mas tem um modo boost que chega a 3,5 GHz. O que isso significa no mundo real? A Intel alega que o chip processa vídeo 4K e jogos 25% mais rápido que o top de linha anterior (i7-5960X), e renderiza conteúdo 3D até 35% mais rápido. É o processador de desktop mais poderoso que você pode comprar da Intel. São 25MB de memória cache e um TDP – máximo de energia dissipada pelo CPU - de 140 watts. Há suporte à tecnologia Intel Turbo Boost Max 3.0, que permite fazer overclock para até 3,8 GHz. Tudo isso vai custar cerca de US$ 1.700. Há variantes mais baratas - US$ 1.100 por oito núcleos, US$ 600 por seis núcleos - mas eles não oferecem o poder bruto do processador deca-core. Quanto essa brincadeira vai custar no Brasil? O preço oficial ainda não foi revelado, mas vale a comparação: o i7-5960X - até então o processador mais potente da Intel - custa cerca de US$ 1.000 nos EUA e entre R$ 5.000 e R$ 7.000 por aqui. Melhor preparar o cartão de crédito.
(© Fornecido por Gizmodo) (Fonte MSN)

Caso Eliza: Macarrão consegue benefício do semiaberto

(© Fornecido por Notícias ao Minuto) Luiz Henrique Ferreira Romão, conhecido como Macarrão, foi condenado a 15 anos de prisão por envolvimento na morte de Eliza Samudio. Ele conseguiu agora o benefício do regime semiaberto. O Tribunal de Justiça de Minas Gerais explica que a concessão da medida passa a valer a partir desta quarta-feira (1º). No entanto, para deixar a prisão durante o dia e retornar à noite, Macarrão terá que ser transferido de unidade prisional e comprovar que conseguiu um emprego externo, segundo o tribunal. A reportagem do G1 refere que o detento também conquistou os benefícios de saída temporária e trabalho externo. Macarrão trabalhou 1.134 dias e concluiu 570 horas de estudo entre outubro de 2011 e setembro de 2015, por isso ele teve 425 dias da pena perdoados, conforme informou a Justiça. Condenação: O amigo do goleiro Bruno Fernandes foi condenado a 12 anos em regime fechado por homicídio triplamente qualificado (por motivo torpe, asfixia e uso de recurso que dificultou a defesa da vítima) e mais três anos em regime aberto por sequestro e cárcere privado. Ele foi absolvido da acusação de ocultação de cadáver. Caso Eliza: Em 2010, Eliza desapareceu e seu corpo nunca foi encontrado. A reportagem recorda que ela tinha 25 anos e era mãe do filho recém-nascido do goleiro Bruno, de quem foi amante. Na época, o jogador era titular do Flamengo e não reconhecia a paternidade. Bruno foi considerado culpado em março de 2013 pelo homicídio triplamente qualificado, sequestro e cárcere privado da jovem. O goleiro foi condenado a 22 anos e três meses de prisão pela morte e ocultação do cadáver da ex-amante, além do sequestro do filho da jovem. A ex-mulher do atleta, Dayanne Rodrigues, foi julgada e inocentada pelo conselho de sentença. Luiz Henrique Ferreira Romão, o Macarrão, amigo de Bruno, e Fernanda Gomes de Castro, ex-namorada do atleta, já haviam sido condenados em novembro de 2012. (Fonte MSN)

Argentina pode sair da Copa América e Boca ser excluído da Libertadores

(© Fornecido por Areté Editorial S/A Seleção argentina de fora da Copa América? (Foto: EITAN ABRAMOVICH / AFP) A noite da última segunda-feira ficou marcada por uma atitude que pode impactar diretamente na Copa América Centenário e na Libertadores. Isso porque, o governo da Argentina interveio na Associação de Futebol Argentino (AFA) e, como punição, pode ver a seleção local e o Boca Juniors serem excluídos de suas respectivas competições continentais. O comitê executivo da AFA vai se reunir nesta terça para definir as atitudes que serão tomadas após a intervenção do presidente Mauricio Macri. - O comitê decidirá se as atividades do futebol serão suspensas e se a seleção retorna dos Estados Unidos - afirmou Damián Dupelliet, secretário-geral da AFA, à rádio "La Red". De acordo com o diário "Olé", Macri fez uma consulta a Gianni Infantino, presidente da Fifa, entidade que não aceita este tipo de intervenção, mas ainda não obteve êxito na sua intenção de impedir a chegada do líder sindical e mandatário do Independiente Huho Moyano à presidência da AFA.
(© Fornecido por Areté Editorial S/A Boca Juniors - Nacional) Multa pesada: Caso a seleção de Messi e companhia seja excluída, terá que ser pago uma multa de 5 milhões de dólares (cerca de R$ 18 milhões). Outra punições seriam a exclusão da Argentina das duas próximas edições da Copa América e mais um valor extra pelos danos causados à competição. (Fonte MSN)

Em Nova York, intelectuais denunciam "golpe" contra Dilma

(© Fournis par RFI) Eduardo Graça, correspondente da RFI em Nova York A maior associação de estudiosos e pesquisadores da América Latina e Caribe mandou um recado duro ao governo interino brasileiro nesta segunda-feira (30). Um painel da organização se transformou em ato de denúncia do que os intelectuais classificaram de “golpe jurídico-parlamentar” no Brasil. Além de uma moção aprovada pela direção-executiva da Associação Latino-americana de Estudos (LASA, sigla em inglês), considerando o processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff um ataque à democracia, o 34° congresso da organização, realizado no coração de Manhattan, também alertou para a “perigosa ruptura institucional que pode se alastrar pela região”. O painel, que não estava previsto no programa inicial do evento, contou com três intelectuais brasileiros: o ex-ministro Luiz Carlos Bresser-Pereira, professor da Fundação Getúlio Vargas (FGV), o sociólogo Adalberto Cardoso, diretor do Instituto de Estudos Sociais e Políticos da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (IESP-UERJ) e a historiadora e cientista política Helcimara de Souza Telles, da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). A mediação foi realizada pelo historiador Alexandre Fortes, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). O evento, que também celebra os 50 anos da organização, contou com a participação de mais de duzentas pessoas na plateia. "Golpe branco" de Estado: Bresser-Pereira foi peremptório ao afirmar acontecer hoje no Brasil uma “farsa jurídica e golpe parlamentar”, impulsionado pela derrocada do modelo de socialdemocracia com crescimento econômico defendido pelo PT. “Se o golpe não for revertido, o que ainda é possível no caso de o governo eleito conseguir mais 5 votos além dos 22 que teve na votação no Senado, veremos nos próximos anos o desmantelamento do estado do bem-estar social no Brasil, a estagnação econômica, o aumento da dívida externa e os movimentos sociais ocupando as ruas”, declarou. Segundo Cardoso, o “golpe branco dado em Dilma Rousseff no Brasil se deu com o uso do próprio arcabouço institucional criado pela Constituinte de 1988". “Foi um golpe ‘branco’ de Estado e também de classe social e precisamos agora da vigilância das forças democráticas”, afirmou. Helcimara Telles afirmou que, desde a eleição de 2014, a oposição no Brasil assumiu uma postura “ambivalente democraticamente” se recusando, na prática, a aceitar os resultados das urnas. “Houve, também, um aspecto claramente de gênero no golpe, machista, com a apresentação da presidente como uma figura histérica. A contraposição é o governo interino formado exclusivamente por homens”, afirmou. Em um momento que impressionou a plateia, a cientista política mostrou imagens criadas de Dilma de pernas abertas em tanques de gasolina de carros de apoiadores do impeachment. Ela também exibiu a oposição das capas de revistas semanais brasileiras, apresentando a presidente como desequilibrada emocionalmente e a primeira-dama interina, Marcella Temer, como “bela, recatada e do lar”. FHC desistiu de participar do evento O painel terminou com parte da plateia gritando “Fora, Temer!” e lamentando a decisão do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB-SP). Uma das atrações do congresso, ele não participou do evento depois de ser revelada a tentativa de um abaixo-assinado pedindo sua exclusão por ter apoiado o processo de impeachment da presidenta eleita. A moção de denúncia do golpe aprovada pela executiva da LASA vai à votação geral no fim da reunião de pensadores sobre a América Latina e o Caribe, que termina nesta terça-feira (31). (Fonte MSN)

Buscas por 'fui estuprada' no Google mostram uso da internet por vítimas em Estados brasileiros

