segunda-feira, 31 de agosto de 2015

Neymar pede aumento e pode ganhar cerca de R$ 56 milhões por temporada

(© Fornecido por LanceNet) Valorizado no mercado da bola após ser o artilheiro da última edição da Liga dos Campeões, ao lado de Messi e CR7, além de ser o principal jogador brasileiro na atualidade, o atacante Neymar despertou o interesse do Manchester United. Uma oferta milionária de 190 milhões de euros (R$ 766 milhões) foi apresentada pelo jogador, prontamente rejeitada pelo Barcelona. Com ganhos muito inferiores, se comparados aos principais nomes do clube como Messi e Iniesta, o brasileiro sabe que esse é o momento de pedir alto. De acordo com o jornal "Sport", o camisa 11 quer uma melhora em seus vencimentos, tendo a intenção de ganhar 14 milhões de euros (cerca de R$ 56 milhões) por temporada, mais três milhões de euros por premiações. Atualmente, Neymar recebe 8, 8 milhões por temporada (R$ 35 milhões). A publicação aponta que Neymar aguarda o anúncio dos finalistas do prêmio Bola de Ouro para fazer a pedida. Se o brasileiro estiver entre eles ficará ainda mais valorizado, pressionando assim o clube catalão a aceitar os valores descritos. Caso o Barça aceite a pedida, Ney passará a ser o segundo jogador mais bem pago no clube, atrás apenas do argentino Lionel Messi. O Barcelona já estuda a renovação do craque. Contudo, as negociações devem ser iniciadas apenas em 2016. Neymar chegou ao time espanhol em 2013, quando assinou um contrato até 2019. (Fonte MSN)

Dirceu se recusa a responder CPI da Petrobras

(© Fornecido por Notícias ao Minuto) O ex-ministro José Dirceu, preso em Curitiba no âmbito da Operação Lava Jato, se recusou a responder na manhã desta segunda-feira, 31, os questionamentos dos deputados da CPI da Petrobras, que estão na capital paranaense para colher depoimentos de 13 pessoas detidas nessa operação, sob suspeita de participação em esquema de corrupção na Petrobrás. A todos os questionamentos dos parlamentares, Dirceu usou a mesma declaração: "Seguindo orientação do meu advogado, permanecerei em silêncio." O deputado Bruno Covas (PSDB-SP), um dos parlamentares desta comissão, chegou a dizer que seria interessante o ex-chefe da Casa Civil do governo Lula dizer como obteve tantos recursos, segundo as investigações, de forma ilícita, mas Dirceu manteve o silêncio. Além de Dirceu, a CPI pretende ouvir nesta segunda-feira Jorge Zelada, ex-diretor da área Internacional da Petrobras, e três empresários. Dois são executivos da empreiteira Andrade Gutierrez: Otávio Marques de Azevedo e Elton Negrão de Azevedo. O terceiro é João Antonio Bernardi Filho, representante no Brasil da empresa italiana Saipem. Nesta terça-feira, 1, a CPI pretende ouvir seis pessoas: cinco executivos da construtora Odebrecht e um ex-funcionário da Petrobrás. O relator da comissão, deputado Luiz Sérgio (PT-RJ), disse que a logística para os depoentes se deslocarem a Brasília é complicada, porque requer policiamento e aviões, e por isso a CPI decidiu que é mais prático se deslocar até o Paraná. A previsão é que membros da comissão fiquem em Curitiba até quinta-feira, tentando colher os depoimentos dos presos na Lava Jato. Os depoimentos estão sendo realizados no Foro da Seção Judiciária do Paraná. Com informações do Estadão Conteúdo. (Fonte MSN)