(© Fornecido por BBC Levantamento do Google revela também buscas sobre estupro perpetrado por familiares e parceiros) Roraima é o Estado brasileiro onde mais pessoas buscaram online pela expressão "Fui estuprada" entre abril de 2004 e abril de 2016. O Amazonas, no entanto, é o campeão de buscas pela expressão "fui abusada". O Piauí, pela expressão "fui molestada" e Sergipe, pela expressão "fui assediada". Um levantamento feito pelo Google para a BBC Brasil mostra o quanto pessoas em cada Estado brasileiro buscaram por expressões que indicam violência contra a mulher, desde o momento em que a empresa começou a compilar dados de busca. Os resultados não necessariamente significam que todas as pessoas que buscaram por estas expressões são vítimas - algumas podem, por exemplo, ter curiosidade por relatos de violência sexual, segundo Carlos Affonso, diretor do Instituto Tecnologia e Sociedade do Rio de Janeiro (ITS-Rio). Leia também: Descrédito e exigências de provas físicas: 5 obstáculos enfrentados por mulheres vítimas de violência "Podem também ser pessoas estudando o tema, buscando relatos ou tentando entender quais são os sites que mais aparecem. Mas (o resultado) pode nos dar uma luz sobre os casos de estupro que as estatísticas não estão contabilizando", disse à BBC Brasil. De qualquer modo, segundo Affonso, o levantamento traz um retrato surpreendente de como a internet é usada para buscar orientação e ajuda, em meio à comoção causada pelo estupro coletivo de uma adolescente no Rio de Janeiro. "A tenologia tem sido vista como vilã por permitir compartilhar aquele vídeo e ampliar o crime, mas foi a mesma tecnologia que permitiu ter ciência de que o crime aconteceu e identificar autores. E hoje ela também potencializa meios de assistência e orientação à vítima." 'Fui estuprada pelo meu pai' O Google não fornece números absolutos de buscas, mas a BBC Brasil obteve um ranking dos Estados onde determinadas expressões foram mais procuradas nos últimos 11 anos. Para chegar até ele, o número de buscas é dividido pela população local. E o Estado com o índice proporcional mais alto é tomado como base para calcular a posição dos demais. Os cinco estados onde mais se buscou por "fui estuprada" são: No caso de "fui molestada", são: Aqueles onde a frase "fui abusada" apareceu mais vezes são: De acordo com um levantamento feito pelo Ipea em 2011, 70% dos estupros são cometidos por parentes, namorados ou amigos e conhecidos da vítima - algo que também se revela nas buscas feitas no Google. Leia também: Abaixo-assinado pede que pais de menino que caiu em jaula de gorila sejam processados por negligência Leia também: 70% das vítimas são crianças e adolescentes: sete dados sobre estupro no Brasil Buscas podem indicar necessidade de mais políticas públicas para mulheres do Norte e do Nordeste, diz psicanalista Juliana Cunha.
(© Fornecido por BBC Buscas podem indicar necessidade de mais políticas públicas para mulheres do Norte e do Nordeste, diz psicanalista Juliana Cunha) Vulneráveis: Segundo os dados mais recentes do Anuário Brasileiro de Segurança Pública, referentes a 2014, Roraima é o Estado com a maior taxa de estupros do país, levando em conta os boletins de ocorrência: 55,5 casos a cada 100 mil habitantes. Em seguida, aparecem Mato Grosso do Sul, Santa Catarina, Mato Grosso e Alagoas. Roraima também aparece em primeiro lugar em taxas de tentativa de estupro, seguida por Acre, Rio Grande do Sul, Amazonas e Alagoas. Os dados mostram que os casos estão em todas as regiões do país, mas para a psicanalista Juliana Cunha, diretora psicossocial da ONG Safernet, chama a atenção que Estados da região Norte apareçam com destaque nas buscas do Google. "Mesmo proporcionalmente, é interessante que o Norte apareça no topo destas pesquisas. Como o acesso à internet no Sudeste é muito grande, mesmo diluído na população, deveria haver mais buscas dessa região", diz à BBC Brasil. "Em todas as pesquisas do tipo, notamos que São Paulo e Rio aparecem mais. Os acessos do helpline (telefone para pedidos de ajuda) da Safernet são mais de São Paulo e Rio. Em número de casos de vítimas que tiveram imagens de nudez compartilhadas sem consentimento, por exemplo, São Paulo está sempre em primeiro lugar", afirma. "O dado do Google é importante para pensarmos em políticas públicas para Norte e Nordeste, porque essa é possivelmente uma população de mulheres mais vulnerável." Internet x polícia: Para Cunha, as buscas mostram o crescimento da importância da internet como espaço de acolhimento às vítimas. "O fato de a mulher ter sofrido uma situação de violência não necessariamente implica que ela perceba essa situação como violenta. Muitas vezes é um outro que vem de fora que diz que isso é sério, grave, não é sua culpa. A internet está sendo esse 'outro'", diz. "Buscar na internet é uma forma de dar significado ao que aconteceu. É um espaço de tirar essa dúvida, de saber se está errada, de ouvir outros relatos e saber se o que viveu é um caso para denúncia." O medo de serem estigmatizadas faz com que boa parte das mulheres prefira as redes sociais como veículo de denúncia do que a própria polícia, de acordo com a psicóloga Arielle Scarpati, doutoranda em psicologia forense, que investiga o papel da cultura na violência sexual. Pesquisadores do Ipea estimam que apenas cerca de 10% dos casos de violência sexual cheguem ao conhecimento da polícia. "Nos espaços (online), essas meninas têm oportunidade de saber quais são os seus direitos e serem acolhidas. Coisa que muitas vezes não acontece se eras forem na delegacia, por exemplo", diz à BBC Brasil. "Aliás, esse é um relato muito recorrente entre as vítimas. Muitas dizem: eu conversei com alguém pela internet, postei em um grupo, busquei ajuda online. Mas quando você pergunta se elas têm interesse em denunciar, muitas dizem: 'não, eu não vou me submeter a isso. Não vou para a polícia'." (Fonte MSN)

Vale adulterou dados sobre volume de lama depositado, após rompimento de barragem

Um relatório da Polícia Federal apontou que a Vale, uma das acionistas da mineradora Samarco, adulterou dados sobre o volume de lama que ela jogava na barragem de Fundão, que se rompeu em 5 de novembro do ano passado e matou dezenove pessoas na cidade mineira de Mariana. Segundo a edição desta terça-feira do jornal Folha de S. Paulo, a PF diz que o objetivo das mudanças era "iludir as autoridades fiscalizadoras". A informação de que a barragem de Fundão também continha lama da Vale foi revelada pela Folha vinte dias após o desastre. A acionista produzia dois tipos de rejeitos em Mariana: lama, que era depositada na barragem da Samarco, e arenosos, que iam para o reservatório de Campo Grande. Segundo a reportagem daquela época, a quantidade de lama da Vale correspondia a menos de 5% do total depositado em Fundão. (Fonte MSN)

Ex-presidente do PSDB de Minas é preso em operação

(© Saulo Cruz) O ex-presidente do PSDB de Minas Gerais Narcio Rodrigues foi preso nesta segunda-feira em Belo Horizonte. Ele foi alvo de uma operação deflagrada pelo Ministério Público, Polícia Federal e Polícia Militar. Ele foi levado pela manhã para prestar depoimento. Ex-deputado federal, Rodrigues foi secretário de Ciência e Tecnologia de Antonio Anastasia entre 2011 e 2014. A operação tem como objetivo investigar um suposto desvio de recursos para a construção do Centro Internacional de Educação, Capacitação e Pesquisa Aplicada em Águas (Hidroex), na cidade mineira de Frutal, no Triângulo Mineiro, reduto eleitoral de Rodrigues. A autorização para o início das atividades do centro foi assinada em fevereiro de 2010 pelo então governador Aécio Neves, atual senador e presidente nacional do PSDB. (Com Estadão Conteúdo)(Fonte MSN)

Filho de Lula recebeu R$ 10 milhões de forma irregular, diz jornal

(© Paulo Whitaker / Reuters) Filho caçula do ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva, Luís Cláudio Lula da Silva e a empresa de que é dono, LFT Marketing Esportivo, receberam quase R$ 10 milhões, de acordo com o jornal O Estado de São Paulo. Os números são de investigadores da Operação Zelotes, após analisar os dados do sigilo bancário de Luís Cláudio. Até agora, se sabia que ele recebeu R$ 2,5 mi da Marcondes & Mautoni, acusada de comprar medidas provisórias. A nova avaliação é que foram perto de R$ 4 mi. A diferença veio de “outras fontes suspeitas”, segundo os investigadores. Ainda não se sabe qual o trabalho prestado para resultar no recebimento dos demais valores. A LFT foi constituída em 2011 e a quebra dos sigilos de Luís Cláudio e da empresa vai de 2009 a 2015. Uma das linhas da investigação é saber se Lula indicou empresas para contratar a firma do filho. O petista também é alvo da Zelotes. A empresa de Luís Cláudio não tem funcionários registrados, apesar dos valores milionários que recebeu. Ele também não tem expertise em consultoria. O trabalho para a Mautoni foi copiado da internet. Além das suspeitas sobre compra de medidas provisórias editadas por Lula e pela presidente afastada, Dilma Rousseff, a Zelotes investiga suposta propina na compra dos caças Gripen, da fabricante sueca Saab, pelo governo da petista. Procurada pelo Estadão, a assessoria de Luís Cláudio alegou que não localizou os advogados e que teve pouco tempo para comentar o assunto.(Fonte MSN)

Mau hálito matinal tem cura?

(© Fornecido por Cartola Foto: VladimirFLoyd/iStock)(Colgate) Um estudo realizado na universidade de Otago, na Nova Zelândia, pode revolucionar a manhã de muitas pessoas ao redor do mundo. Segundo os pesquisadores, higiene bucal adequada associada a pastilhas com bactérias S. Salivarius pode reduzir drasticamente o mau hálito matinal. Profissionais brasileiros, entretanto, reforçam que a inserção de bactérias na boca pode ser perigosa. Conforme a presidente da Associação Brasileira de Halitose, Maria Cecília Azevedo de Aguiar (CRORN 2641), existem outras pesquisas na área, que usam lactobacilos em gomas de mascar para diminuir o mau hálito. “Essas bactérias, quando liberadas na boca, combatem os microrganismos que provocam o cheiro ruim, mas no Brasil esse tipo de produto não é usado”, esclarece. A profissional afirma que essas bactérias podem favorecer o aparecimento de cáries se não forem utilizadas na quantidade correta ou se a pessoa não realizar uma higiene bucal adequada. Para profissionais como Vinicius Pedrazzi (CROSP 36533), professor da Universidade de São Paulo (USP), campus Ribeirão Preto, o desequilíbrio gerado por tais bactérias preocupa, já que a harmonia é fundamental para o bom funcionamento do corpo humano. Apesar de pesquisas realizadas em diversas partes do mundo tentarem encontrar a solução para o mau hálito matinal, ele defende que, por enquanto, não tem jeito. O consolo é que o odor ao acordar é absolutamente natural e tem várias causas. Um dos motivos é a queima de glicose para obtenção da energia que irá manter o corpo durante as horas de sono. Esse processo gera substâncias que, quando expelidas pelos pulmões, causam o mau hálito. A queda na produção da saliva é outro fator. “Quando dormimos, a saliva é produzida em menor quantidade e geralmente fica mais espessa, com mais proteínas. Desse modo, as bactérias que se alimentam das proteínas tem mais condições de se reproduzir. Nesse processo químico, elas liberam gases que também geram o mau hálito”, afirma Pedrazzi. Outras causas da halitose podem ser a má higiene da língua, doenças periodontais e restos de alimentos que ficam na boca quando a escovação não é feita de maneira correta. Para diminuir o odor ao acordar, realizar uma boa higiene bucal antes de dormir é fundamental. “Limpar a língua e beber muita água também são hábitos importantes”, afirma Maria Cecília. Quando o mau hálito não é momentâneo, pode ser considerado uma doença. “Além da transitória, comum quando acordamos, a halitose pode ser classificada como patológica, geralmente causada por doenças, persistente, mais intensa e menos facilmente reversível. Há, também, a pseudo halitose, quando a pessoa acredita que tem mau hálito, mas não tem”, explica Pedrazzi. (Fonte MSN)

Vale a pena trocar as obturações?

(© Fornecido por Cartola Estética é o grande motivo da procura pela substituição das restaurações)(Colgate) Para que o dente afetado pela cárie retorne ao seu formato original, a parte deteriorada é removida, limpa e preenchida com em um processo chamado de restauração. Os principais materiais usados no procedimento são ouro, porcelana, resinas compostas e amálgama (uma liga de prata, cobre, estanho, mercúrio e, em alguns casos, zinco). Se antigamente a amálgama, mais escura, era a principal alternativa, hoje, a resina composta é a opção mais comum. Por ser mais clara e menos perceptível, donos de sorrisos amalgamados procuram o consultório do dentista para substituir suas obturações. A dentista com especialização em endodontia pela PUCRS Maína de Aguiar (CRORS 22185) esclarece que o material a ser utilizado dependerá do grau de deterioração do dente, e não apenas do desejo do paciente. “Normalmente optamos pela resina, mais nova, mas também existem outros materiais que podem ser utilizados na restauração. Tudo depende do quanto o dente precisará ser desgastado”, afirma ela. Além disso, aspectos como alergia a certos materiais, local da boca e custo são levados em consideração. Há muitos casos de pacientes que procuram o consultório para realizar a troca das obturações antigas, mais escuras, pelas mais claras. Segundo Maína Aguiar não há problema nessa prática. “Há bastante busca para a realização da troca por motivos estéticos. Se a restauração for mais superficial e aparecer muito, fazemos”, afirma. Outro fator que pode levar à troca é o retorno da cárie. Nesses casos, também não há problema: é retirada a parte comprometida novamente e a restauração escura é substituída pela clara. “Para fazer as restaurações de amálgama havia um desgaste muito grande do dente. Hoje, é preciso ter um cuidado ainda maior na hora de reconstitui-lo novamente em caso de nova cárie. Tudo depende da avaliação que o dentista vai fazer” completa Aguiar. O Instituto de Medicina Integral recomenda que mudanças nos hábitos de alimentação podem levar a melhor conservação dos dentes e das restaurações, como não mascar chiclete. Além disso, conversar com um profissional especializado e de confiança faz toda a diferença na hora de decidir se é benéfico para a pessoa trocá-las ou não. Os profissionais habilitados podem sempre auxiliar e avaliar a necessidade de fazer a substituição. (Fonte MSN)

Exercícios simples para reduzir o ronco leve

(© Fornecido por Deutsche Welle) Ronco só costuma ser levado a sério quando associado a problemas graves, como a apneia, em que a pessoa para de respirar momentaneamente durante o sono. Mas a ressonância em si pode causar dificuldades sociais, além de ser um baita incômodo para quem dorme por perto e de poder afetar a vida sexual do casal. Não faltam soluções no mercado para parar de roncar. Algumas soam miraculosas ou até bizarras. Nos casos graves, quando o ronco ocorre todas as noites e é bem alto, só uma cirurgia pode amenizar o problema. Mas, na maioria das pessoas, o ronco é mais leve. Tratamento brasileiro: Pensando numa solução para quem tem a forma leve do problema, uma equipe de pesquisadores brasileiros comprovou que uma série de exercícios simples com a língua e a bochecha reduzem e podem até eliminar o ruído provocado pela vibração de tecidos moles, que obstruem a faringe ao dormir. A técnica pode se tornar uma recomendação padrão para quem ronca só de vez em quando: é não invasiva e fácil de colocar em prática. O médico e pesquisador Geraldo Lorenzi Filho e a pneumologista Vanessa Ieto conduziram uma pesquisa em que 39 pacientes foram acompanhados por três meses. Parte deles usou adesivos dilatadores no nariz e fez exercícios de respiração. Os demais fizeram os movimentos prescritos contra a ressonância durante oito minutos, três vezes ao dia. No final, a frequência do ronco caiu 36% e o barulho, 59% para o segundo grupo. Além deles, seus parceiros de quarto também relataram melhora na qualidade de seu sono. Deu curiosidade? Repita os exercícios 20 vezes. Deslizar a ponta da língua contra o céu da boca, dos dentes para trás, de boca fechada. Estalar a língua e contraí-la contra o céu da boca por cinco segundos. Pressionar a língua contra o "chão" da boca, mantendo a ponta em contato com os dentes. Com auxílio de espátula (se possível descartável), abaixar a parte da língua mais perto da garganta e manter assim por cinco segundos. Posicionar um dedo dentro da boca e fazer pressão com a bochecha contra ele. Alternar dez repetições de cada lado. Repetir a vogal A de forma ininterrupta por dez vezes até o fôlego acabar. Autor: Tamara Menezes.(Fonte MSN)

Saiba quanto de cafeína você pode ingerir por dia

A cafeína, encontrada no café, coca-cola e energéticos, é uma substância estimulante, que ajuda na queima da gordura, melhora a concentração, a capacidade respiratória e pode prevenir a diabetes. Mas, em excesso, pode gerar insônia, nervosismo, agitação, irritabilidade, dor de estômago, batimentos cardíacos acelerados e tremores musculares. Então fica a dúvida: quanto podemos consumir de cafeína por dia sem colocarmos em risco a saúde? A Mayo Clinic, um dos principais hospitais dos Estados Unidos, lançou em 2014 um artigo sobre o assunto. Segundo a organização, para a maioria dos adultos é seguro consumir até 400 miligramas de cafeína por dia. A cafeína não é considerada segura para crianças e adolescentes, que não devem consumir mais de 100 mg dessa substância por dia. Quem consome mais xícaras de 5 xícaras de café por dia (mais de 500 ou 600 mg), pode sentir os efeitos adversos descritos acima. Isso significar que você pode beber até:
(© Fornecido por MHM) – 3 xícaras de 150 ml de café (cada uma tem até 150 mg de cafeína) – 5 shots de 30 ml de café espresso (80 mg de cafeína cada) – 2 shots de energético concentrado para cinco horas (cada um tem 200 mg de cafeína) – 5 latas de 250 ml de Red Bull (cada uma tem 80 mg de cafeína) – 2 latas de 473 ml de Monster Energy (cada uma tem 160 mg de cafeína) – 11 latas de 350 ml de Coca-Cola (cada uma tem 34 mg de cafeína) – 8 xícaras de 150 ml de chá verde (cada uma tem até 50 mg de cafeína) – 7 xícaras de 150 ml de chá preto (cada uma tem até 60 mg de cafeína)

Acne tardia: tratamentos para deixar as espinhas no passado de vez

(© Getty Images Espinha acne tardia)(Fernanda Morelli) Mochila da escola, aparelho nos dentes e... espinhas. Se só nesse combo o surgimento delas lhe parece razoável, saiba que as coisas também podem ficar espinhosas aos 20, 30, 40 e até aos 50 anos. A acne adulta, como o problema é chamado, afeta 54% das mulheres acima de 25 anos, segundo a Academia Americana de Dermatologia. Por aqui, um levantamento da Sociedade Brasileira de Dermatologia ,em parceria com a marca de dermocosméticos Theraskin, apontou que esse é o motivo que mais leva pacientes dessas faixas etárias aos consultórios dermatológicos. Mesmo que nunca tenha se manifestado (nem mesmo na adolescência) ou tenha permanecido dormente por alguns anos, a acne pode ser desencadeada por alguns fatores, como stress, cosméticos e maquiagem inadequados para o tipo de pele, poluição ou até alimentação. Por essência, todos eles estão na base da cadeia que provoca o entupimento dos folículos pilosos e bloqueia a saída do sebo – produzido pelas glândulas sebáceas, ele tem a função de proteger a pele. O poro, tampado e preenchido por óleo, dá origem ao comedão (vulgarmente, um cravo). Em alguns casos, a presença de bactérias ainda causa um processo inflamatório, a espinha. “Esse tipo de lesão, dolorida ou não, concentra-se principalmente na parte inferior do rosto, na região das mandíbulas”, explica a dermatologista Claudia Marçal, de Campinas (SP). Da adolescência à idade adulta, o que muda são os gatilhos. “Se a oscilação hormonal ligada à puberdade é o fator determinante da acne em adolescentes, mais tarde ela pode ser resultado de diversos fatores combinados”, diz a dermatologista Bianca Wiedemann, do Rio de Janeiro. Identificá-los é essencial para buscar o tratamento adequado. De olho no rótulo: Protetor solar, anti-idade, hidratante, base, BB cream... A mistura e o uso frequente de maquiagem e cosméticos dificultam o diagnóstico de acne na mulher adulta. “É importante usar produtos específicos para cada tipo de pele”, diz a dermatologista Karla Assed, do Rio de Janeiro. Quem tem pele oleosa ou com tendência a acne deve evitar cosméticos à base de óleo e cremes muito densos, dando preferência a versões em gel ou sérum, mais fluidas. Falta de hidratação também pode levar a pele a produzir mais sebo como forma de compensação. Portanto, nada de pular essa etapa no ritual diário de cuidados. Muita calma nesta hora: O stress é apontado como um dos principais vilões da pele da mulher adulta. As aflições do cotidiano ou perturbações pontuais fazem os níveis do cortisol (chamado de hormônio do stress) subir às alturas. De acordo com um estudo feito pela Academia Americana de Dermatologia, esse aumento tem como consequência uma produção exagerada de óleo pelas glândulas sebáceas. É por isso que mesmo quem não costuma ter acne às vezes enfrenta o problema em momentos de tensão. “Além disso, o cortisol enfraquece a barreira protetora natural do rosto, deixando-o mais suscetível a inflamações e infecções”, explica Bianca. Limpeza criteriosa: Se a causa não for hormonal nem estiver ligada à alimentação, o problema talvez seja simplesmente a falta de limpeza adequada. Resquícios de cosméticos ou excesso de sujeira tapam os poros e entopem os folículos – um prato cheio para o surgimento da acne. Daí a importância de retirar bem a maquiagem antes de dormir. O ritual básico de cuidados inclui limpeza, tonificação e hidratação do rosto pela manhã e à noite. “Para controle da inflamação, use sabonetes à base de extratos calmantes e anti-inflamatórios, como ácido salicílico e peróxido de benzoíla, que diminuem a produção de sebo”, diz Karla. Hormônios a mil: Alterações no sistema endócrino têm relação direta com o surgimento de acne adulta. “O quadro geralmente está ligado ao estímulo inadequado dos receptores masculinos, a problemas na tireoide ou disfunções em geral”, afirma Claudia. A acne também pode ser um importante sintoma da síndrome dos ovários micropolicísticos, doença que gera desequilíbrio nos hormônios femininos. Dieta da pele: E lá vem aquela história do chocolate... A antiga polêmica que gira em torno dessa e de outras iguarias tem fundamento, segundo os especialistas. “O consumo exagerado de alimentos com alto índice glicêmico – assim como daqueles que contêm gorduras trans e saturadas – pode potencializar a inflamação e a resistência à cicatrização dos comedões”, afirma Claudia Marçal. Fazem parte da lista todos os carboidratos que liberam açúcar no sangue rapidamente (para ser usado pelo corpo como energia), como pães, massas e doces em geral. De acordo com um estudo conduzido pelo departamento de nutrição da Universidade de Nova York, nos Estados Unidos, a explicação estaria justamente no pico de açúcar no sangue, que influenciaria outros hormônios e desencadearia a produção excessiva de sebo. O mesmo estudo apontou, ainda, outros vilões: o leite e seus derivados, por carregarem hormônios em sua composição.