Espinafre é aliado contra o câncer e protege o cérebro

(© Fornecido por Minha Vida) O marinheiro Popeye foi o garoto-propaganda do espinafre nos desenhos animados. Após engolir uma porção da verdura, ele se tornava invencível e era capaz de salvar a Olivia Palito do vilão fortão Brutus. Certamente Popeye foi muito saudável também, evitando as mazelas do envelhecimento e de doenças provenientes de uma dieta pobre em bioflavonoides e muitos outros nutrientes encontrados no espinafre. Pesquisas recentes têm destacado como estes nutrientes funcionam para proteger a nossa saúde. Nitroglicerina nutricional: O espinafre é um dos alimentos mais nutritivos presentes na natureza, com poucas calorias e muitas vitaminas. Uma xícara de espinafre cozido no vapor contém meras 40 calorias, e quase todo o manganês e folato que o seu corpo precisa diariamente. O espinafre contém mais proteínas do que outras hortaliças e um alto teor de fibra, o que ajuda a desintoxicar e limpar o trato intestinal. Vitaminas e minerais: Ele é rico em ferro (importante para a oxigenação do sangue), cálcio, magnésio e potássio, participam da formação dos ossos e dentes, saúde muscular e prevenção de câimbras. Também é fonte de vitaminas: A (olhos e pulmões), complexo B e ácido fólico (energia e crescimento muscular), C (imunidade e resistência a infecções), E (protege o sistema cardiovascular) e K (coagulação e ossos fortes). Uma xícara da verdura cozida fornece toda a quantidade de vitaminas A e K que uma pessoa precisa por dia, e quase 40% de sua necessidade de magnésio. Energia, muita energia! O espinafre é a mais rica fonte vegetal de coenzima Q10, um composto presente nas mitocôndrias, o centro de produção de energia das células. A CoQ10 reforça o sistema imunológico e é um antioxidante que neutraliza os radicais livres, o que contribui para a longevidade. Quem também soma para alavancar o vigor é o ferro presente no espinafre, parte fundamental de uma enzima (NADH) necessária para a produção de energia e melhora do metabolismo. O espinafre contém mais de uma dúzia de compostos flavonoides que trabalham juntos como antioxidantes para nocautear as células cancerígenas. Estes flavonoides neutralizam os radicais livres no corpo e ajudam a prevenir o câncer de ovário, mama, próstata e cólon. Os fitoquímicos presentes no espinafre afetam a sobrevivência de células de câncer e inibem a inflamação, que faz parte dos processos básicos do crescimento do câncer. Amigo do coração: O espinafre é um excelente promotor da saúde cardiovascular. Sua ação antioxidante ocorre através da vitamina C e do betacaroteno, que trabalham juntos em prol do coração e do sistema circulatório, impedindo a oxidação do colesterol. O colesterol oxidado é um perigo para o sistema cardiovascular, contribuindo para o endurecimento e estreitamento das artérias coronárias. Uma porção de espinafre contém 65% da necessidade diária de folato, que neutraliza a homocisteína, uma proteína nociva que aumenta a chance de enfartar. Cérebro poderoso: O combustível do marinheiro Popeye melhora o funcionamento cerebral e protege contra o envelhecimento prematuro dos neurônios, evitando os efeitos degenerativos da oxidação no cérebro. Os pesquisadores descobriram que se alimentar com espinafre ajuda a proteger o cérebro de danos dos radicais livres e do declínio da capacidade cognitiva relacionado à idade avançada. O alto teor de vitamina E da folhosa verde-escura também contribui para driblar a neurodegeneração cerebral. Antinutrientes: O espinafre contém substâncias bociogênicas, de ocorrência natural em alguns alimentos, e que podem interferir com o funcionamento da glândula tireoide. O cozimento ajuda a inativar estes compostos, e o consumo moderado não traz nenhum problema. O espinafre contém purina e um consumo exagerado (mais de três vezes por semana) pode levar ao acúmulo de ácido úrico no organismo de algumas pessoas. Gota e cálculos renais de urato são dois exemplos de problemas relacionados ao consumo excessivo de purinas. Para os que têm gota ou ácido úrico elevado ele é contraindicado. Espinafre apresenta também um nível considerável de oxalato. Quando oxalatos tornam-se excessivamente concentrados em fluídos corporais, eles podem se cristalizar e causar cálculos nos rins e vesícula. Pessoas com litíase devem evitar o seu consumo. Cozinhar o espinafre em água inativa uma boa parte do ácido oxálico. Ácido fítico - bom mocinho: Benefícios de saúde importantes têm sido associados com a ingestão de fitatos. Isso inclui a prevenção de calcificações patológicas (cálculos renais, cálculos dentários e calcificação cardiovascular) devido a sua ação inibidora da cristalização de sais de cálcio. O ácido fítico está presente em inúmeros alimentos como nozes diversas, amendoim, sementes, feijões, cereais, tubérculos e folhas verdes - esta é a forma com que os vegetais armazenam o fósforo, um mineral essencial para a produção de energia. Apesar de sua aparente desvantagem (redução da absorção de ferro e cálcio), o ácido fítico é semelhante em alguns aspectos a uma vitamina, e metabólitos do ácido fítico têm funções necessárias nas células. Os estudos sugerem que é o ácido fítico, presente no espinafre, em grãos integrais e feijões, que confere as propriedades protetoras contra doenças cardiovasculares, câncer e diabetes. Só para constar: os grãos com pouco ou nenhum ácido fítico são os refinados. Modo de usar: O espinafre é carregado com luteína, um grande aliado contra doenças oculares como a degeneração macular senil e a catarata, mas ele precisa ser consumido com uma fonte de gordura para aumentar a sua absorção, assim como da vitamina E. Espinafre cozido e temperado com azeite faz uma combinação perfeita. Outra opção é refogar as folhas (cozidas e espremidas para retirar o excesso de água) no azeite e alho amassado, depois temperar com gotas de limão e uma pitada de sal marinho. O ideal é sempre usar o espinafre cozido para neutralizar os antinutrientes presentes nele, e vale acrescentar em sopas, omeletes, quiches, etc. Prefira a versão orgânica, pois o espinafre costuma estar muito contaminado por agrotóxicos. A dose ideal é uma porção (uma xícara) uma a duas vezes por semana. O espinafre deve fazer parte de uma dieta equilibrada, composta por uma grande variedade de alimentos, sempre alternando legumes e hortaliças. Nenhum exagero é benéfico. Equilíbrio e diversidade alimentar, este é o caminho para a saúde.