MC Bin Laden perde 14 kg e promete se empenhar com dieta

(© Divulgação) Os últimos dois meses foram repletos de mudanças para o fenômeno do funk MC Bin Laden. A intensa rotina de shows continuou, mas os maus hábitos alimentares e o sedentarismo ficaram para trás. Isso porque o cantor do sucesso “Tá Tranquilo, Tá Favorável” foi desafiado a emagrecer oito quilos em sua participação no quadro “Tô Gordinho, Tô Apavorado”, exibido semanalmente no matinal ‘Melhor Pra Você’, da RedeTV!. Durante oito semanas, MC Bin Laden contou com o acompanhamento de uma equipe especializada para adequar a dieta e atividades físicas à correria de seu dia a dia. O resultado foi surpreendente e agradou todos os envolvidos. Na última pesagem, realizada nesta manhã (30) no programa, o funkeiro estava com 107,1kg, quase 14 quilos a menos do que os 120,9 kg iniciais. “Estou muito feliz com o resultado. Estava gravando meu novo clipe na semana passada e notei como estou mais magro, e vou continuar focado até chegar aos 90 kg! Quero agradecer a todos, principalmente por me fazerem conhecer uma vida nova, que vou levar para não só para mim, como para toda a minha família”. (Fonte MSN)

Projeto quer garantir circulação de animais nas estradas e evitar atropelamentos

(© Fornecido por eCycle) Cerca de 475 milhões de animais selvagens são atropelados no Brasil a cada ano. O Projeto de Lei 466/2015 quer garantir a segurança de pessoas e animais silvestres com a adoção de medidas que asseguram a livre circulação dessas espécies no território nacional, com a redução de acidentes em rodovias e ferrovias brasileiras. A proposta tramita em regime de urgência na Câmara dos Deputados e aguarda votação no plenário desde o dia 22 de março. Segundo levantamento do Centro Brasileiro de Estudos em Ecologia de Estradas (CBEE) da Universidade Federal de Lavras, 475 milhões de animais selvagens são atropelados no Brasil a cada ano. Segundo o coordenador do centro, o professor e pesquisador Alex Bager , 90% deles são pequenos vertebrados, como sapos, cobras e aves. “Eles representam mais de 400 milhões e são igualmente importantes, então também merecem ser mais bem estudados. O fato de nós não perceberemos [esses pequenos animais] não implica que isso também não tenha uma tremenda importância para a conservação da biodiversidade no Brasil”, disse. Os vertebrados de grande porte, como antas, capivaras, lobos-guarás e onças, somam 5 milhões de animais atropelados. Para o pesquisador, a aprovação do projeto de lei seria uma das maiores contribuições para a conservação da biodiversidade do Brasil. “É uma legislação que estaria atuando em todo território nacional e que geraria algumas obrigações que, se bem monitoradas e implementadas, vão favorecer tanto a proteção da biodiversidade quanto a proteção das pessoas. Imagina esses 5 milhões de animais de grande porte que são atropelados todos os anos? Eles geram um custo tanto de perda material quanto de perda de vida que ainda não está quantificado no Brasil.” Segundo Bager, em outros países, são gastos bilhões de dólares todos os anos com acidentes envolvendo animais selvagens. “Então estamos discutindo um aspecto que tem importância ambiental, social e econômico. É fundamental que esse projeto seja aprovado”, disse. Livre circulação: Entre as medidas previstas no projeto de lei estão a instalação de redutores de velocidade e refletores e a adoção de medidas de mitigação, como construção de passagens de fauna aéreas ou subterrâneas, pontes e cercas. Segundo o coordenador do CBEE, 19 planos de ação para conservação da fauna desenvolvidos pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), que contemplam em torno de 35 espécies ameaçadas no Brasil, afirmam a necessidade de trabalhos e estudos para reduzir a mortalidade por atropelamento. “Isso em virtude de já se entender que essas espécies são impactadas sim pela presença de rodovias e ferrovias.” De acordo com Bager, os felinos de modo geral são fatalmente impactados. “Eles caminham muito e precisam de uma grande área para conseguir a comida de que eles necessitam para viver. Como existem muitas rodovias e ferrovias, isso obriga que eles fiquem cruzando as pistas. Assim como os felinos, animais que caminham muito como lobo-guará e anta estão altamente sujeitos a atropelamento”, disse. Outros impactos: Os atropelamentos são o impacto mais visível nas rodovias, mas, segundo o pesquisador, existem os chamados efeitos marginais que podem chegar a vários quilômetros do eixo da rodovia. “Por exemplo, o som. O som do motor, o som da buzina, o som do carro simplesmente passando pela pista gera interferência na capacidade de animais que tem uma necessidade auditiva para localizar parceiros, comida, para se identificar na região que está”, explicou. Segundo Bager, entre os 475 milhões de animais mortos, estão os afetados por esses efeitos. “Aquela espécie que chega na borda da mata, olha para a rodovia e não tem coragem de atravessar. Ela não é atropelada, mas imagina se a comida dela se encontra do outro lado da pista? Ela não consegue chegar lá. Existem muitas espécies que têm esse receio de cruzar a pista, ela é igualmente impactada, talvez de uma forma mais lenta, ela não morre imediatamente, mas acaba sendo impactada a longo prazo”, ressaltou. Trechos críticos: Entre os trechos de rodovias mais críticos para os animais, o coordenador do CBEE destaca quatro: BR-471, no Rio Grande do Sul, no ponto que cruza a Estação Ecológica do Taim: “A mortalidade de animais lá é assustadora e faz décadas que isso acontece. Temos uma área de banhado no entorno, de grandes plantações de arroz e a mortalidade de animais lá é impressionante.” BR-101, no norte do Espírito Santo, no trecho que cruza a Reserva Biológica de Sooretama: “Ela cruza no Brasil inteiro uma infinidade de áreas extremamente importantes na região costeira, uma delas é essa no Espírito Santo.” BR-262, em Mato Grosso do Sul, no trecho que divide o Cerrado e o Pantanal: “Todo o trecho dela que começa em Três Lagoas (MS) é uma carnificina. Lá já foram implantados alguns redutores de velocidade, algumas medidas, mas ainda é extremamente importante que se faça alguma coisa. A região é um importante polo turístico, de Campo Grande para Bonito, e aquelas cenas de animais mortos na beirada da pista são um ponto extremamente negativo.” BR-163, no trecho que cruza Mato Grosso e Mato Grosso do Sul: “A rodovia foi repassada para concessionárias há aproximadamente um ano e, nos próximos quatro anos, ela tem que se duplicada, depois disso vai ser um problema muito grande que merece um estudo bem detalhado. Este é um momento extremamente oportuno de implantar essas medidas de mitigação, porque os custos vão ser muito menores. Isto que as concessionárias e o governo precisam perceber, que se as medidas são implantadas antes, durante o planejamento, ele se torna muito mais barato.” Sistema Urubu: O CBEE desenvolveu o Sistema Urubu, lançado em 2014 e que já conta com mais de 17 mil parceiros responsáveis por registrar e enviar informações sobre atropelamentos de animais silvestres em todo o país. As fotos e coordenadas recolhidas por meio de um aplicativo para celular são validadas por especialistas e direcionadas a um banco de dados. O aplicativo está disponível para os sistemas Android e iOS. Fonte: Agência Brasil

Cantareira aumenta volume de água graças ao solo úmido

(© Fornecido por Notícias ao Minuto)(Folhapress) O volume de água armazenada no sistema Cantareira aumentou durante os meses de abril e maio, em plena temporada seca no Estado de São Paulo. O sistema Cantareira é o maior da Grande São Paulo e na seca de 2014 e 2015 teve que utilizar duas reservas emergenciais de água para continuar bombeando água para a população. Segundo dados da Sabesp, nos últimos dois meses, o Cantareira teve um acréscimo de 8 bilhões de litros, o que na escala do Cantareira significa um ganho de 1% de seu valor. O ganho parece pequeno, mas o fato de ter ocorrido em um período de seca já é um alento para a população de São Paulo que esteve à beira do colapso de seu abastecimento. A ideia da Sabesp, empresa paulista de saneamento, era de que no período de seca, o reservatório perdesse volume, mas o solo úmido das encostas das represas ajudou a evitar a queda dos reservatórios. As chuvas do último verão foram responsáveis por nutrir as margens dos reservatórios e seus lençóis freáticos. Essa água se acumulou e agora serve como uma reserva para os meses secos. Esse escoamento da água ocorre de maneira lenta, levando dias ou mesmo semanas, a depender de quanto desse solo estiver nutrido.Isso ajuda a explicar o motivo pelo qual, mesmo o Cantareira tendo o mês de abril mais seco de sua história, seu volume praticamente não se alterou naquele mês. O reservatório saiu de 36,1% para 36,3% de sua capacidade, já contando com duas cotas do volume morto. No mês de maio, quando o clima mudou e as chuvas vieram 12% acima da média, o Cantareira teve uma alta ainda maior, saindo dos 36,3% para 36,9%. O saldo positivo, no entanto, não acontece em todas as represas. Durante os últimos dois meses, os seis principais reservatórios perderam juntos 38 bilhões de litros de água, representando cerca de 3% do volume armazenado. Os reservatórios que mais perderam em volume foram o Guarapiranga, o Rio Grande e o Rio Claro. Porém, todos estavam com boas reservas desde o último verão e, mesmo após as quedas nos últimos meses, estão agora com 83%, 77% e 97% de sua capacidade. (Fonte MSN)

Confira cinco dicas para gerenciar o tempo no seu dia

(© Fornecido por Sponsored Content Listar as tarefas de pelo menos três dias facilita a flexibilização da agenda)(Pensando fora do baú Hyundai Caminhões) O ano passou rápido? O dia precisava de mais horas? Há um acúmulo muito grande de tarefas no trabalho? A falta de tempo no dia a dia é um problema cada vez mais comum entre os brasileiros. O acúmulo de tarefas, a dificuldade de conciliar a vida pessoal com os demais compromissos, e a impressão de que o tempo começou a passar mais rápido só apontam para um problema ainda maior: as pessoas acumulam mais tarefas do que são capazes de realizar. O dia ainda tem suas costumeiras 24 horas de duração, e infelizmente não conseguimos adicionar horas extras a ele. O que as pessoas vem fazendo é atribuindo tarefas para todos os momentos do seu dia. E isso pode funcionar, caso a pessoa consiga relacionar corretamente o tempo disponível que tem com a quantidade de tarefas que precisa cumprir. O especialista em gerenciamento do tempo, Christian Barbosa, afirma que a melhor forma de se organizar é anotando tudo que precisa ser feito. Tornando as tarefas visuais é possível definir prioridades e aumentar a flexibilidade da agenda. Ele também destaca que é importante que a pessoa consiga planejar o que fará pelos próximos dias, não só as tarefas do dia seguinte. Muitas vezes as pessoas também não admitem que administram mal o seu tempo. Esse problema acaba gerando estresse, o que pode diminuir o rendimento no trabalho, prejudicar as relações pessoais e pode causar uma série de doenças mais complicadas. “Em um ambiente desorganizado e sem planejamento, as pessoas têm mais chances de ficarem estressadas, sem energia, sem motivação, sem ânimo para os relacionamentos afetivos e não conseguem cuidar da própria saúde” ressalta Christian. Além disso, a desorganização trás a impressão de que o tempo está passando mais rápido que o normal e isso resulta na sensação de que alguma coisa deixou de ser feita pela falta de tempo e de organização. Dicas para administrar melhor o tempo Christian Barbosa já achou que administrar tempo era bobagem. Hoje possui uma vasta bibliografia publicada sobre o assunto, além de participar de diversos eventos e palestras. Para ele há cinco dicas muito importantes para a gestão correta do tempo. Primeiro, ele afirma que é errado achar que não tem tempo. Se as pessoas ficarem falando para todo o lado que não tem tempo, essa será a realidade de verdade. Então a primeira dica é mudar a postura como enfrenta o dia a dia. Observar com cautela como o seu tempo está sendo usado e a quantidade de tempo que sobra a partir disso é fundamental. A segunda dica é separar tempo na agenda para atividades pessoais, ou que proporcionem lazer. Estar muito estressado com algum acontecimento vai acabar impactando diretamente na realização das demais atividades do dia. É importante intercalar momentos de descanso e lazer entre os momentos de estresse. “É preciso desacelerar em algum momento e apostar em atividades que trazem prazer. Tirar férias é uma maneira. Pode ser por um período mais curto, o importante vai ser a qualidade desse período. É essencial para ajudar a crescer, tanto na vida pessoal quanto na vida profissional”, afirma Barbosa. Christian Barbosa destaca como terceira dica o erro que as pessoas cometem em planejar demais. Ter uma agenda muito restrita somente ao que está escrito ali causa transtornos também. A capacidade de ter uma flexibilidade é importante nessas horas. Transferir e reagendar compromissos não podem ser motivo de pânico. “Quando uma pessoa consegue realizar as suas demandas profissionais de acordo com as suas perspectivas de tempo, ela produz mais e com mais qualidade. Mas ter os horários flexíveis proporciona um grande benefício”, destaca. A quarta dica diz respeito à alimentação e ingestão de água. Tomar água ao longo do dia ajuda a manter o foco e executar tarefas corretamente. Manter uma alimentação saudável também é importante. Christian Barbosa indica um teste para notar a diferença: durante dez dias separar uma garrafa de água e um lanche saudável para ingerir ao longo do dia. A diferença de bem estar no dia logo será notada. A quinta e última dica é aproveitar o tempo que é julgado inútil. Atitudes bem simples podem ajudar no aumento da produtividade durante o dia. Encaixar pequenas ações como checar e responder alguns emails ou ler um livro podem ser realizadas por exemplo na sala de espera para uma consulta. Enquanto o trânsito está muito congestionado pode-se escutar um curso em áudio ou algo similar. Qualquer atividade que pode ser encaixada em um tempo que seria inútil é válida. (Fonte MSN)

A maior prova matemática do mundo consiste em 200 TB de dados

(© Fornecido por Gizmodo)(Felipe Ventura) Algumas provas matemáticas ocupam algumas linhas; outras exigem algumas páginas; e uma delas - a maior do mundo - ocupa impressionantes 200 TB de armazenamento. O antigo recordista tinha apenas 13 GB. Segundo a Nature News, três matemáticos - das Universidades do Texas em Austin, Kentucky e Swansea - usaram diversos recursos de computação para resolver o problema booleano dos ternos pitagóricos. Ternos pitagóricos são grupos de três números (a, b, c) que satisfazem a condição a²+b²=c². É o caso de (3, 4, 5) e (5, 12, 13), por exemplo. A pergunta é: existe uma forma de separar todos os números naturais (1, 2, 3, 4, ...) em dois conjuntos, de forma que nenhum dos dois possua ternos pitagóricos? A resposta é não. Na matemática, geralmente é mais difícil provar que algo não é possível - afinal, infinitos números permitem infinitas combinações. Por isso, a equipe teve bastante trabalho para chegar a essa conclusão simples. Até o número 7.824, era possível criar dois conjuntos sem ternos pitagóricos. No entanto, quando os matemáticos chegaram a 7.825, eles descobriram que não havia mais como fazer isso: cada conjunto sempre teria pelo menos um terno pitagórico. Existem 10^2.300 formas possíveis de se organizar esses números em dois conjuntos. A equipe usou alguns truques para simplificar a situação, deixando cerca de 1 trilhão de combinações para serem verificadas pelo supercomputador Stampede, da Universidade do Texas. 800 processadores passaram dois dias analisando os dados e geraram 200 TB de dados. Este problema foi proposto pelo matemático Ronald Graham na década de 80, e ele ofereceu US$ 100 para quem conseguisse encontrar a resposta. O trio de pesquisadores já recebeu a recompensa. Claro, a motivação deles não era o dinheiro, e sim "o interesse geral neste problema matemático". Esse tipo de prova auxiliada por computador é cada vez mais comum na matemática, embora haja algum debate sobre o assunto. Da Nature News: Ainda assim, a maioria dos estudiosos provavelmente concorda que a quantidade de dados necessária para chegar a esta solução em particular era simplesmente grande para um humano analisar sozinho. Foto por Edmund Fung/Pixabay/Fonte MSN

Apple pode lançar iPhone todo de vidro

(© Justin Sullivan/Getty Images iPhone: vendas estão em queda)(Diogo Max) São Paulo – O presidente de uma das empresas contratadas pela Apple para montar seu produto de maior sucesso deixou escapar uma das próximas características do iPhone: o aparelho será todo de vidro. Allen Horng, da taiwanesa Catcher Technology, disse em uma reunião com acionistas que a empresa da maçã prepara o iPhone de vidro para 2017, segundo uma reportagem publicada nesta semana pelo Nikkei Asian Review. A estratégia da Apple seria diferenciar-se das outras companhias em um mercado saturado de smartphones. Ainda segundo a reportagem, Horng também afirmou que, por conta desse novo "chassi" de vidro, mais caro e que precisaria de um reforço de uma estrutura de metal, a Catcher demandaria de um avançado processo tecnológico para fabricá-lo. Apesar de estar cedo para falar sobre o iPhone de 2017, a Apple tem trabalhado nesse projeto há algum tempo, lembra o site especializado em tecnologia Marshable. Mesmo assim, para o site, é improvável que a empresa da maçã já tenha decidido sobre todos os componentes do iPhone do próximo ano. No entanto, um comentário desse tipo de um fornecedor da Apple, afirma o Marshable, dá credibilidade de que o iPhone de 2017 terá um design totalmente novo. Algo mais do que necessário para a empresa, uma vez que um dos maiores vilões para o fraco resultado do último trimestre foram as vendas de iPhones. A Apple vendeu 51,1 milhões do aparelho, uma queda de 16,3% em relação aos 61,1 milhões de unidades vendidas no ano anterior. Como as vendas decepcionaram, a receita cedeu 13%, de US$ 58 bilhões para US$ 50,5 bilhões, a primeira queda trimestral desde 2003. O lucro líquido totalizou US$ 10,5 bilhões , uma queda de 22,5% em relação aos US$ 13,5 bilhões aferidos no mesmo período do ano anterior. (Fonte MSN)

Processadores de smartphone vão manter altas velocidades sem superaquecer

(© Fornecido por Gizmodo) Por trás das gigantes de processadores móveis - como Qualcomm, Apple e Samsung - está a ARM. A empresa britânica criou uma nova microarquitetura para smartphones e tablets que é ainda mais rápida e mais eficiente. O Cortex-A73 promete desempenho 30% maior e eficiência energética 30% maior se comparado à geração anterior - núcleos Cortex-A72 são usados no Snapdragon 652; no veloz HiSilicon Kirin 950, da Huawei; e no MediaTek Helio X20 com dez núcleos. Segundo o Ars Technica, a parte mais interessante do novo Cortex-A73 é sua promessa de atingir um desempenho elevado e de manter essa performance por mais tempo. É um problema que afetou o Snapdragon 810, por exemplo: ele deveria ser mais rápido que a concorrência, mas na prática, precisava rodar em um clock mais baixo para evitar superaquecimento. Enquanto isso, chips com Cortex-A73 podem manter um desempenho bastante próximo ao limite máximo sem superaquecer. Isso significa o dobro da performance contínua em relação a processadores como o Snapdragon 810 e o Samsung Exynos 7, presente no Galaxy Note 5 e Galaxy S6.
(© Fornecido por Gizmodo Cortex-A73+Maximizes+performance) Isso é bem importante para jogos e especialmente para a realidade virtual, que exigirá mais dos processadores - e por mais tempo. Se a taxa de quadros diminui, o usuário percebe rapidamente e perde a imersão. A performance contínua é maior graças a mudanças na arquitetura, e também graças a processos de fabricação mais compactos de 10nm, que deixam os transistores mais próximos entre si, fazendo-os consumir menos energia. A ARM também preparou o chip gráfico Mali-G71 e a nova arquitetura Bitfrost, que tem suporte a algo chamado "computação heterogênea". Basicamente, o chip gráfico pode ser usado como um processador comum. A HSA (Arquitetura de Sistemas Heterogêneos) permite que o chip gráfico e o processador compartilhem memória entre si, acelerando algumas tarefas. AMD e ARM estão unidas desde 2012 para promover esta arquitetura. Processadores com Cortex-A73 e Mali-G71 começarão a ser produzidos no final do ano, e chegarão a dispositivos no início de 2017. (Fonte MSN)

Veja como ganhar mais espaço na memória do seu iPhone

(© Fornecido por Notícias ao Minuto) São muitos os problemas que dão dor de cabeça para quem está com mem+oria do Iphone cheia, como sistema lento, aparelho travado, aplicativos demorando para carregar, dentre outros. Segundo o Olhar Digital, essas são algumas dicas que melhoram o desempenho da memória do seu telefone. Confira: Saiba o que está ocupando espaço: Na opção "Ajustes", vá em “Geral” e depois em “Armazenamento e iCloud”. Você consegue ver o quanto de memória está indo para cada aplicativo, músicas, fotos e arquivos. Transfira fotos e vídeos para nuvem: A Apple disponibiliza o iCloud, mas você também pode usar o Google Drive, o Dropbox ou o OneDrive. Desabilite a função de salvar mídias do whatsapp no celular Entre no aplicativo, vá em “Ajustes” e “Conversas”. Depois disso, é só desativar o “Salvar Mídia Recebida”. (Fonte MSN)

Queda de ministro é 'novo golpe contra governo que parece mancar de um escândalo a outro', diz 'NY Times'

(© Fornecido por BBC Funcionários do Ministério da Transparência 'limpam' gabinete de Silveira) A saída de Fabiano Silveira do Ministério da Transparência, Fiscalização e Controle foi apontada como um simbolismo das debilidades do governo interino de Michel Temer em reportagens da imprensa estrangeira nesta terça-feira. Os jornais destacaram que o homem à frente da pasta encarregada de combater a corrupção foi gravado em conversas que sugeriam seu envolvimento em manobras para obstruir as investigações da Operação Lava Jato. A queda de Silveira "desferiu outro golpe contra um governo que parece estar mancando de um escândalo a outro", diz o jornal americano New York Times. O jornal relata a "atmosfera cada vez mais paranoica na capital, Brasília", em que "membros das elites políticas e econômicas estão gravando secretamente uns aos outros para fazer acordos de delação premiada". Em tom crítico, o jornal britânico Guardian afirma que "a reputação do novo governo interino deslizou de frágil para burlesca" após o episódio. "A renúncia de Silveira eleva a pressão sobre o governo de Michel Temer, que encontra dificuldades de sacudir as acusações de que tomou o poder da presidente suspensa Dilma Rousseff com o objetivo de obstruir a maior investigação de corrupção na história do país." Para o argentino La Nación, "o desgaste político do governo interino se acelera a um ritmo vertiginoso". A reportagem lembra a "indignação" que as conversas entre Silveira e Sérgio Machado, ex-presidente da Transpetro - subsidiária de logística da Petrobras - geraram "em amplos setores da sociedade brasileira e inclusive em organismos internacionais anticorrupção". Na segunda-feira, chefes regionais do ministério em pelo menos 21 Estados entregaram seus cargos ou deixaram-nos à disposição exigindo a saída do ainda ministro. Imagens dos funcionários do Ministério "limpando" o edifício em Brasília foram transmitidas em emissoras de TV estrangeiras, incluindo a BBC.
(© Fornecido por BBC Jornais destacam dificuldades do presidente interino, Michel Temer, em construir sua credibilidade) A conversa com Silveira e o presidente do Senado, Renan Calheiros, foi gravada por Machado, novo delator da Lava Jato, em 24 de fevereiro. Nela, Silveira critica a condução da Operação Lava Jato pela Procuradoria Geral da República e dá conselhos a investigados. Na segunda-feira, a ONG Transparência Internacional elevou a pressão sobre o ministro, afirmando que suspendia sua cooperação com o Ministério. A cooperação envolvia três frentes de trabalho, uma das quais a participação na elaboração de propostas para a iniciativa internacional Parceria para Governo Aberto. "Não deve haver impunidade para os corruptos e nem acordos a portas fechadas. É decepcionante que o ministro encarregado da transparência esteja agora sob suspeita, como parte de uma operação abafa", disse - antes da renúncia - o diretor para as Américas da organização, Alejandro Salas. (Fonte MSN)

Relator entrega ao Conselho voto pela cassação de Cunha

(© image/jpeg) O deputado Marcos Rogério (DEM-RO) entregou na manhã desta terça-feira (31) ao Conselho de Ética da Câmara o relatório e o seu voto sugerindo a cassação de Eduardo Cunha (PMDB-RJ), que foi afastado do cargo e do mandato no dia 5 pelo STF (Supremo Tribunal Federal). O documento foi recebido pelo presidente do órgão, José Carlos Araújo (PR-BA), que deve marcar sessão de leitura ainda nesta semana. O voto de Rogério ficará lacrado até a sessão do Conselho, mas a reportagem apurou com integrantes do colegiado que ele pede a cassação de Cunha com base no argumento principal de que ele mentiu à CPI da Petrobras quando, em 2015, negou ter "qualquer tipo de conta" no exterior. Apesar de estar impedido pela presidência da Câmara de incluir como motivo de cassação a acusação de que Cunha recebeu propina no petrolão, Rogério não deixará o tema de fora de seu voto. Ele argumentará que as contas vinculadas a Cunha da Suíça foram omitidas por terem sido, segundo as investigações da Procuradoria-Geral da República, abastecidas em parte com recursos oriundos do esquema de corrupção na Petrobras. Aliados de Cunha trabalham para a aplicação de uma punição branda ao peemedebista, como a suspensão de suas prerrogativas parlamentares. Eles dizem ter maioria dos votos nesse sentido no Conselho, que é composto por 21 integrantes e que, em março, aprovou a continuidade da investigação contra Cunha por margem mínima, 11 votos a 10. Desde então, aliados do presidente afastado da Câmara promoveram troca de cadeiras no Conselho. Eles pressionam a deputada Tia Eron (BA), do PRB de Celso Russomanno (SP) e novata no colegiado, a votar a favor de Cunha. A votação no Conselho deve acontecer ainda na primeira semana de junho, caso não haja reviravoltas. Uma possível é a anulação de parte do trabalho do Conselho pelo presidente interino da Câmara, Waldir Maranhão (PP-MA), aliado de Cunha e que já deu decisões favorecendo o peemedebista. Após a votação no Conselho, o caso de Cunha pode seguir para o plenário da Câmara (há dúvida sobre se isso ocorrerá caso o Conselho aprove apenas uma punição branda). Caso chegue ao plenário, Cunha só perde o mandato se pelo menos 257 dos seus 512 colegas votarem nesse sentido. O deputado foi afastado do cargo e do mandato por, segundo os ministros do Supremo Tribunal Federal, usar seu poder legislativo para barrar as investigações da Lava Jato e o processo na Câmara. Cunha é réu no Supremo e é alvo de denúncia, inquéritos e pedidos de inquérito sob a acusação de integrar o petrolão. Ele nega todas as acusações, inclusive a de que tem contas no exterior (ele diz ter doado o dinheiro para trusts, administradoras de bens e direitos de terceiros). E afirma que o Conselho tem cometido uma série de irregularidades formais em seu processo. Com informações da Folhapress. (Fonte MSN)

Delegado desqualifica vítima de estupro coletivo em conversa de Whatsapp

(© Fornecido por Notícias ao Minuto) Durante uma conversa feita em um grupo de WhatsApp, o delegado Alessandro Thiers, titular da Delegacia de Repressão a Crimes de Informática (DRCI), fala sobre a entrevista da jovem que denunciou um estupro coletivo. Na entrevista, ela contou detalhes sobre como se sentiu após o estupro coletivo: "No 'Fantástico' era outra pessoa. Sabe que temos fortes indícios de que não existiu estupro", disse o delegado através do aplicativo de mensagens. A conversa foi obtida pelo jornal Extra. Em relação ao número de pessoas que, segundo a jovem, a estupraram, Thiers diz que ele é alusão a um funk: "Os 33 no vídeo foi alusão a um funk onde diz mais de 20 engravidou (sic), onde o autor do vídeo diz que engravidou mais de 30 em alusão ao funk para tirar onda de 'comedor'". O delegado ainda afirma que "tem o envolvimento claro da adolescente com pessoas ligadas ao tráfico, tendo a mãe inclusive declarado que a filha é a todo o momento aliciada e que bastaria saber atirar para trabalhar no tráfico". Para ele, "a advogada, que acompanhou os termos junto com a mãe, pediu à adolescente que parasse de responder perguntas quando estava sendo questionada se conhece pessoas ligadas ao tráfico local, conforme declarado pela mãe e pela própria adolescente, alegando que essas respostas poderiam incriminá-la, mas a intenção era tentar ver se ela reconhecia algum dos alegados '33' que estariam no quarto". O delegado diz que "diversas pessoas, inclusive a própria adolescente, confirmaram que a mesma frequentava a comunidade da Barão (o morro na Praça Seca, na Zona Oeste do Rio, onde a jovem contou que crime ocorreu), inclusive com contato direto e íntimo com traficantes da área". Em um trecho, o delegado diz que "o único crime seria a divulgação do vídeo". A Folha de S. Paulo apurou que a divulgação da conversa causou constrangimento na delegacia e o chefe da Polícia Civil, Fernando Veloso, negou que as mensagens sejam verdadeiras. (Fonte MSN)

Jogador suspeito de estupro foi preso enquanto concedia entrevista

(© Fornecido por Estadão O jogador Lucas Perdomo foi preso por agentes da Delegacia da Criança e do Adolescente Vítima) Suspeito de envolvimento no estupro da adolescente no Morro da Barão, o jogador de futebol Lucas Perdomo Duarte Santos, de 20 anos, foi preso na tarde desta segunda-feira, 30, quando se preparava para dar entrevista coletiva em restaurante no Centro do Rio. A vítima desse à polícia que foi à favela encontrar Perdomo, com quem manteve relacionamento amoroso. Vestido com camiseta azul, bermuda preta e chinelo branco, o jogador conversava com o advogado quando dois policiais o abordaram. Perdomo não reagiu. Deixou o restaurante com um policial o segurando por trás, pela bermuda, mas não foi algemado. O advogado Eduardo Antunes disse que o cliente se entregaria à polícia e voltou a negar envolvimento no crime. “A gente sabe que ele está falando a verdade, vou estudar o pedido de prisão para apresentar as medidas cabíveis”, afirmou. O advogado analisa se pedirá habeas corpus ou revogação da prisão, já que o crime de estupro de vulnerável é inafiançável, ou seja, o suspeito não pode ser solto mediante pagamento de fiança. Conhecido como Luquinhas, o suspeito joga no Boavista, time de Saquarema, cidade na Região dos Lagos. Antunes reiterou a versão do cliente na madrugada de 21 de maio, um sábado. A jovem disse em depoimento à polícia que foi ao encontro de Perdomo na favela e que só se lembra de ter acordado no dia seguinte, domingo, em uma casa desconhecida, cercada de homens armados que a estupraram. O advogado sustenta que o jogador, naquela noite, teve relações com outra garota e que o amigo Raí de Souza ficou com a jovem que diz ter sido estuprada. Segundo o jogador, a jovem não quis acompanhá-los quando foram embora e ficou na casa. Perdomo diz não saber o que aconteceu depois.

Polícia Civil realiza novas buscas aos suspeitos de estupro coletivo no RJ

(© Foto: Fabiano Rocha/Extra/Agência O Globo De acordo com a Delegacia da Criança e Adolescente Vítima (Dcav), quatro pessoas são consideradas foragidas) A Polícia Civil realiza, nesta terça-feira (31), novas buscas aos suspeitos de envolvimento no estupro coletivo de uma jovem de 16 anos no Rio. De acordo com a Delegacia da Criança e Adolescente Vítima (Dcav), quatro pessoas são consideradas foragidas: Marcelo Miranda Correa e Michel Brasil da Silva são suspeitos de divulgar o vídeo do abuso; Raphael Assis Duarte Belo aparece numa foto com a vítima desmaiada; e Sérgio Luiz da Silva Júnior, o Da Russa, apontado como chefe do tráfico no Morro do Barão, na Praça Seca, Zona Oeste da cidade - local onde, segundo denúncia da adolescente, ocorreu a violência sexual. A jovem que denunciou o estupro coletivo ingressou no Programa de Proteção a Crianças e Adolescentes Ameaçados de Morte (PPCAAM), um projeto federal intermediado pelo estado. "Foi detectada uma ameaça grave (contra a jovem). Estamos muito preocupados com a segurança dela. Estamos ainda na fase emergencial do programa, mas ela já está sob proteção e num local seguro. A inclusão dela (no programa) pode implicar que seja transferida para outro município, estado ou até outro país, de acordo com a gravidade. No caso dela, é provável que vá para outro estado", explicou a subsecretária de Direitos Humanos, Andrea Sepúlveda. (Fonte MSN)

segunda-feira, 30 de maio de 2016

Flávia Alessandra conta o segredo da dieta para chegar aos 41 melhor que aos 20 anos

(© Yuri Sardenberg/ Flávia Alessandra) MENOS CARBO! “Graças a Deus, hoje posso dizer que estou melhor do que aos 30, aos 20... [risos] Imagina, com 20 eu não tinha que ter controle. Com 30, mais ou menos. Aos 40, eu tenho. Durante a semana, busco uma alimentação saudável, com tudo o que a gente sabe que deve e sem tudo o que a gente sabe que não deve – doce, fritura, refrigerante. Acho que o grande diferencial, agora que entrei nos 40, foi dar ré e maneirar nas massas – se eu pudesse, comeria todos os dias! Só que, nessa faixa etária, o metabolismo muda e o carboidrato vira vilão. Aquele desejo maravilhoso de jantar fora, duas vezes por semana, cortei da minha vida. Tem que ser uma situação especial. Já o fim de semana é meu. Aí posso comer feijoada e tomar minha cerveja. Mas não é como se não houvesse amanhã. Apenas tenho uma vida feliz. Na segunda-feira, retomo a rotina regrada. Ao acordar, bebo água quente com limão – até quando estou viajando. Nas refeições principais, corto o arroz branco, melhor ainda quando consigo ficar sem ele ou trocá-lo por quinoa. A comida do dia a dia em casa é a mesma para todo mundo: nada de fritura ou doce, que a gente substitui por gelatina, sorvete light ou frutas – nosso kit de S.O.S. O Otaviano é quem mais consegue driblar, né? A Olívia também pode, porque em geral come direitinho. Mas ele, com seu paladar infantil, é bem sabotador. [risos] Em plena terça-feira, vem e me fala ‘Tô com uma vontade de cachorro quente, amor’. Eu deixo que eles caiam em tentação – e às vezes cedo também. Mas, se já dei uma escapulida na semana (não é que eu nunca fure, né?), como a minha comidinha enquanto eles se deliciam.” (Fonte MSN)

Após pressão, investigação de estupro coletivo no Rio passa às mãos de uma delegada

(© Fornecido por El País O delegado afastado do caso, Alessandro Thiers (esq.), e o chefe da polícia do Rio, Fernando Veloso)
(© Tomaz Silva A titular da Delegacia da Criança e Adolescente Vítima, Cristina Bento, agora à frente do caso) Reações ao estupro coletivo da jovem carioca mostram um país indignado Depoimento começaria com "me conta aí" Neste domingo, mesmo dia em que passou ao programa de proteção de vítimas da Justiça do Rio de Janeiro, a menor de idade que sofreu um estupro coletivo foi entrevistada exclusivamente pelo Fantástico, da rede Globo. Na entrevista à jornalista Renata Ceribelli, ela descreve o que recorda da violência que sofreu e também fala do depoimento na polícia, prestado um dia depois de voltar para casa. Nele, o delegado Alessandro Thiers, encarregado do caso no momento, teria começado a conversa expondo as fotos e o vídeo dela, que foram distribuídos pela internet, antes de pedir: "Me conta aí". Ela teria pedido para interromper o depoimento – em que diz ter se sentido desconfortável todo o tempo – quando ele perguntou se ela tinha "o costume" de participar desse tipo de encontros e "se gostava". A adolescente, que se sente atualmente "em cárcere privado", tem certeza de que sofreu um estupro coletivo. Acredita que foi dopada, do contrário teria percebido que "tinha um cara debaixo de mim, um embaixo e dois me segurando quando eu acordei". Disse também que a casa onde tudo aconteceu estava suja e que seus agressores tinham fuzis e a chamavam de "piranha" e "vagabunda". Desde que seu caso se tornou público, inclusive na imprensa nacional e internacional, a jovem diz que recebe milhares de mensagens no Facebook – grande parte delas dizendo que ela é mentirosa. Haveria, inclusive, ameaças de morte. Agora, ela quer "esquecer". Agradece às mulheres que se mobilizaram para denunciar seu caso antes mesmo que ela o fizesse, até perante a família, "por vergonha". O desgaste ao redor da investigação do estupro coletivo – que ocorreu há uma semana e tem mobilizado o país desde que veio à tona, no dia 25 – foi o motivo pelo qual o chefe da Polícia Civil, delegado Fernando da Silva Veloso, não tratou de contornar a pressão pela saída de delegado, tomando essa decisão antes da Justiça dar seu parecer oficial a respeito. Thiers provocou controvérsia ao afirmar que não haveria comprovação de estupro, que estava investigando "se houve consentimento dela, se ela estava dopada e se realmente os fatos aconteceram”. Em entrevista na noite deste domingo ao Fantástico, da TV Globo, a jovem disse que o depoimento dado ao delegado da divisão de Informática foi constrangedor. Depois de expor as fotos e o vídeo compartilhados na Internet diante dela, da advogada que a acompanhava e de três policiais homens em uma sala de vidro da delegacia, ele teria começado a conversa com um "me conta aí". A certa altura, "ele me perguntou se eu tinha costume de fazer aquilo. (...) Perguntou se eu gostava", relatou a menina, acrescentando que, neste momento, pediu imediatamente para parar de depor. No vídeo que circula na Internet e no WhatsApp que detonou a apuração do caso, a jovem aparece desacordada enquanto homens a manipulam, tocam sua pelve e debocham dela. Em uma entrevista deste domingo, Veloso disse que vai analisar se houve falta de habilidade na conduta do colega. "Para preservar o delegado e garantir a imparcialidade da investigação, decidimos transferir a coordenação das investigações para a doutora Cristiana, que já estava acompanhando as investigações porque a DCAV vinha dando apoio. Ela está recebendo os autos hoje, vai se inteirar e avaliar a necessidade de uma medida cautelar, seja ela de prisão ou não", declarou. Com a decisão, o caso saiu definitivamente da esfera da delegacia de informática – mesmo envolvendo um crime adicional ao estupro, que foi o compartilhamento das imagens via redes sociais por parte dos agressores – e se concentra agora nas mãos de Bento. Ela já vinha acompanhando o processo e participou da primeira coletiva dada pela Polícia Civil do Rio de Janeiro à imprensa. Ao contrário da conduta de Thiers, a sua foi elogiada até o momento pela vítima e sua ex-advogada. O delegado afastado do caso, Alessandro Thiers (esq.), e o chefe da polícia do Rio, Fernando Veloso. Tomaz SilvaAgência Brasil Eloisa Samy, ativista de direitos humanos, deixou caso na manhã deste domingo, quando foi dispensada pela avó da garota através de uma mensagem gravada pelo Whatsapp, em que disse que agradecia seus serviços e seu empenho, mas que sua neta passou à proteção da Secretaria de Direitos Humanos do Estado do Rio. Por telefone, Samy contou ao EL PAÍS que a adolescente “entrou no programa de proteção [às vítimas], o que não seria um impedimento [para que ela seguisse sendo sua advogada]. Mas a família foi coibida a não receber ajuda externa”. Samy e Thiers já haviam se cruzado no passado, quando o delegado pediu a prisão da ativista em 2014, parte de ofensiva legal contra os protestos anti-Copa naquele ano. Batida policial: Na manhã deste domingo, mais uma batida policial aconteceu na comunidade onde o estupro aconteceu. Uma nova coletiva de imprensa acontece nesta segunda-feira, 30 de maio, para que Cristiana Bento anuncie suas primeiras conclusões. Quatro pessoas foram ouvidas até agora no caso, mas a polícia não prendeu nenhum dos envolvidos. Dois suspeitos deram depoimentos na última sexta-feira, mas foram liberados em seguida. Outro foi detido durante uma operação da polícia no sábado também seguiu em liberdade. Agora sob proteção da Justiça, a jovem disse que está sofrendo sofre uma enxurrada de ofensas na Internet – apesar de muitos, indignados, terem saído em sua defesa – e já deixou sua casa junto com a família. Uma medida cautelar emitida antes disso já a protegia de pessoas que estariam tratando de intimidá-la. Um suspeito de fazer isso é Rafael Belo – um possível autor do crime, segundo afirmou Eloisa Samy. Em seu perfil no Facebook, ela postou no sábado uma nota oficial da ministra Carmem Lúcia, do Supremo Tribunal Federal, que declarou: “A nós mulheres não cabe perguntar quem é a vítima: é cada uma e todas nós”. No post, um comentário feito por uma usuária da rede social que se diz “contra o estupro” a acusa de ser “uma maria-fuzil”. “Agora o mundo inteiro comovido por causa de uma maria fuzil que ia para a favela para dar para bandido. Quem mora em favela sabe muito bem que bandido não estupra e deixa viva para contar história”, escreveu em seu comentário – que recebeu mais de 4.200 curtidas. Novos protestos: Muitas cidades brasileiras continuam protestando contra o crime da jovem carioca e contra a cultura do estupro em que está imerso o país. A principal manifestação registrada neste domingo aconteceu em Brasília, onde um grupo de mulheres marchou fazendo uma contagem regressiva de 30 a zero – em referência aos “mais de 30” que dizem no vídeo terem estuprado a menina. A Marcha das Flores terminou em confronto com a polícia quando algumas participantes tentaram pular a grade que as separava do prédio do Supremo Tribunal Federal. Os policiais dispararam spray de pimenta contra as manifestantes. Elas rodearam a estátua da Justiça com flores. (Fonte MSN)

Filho de 7 anos de Temer tem R$ 2 milhões em imóveis

(José Roberto de Toledo e Daniel Bramatti) Aos 7 anos de idade, completados em 2 de maio, Michel Miguel Elias Temer Lulia Filho, mais conhecido como Michelzinho, é proprietário de pelo menos dois imóveis cujos valores somados superam R$ 2 milhões. O pai, Michel Miguel Elias Temer Lulia, de 75 anos, presidente em exercício da República, passou para o nome do único herdeiro do seu casamento com Marcela Temer dois conjuntos comerciais que abrigam seu escritório político em São Paulo. Localizados no Edifício Lugano, no Itaim-Bibi, zona sul da capital paulista, cada conjunto tem 196 m² e valor venal de R$ 1.024.802, segundo a Prefeitura de São Paulo – os dados são públicos e podem ser consultados na internet. O valor de mercado costuma ser de 20% a 40% mais alto do que o valor de referência usado pela Prefeitura para calcular o Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU). Mesmo assim, na declaração de bens que Temer apresentou à Justiça Eleitoral em 2014, cada conjunto é avaliado em apenas R$ 190 mil. Isso é comum nas declarações de políticos, pois os imóveis costumam ser declarados pelo valor de quando foram comprados. A legislação não obriga a atualização do valor. Doação: A assessoria de imprensa de Temer informou que a transferência foi feita como doação, uma espécie de antecipação da herança, e que as filhas do presidente em exercício também já receberam imóveis em outros momentos. A assessoria não esclareceu quais imóveis foram doados para as filhas, nem em que data isso ocorreu. Luciana, Maristela e Clarissa, fruto do primeiro casamento de Temer, são proprietárias de imóveis residenciais na zona oeste de São Paulo, segundo a Prefeitura. A primeira também é dona de um escritório no mesmo prédio onde ficam os imóveis transferidos para seu irmão. Outros bens: No caso da declaração de bens de Temer apresentada quando foi candidato a vice-presidente na chapa de Dilma Rousseff, a casa que possui na zona oeste de São Paulo também está subavaliada. Em 2014, o presidente em exercício declarou a residência de 415 m² no Alto de Pinheiros, comprada em 1998, por R$ 722.977,41. Na Prefeitura, o valor venal é de R$ 2.875,109. Sobre esse valor incide a cobrança de IPTU. Se a casa e os dois conjuntos do Itaim-Bibi tivessem seu valor corrigido para pelo menos o valor venal, o patrimônio declarado de Temer aumentaria em pelo menos R$ 3,6 milhões e chegaria a um total de mais de R$ 11 milhões. Isso não inclui outra casa, de R$ 1.434.558, no bairro do Pacaembu, pela qual ele responde a uma ação por não pagamento de IPTU, e que Temer diz ter vendido. O patrimônio do presidente interino cresceu rapidamente desde 2006. Naquele ano, Temer foi candidato a deputado federal e declarou bens no valor de R$ 2.293.645,53. Se corrigido pelo IGP-M da Fundação Getúlio Vargas, eles corresponderiam, em 2014, a R$ 3.678.526,22. Porém, seu patrimônio declarado à Justiça Eleitoral em 2014 já havia crescido para R$ 7.521.799,27. Ou seja, mais do que dobrou acima da inflação entre duas eleições – e isso sem levar em conta a valorização dos imóveis. (Fonte MSN)

Relatório final do Crea-RJ aponta falha humana na ciclovia que caiu

(© image/jpeg) O Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Rio de Janeiro, o Crea, finalizou o relatório sobre a queda da Ciclovia Tim Maia, que fica na Zona Sul do Rio. O desabamento aconteceu em abril e causou a morte de duas pessoas: Eduardo Marinho, de 54 anos, e Ronaldo Severino da Silva, de 60 anos. De acordo com o documento, houve falha humana na execução da obra. Segundo o G1, além de falhas no projeto, o Crea-RJ também apontou imprudência. Mas o equívoco principal da construção foi a falta de estudos preliminares oceanográficos. “Toda obra costeira como essa é necessário que se faça esses estudos preliminarmente para verificar a agressividade que o mar pode provocar sobre a estrutura. Neste caso aqui, não sei se por esquecimento ou por algum outro motivo ou pela pressa, estes estudos não foram feitos”, disse o coordenador da Câmara de Engenharia Civil, Manoel Lapa, ao Bom Dia Rio, da TV Globo, nesta segunda-feira (30). O engenheiro também diz que os técnicos não suspeitaram que a força do mar poderia derrubar a ciclovia. Agora, o relatório será enviado ao Ministério Público, que investiga as responsabilidades da queda da ciclovia, que custou quase R$ 45 milhões aos cofres públicos e também é parte do projeto de obras olímpicas da cidade do Rio de Janeiro. (Fonte MSN)

Temer transfere responsabilidade por reforma agrária para a Casa Civil

Depois de fundir o ministério do Desenvolvimento Agrário à pasta do Desenvolvimento Social, o governo Michel Temer transferiu para a Casa Civil a responsabilidade pela reforma agrária, pela agricultura familiar e pela delimitação das terras dos remanescentes das comunidades dos quilombos e determinação de suas demarcações. A definição está no Decreto 8.780, publicado nesta segunda-feira no “Diário Oficial da União”. Pelo Decreto, migram para a Casa Civil as secretarias de Reordenamento Agrário, Agricultura Familiar, Desenvolvimento Territorial e a secretaria extraordinária de Regularização Fundiária na Amazônia Legal. A Casa Civil também vai incorporar o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra).(Fonte MSN)

Congresso só apoia pacote de Temer com alterações

(Isabela Bonfim e Julia Lindner / BRASÍLIA) Líderes dos sete maiores partidos do Congresso não querem se comprometer com a pauta econômica do presidente em exercício Michel Temer, principalmente em relação às duas medidas prioritárias: o teto dos gastos públicos e a reforma da Previdência. Apesar de reconhecerem a necessidade dos projetos, eles dizem ser necessário discutir mudanças nas propostas. A resistência existe até nas bancadas do PMDB, partido do qual Temer é presidente licenciado. Os líderes ouvidos pelo Estado representam 326 deputados e 58 senadores, o equivalente a aproximadamente dois terços de cada Casa. O número é superior aos três quintos da Câmara (308) e do Senado (48), quantidade necessária de votos para aprovar Propostas de Emenda à Constituição (PEC), que é o caso dos principais projetos econômicos de Temer. No caso da PEC do teto fiscal, segundo o ministro Henrique Meirelles (Fazenda), a medida limitará gastos com Saúde e Educação, medida que não agrada aos líderes de PP, PR, PSD e DEM na Câmara, que disseram que vão “estudar a proposta”. No Senado, o líder do PSDB, Cássio Cunha Lima (PB), sugeriu que a proposta seja modificada. “A função do Estado está muito vinculada a educação, saúde e segurança, são as três grandes demandas da população. Seria possível encontrar um mecanismo para preservar esses setores, mesmo que se exijam cortes maiores em outras áreas”, afirmou o tucano, que diz concordar com o teto fiscal em si, mas defende mudanças na proposta original. Os líderes do PMDB na Câmara e no Senado, deputado Baleia Rossi (SP) e senador Eunício Oliveira (CE), defendem a importância fiscal da medida, mas ponderam que é natural que o Congresso proponha mudanças, sinalizando que, mesmo que aprovada, a medida não deve passar da forma com será enviada pelo governo. “Acredito que tem chance de passar. Mas é claro que a Câmara pode propor mudanças, pode querer um diálogo, e é importante que a equipe econômica esclareça seus pontos”, disse Rossi. Previdência: A proposta que mais enfrenta resistências – e até por isso ainda não está formalizada – é a da reforma da Previdência. “É óbvia a necessidade de modernização das regras previdenciárias, porém entendemos que direitos adquiridos devem ser preservados”, disse o líder do PSD, deputado Rogério Rosso (DF). Até os líderes do PMDB não demonstram apoio total à ideia. Eunício analisa que é natural que o governo envie uma matéria mais dura, já prevendo uma flexibilização pelo Congresso. Em contrapartida, Temer conta com maior apoio da base para projetos que já tramitam no Legislativo, como a proposta que desobriga a Petrobrás de participar de leilões do pré-sal e o projeto que traz critérios mais rígidos para a escolha de presidentes de fundos de pensão e empresas estatais. As matérias já foram aprovadas no Senado e agora serão avaliadas pela Câmara. Os projetos são de autoria do PSDB. O governo diz estar confiante na aprovação das medidas e minimizou dissidências da base. “Até agora não foi identificada essa resistência. Claro que, na hora que o debate acontecer, ela pode surgir. Mas daí vamos dialogar até tentar contornar”, disse o ministro da Secretaria de Governo, Geddel Vieira Lima. O PT está decidido a fazer oposição firme e deve votar contra as quatro propostas. O partido da presidente afastada Dilma Rousseff tentará atrair PC do B e PDT nessas votações. / COLABOROU ERICH DECAT / Fonte MSN