Dieta da "Barriga Lisa" promete acabar com gordura abdominal

São Paulo - A Dieta da Barriga Lisa ou Flat Belly Diet é um programa alimentar para quem deseja diminuir a circunferência abdominal e o inchaço da barriga. De acordo com o U.S. News, ela consiste basicamente em consumir alimentos ricos em ácidos graxos monoinsaturados, como castanhas, sementes, chocolate, abacate e azeite. Esses alimentos devem estar presentes nas três principais refeições do dia. Além disso, quem deseja seguir a dieta deve consumir até 1.600 calorias diárias. Frutas e vegetais em geral, grãos integrais e carnes magras também fazem parte do cardápio. O programa, no entanto, precisa ser feito em duas partes: uma que dura quatro dias e é voltada para combater o inchaço, e outra que dura quatro semanas. A dieta promete secar seis quilos em 32 dias e óbvio que precisa estar atrelada também a um estilo de vida saudável com a prática de exercícios diários e a ingestão de muita água. (Fonte MSN)

quinta-feira, 27 de agosto de 2015

Tribunal de Contas de SP vai vistoriar obras emergenciais da Sabesp

(© Fornecido por Estadão Construção. Tubulação vai levar 4 mil l/s de água do braço Rio Grande da Represa Billings para Rio Taiaçupeba Mirim, que deságua no Sistema Alto Tietê) SÃO PAULO - A presidente do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCE), Cristiana de Castro Moraes, determinou que o órgão faça vistorias nas obras contratadas sem licitação pela Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) para enfrentar a crise hídrica. Técnicos da Corte visitarão as obras emergenciais, como a captação do volume morto do Sistema Cantareira, iniciada em maio de 2014, e a transposição de água da Represa Billings para o Sistema Alto Tietê, em construção, para apurar a necessidade de contratação sem licitação e eficiência delas. Na semana passada, o Ministério Público de Contas questionou mais de uma dezena de contratos feitos pela Sabesp sem licitação que somam cerca de R$ 400 milhões. "A Sabesp, desde o início da crise hídrica, já realizou diversas contratações com fundamento na situação de emergência sem que houvesse um reconhecimento expresso da existência de uma crise", afirmou o procurador Thiago Lima. Somente na semana passada, o governo Geraldo Alckmin (PSDB) declarou oficialmente "situação de criticidade hídrica" na Grande São Paulo, após ações judiciais movidas pelo Ministério Público Estadual (MPE) e por ONGs questionarem a ausência de Estudo de Impacto Ambiental (EIA-Rima) nas obras emergenciais sem o reconhecimento formal da situação de emergência, conforme determina a lei. Segundo a Sabesp, todas as obras são consideradas essenciais para manter o abastecimento de água para cerca de 20 milhões de pessoas na Grande São Paulo e foram feitas de acordo com a Lei de Licitações (8.666/1993), que prevê contratação direta sem concorrência em casos de emergência ou calamidade pública. Na semana passada, o Estado revelou que a Sabesp não estava conseguindo captar água do Rio Guaió, em Suzano, por causa da estiagem, após ter investido R$ 28,9 milhões em uma obra emergencial de transposição. A promessa do governo Alckmin era captar 1 mil litros por segundo para beneficiar 300 mil pessoas. A reportagem visitou a obra e constatou que as bombas estavam desligadas. A companhia afirma que está retirando 350 litros por segundo. De acordo com a presidente do TCE, a Sabesp encaminhou ao tribunal nove contratações feitas por dispensa de licitação e em caráter emergencial, sete delas realizadas em 2014 e duas neste ano, que somam R$ 186 milhões. Todos os contratos já foram analisados pela diretoria responsável e, em breve, deverão ser avaliados pelos conselheiros da Corte. Ainda de acordo com ela, outros poucos contratos que somam R$ 6 milhões e assinados sem licitação também serão analisados. " Em suma, quero deixar consignado que este tribunal está atento à situação, exercendo sua missão constitucional de análise dos procedimentos levados à efeito pela administração pública, sendo certo, inclusive, que a matéria foi abordada nas contas do Governador do exercício de 2014 e também está sendo tratada de forma específica nas de 2015", afirma. Relatório feito pela Diretoria de Contas do Governador do TCE, revelado pelo Estado em agosto, responsabilizou o governo paulista pela crise hídrica. Segundo o órgão, o grave problema de abastecimento de água “é resultado da falta de planejamento das ações da Secretaria de Saneamento e Recursos Hídricos” e os alertas foram dados desde 2004. O governo Alckmin nega ser o culpado pela crise. Governo. Em nota, a Sabesp informou que "está à disposição" do TCE "para prestar todas as informações solicitadas" e reafirmou que "todas as contratações emergenciais seguiram as disposições na Lei de Licitações e foram encaminhados ao TCE", onde estão sendo analisadas. "Todas as obras decorrentes das contratações acima estão concluídas, estando em andamento apenas as duas obras de ligação do Rio Grande ao Alto Tietê - terrestre e aquática, em fase final", afirma a Sabesp. Já a Secretaria de Saneamento e Recursos Hídricos disse que a equipe do tribunal "é muito bem-vinda nas obras da Sabesp e receberá todas as informações solicitadas". "A visita é oportuna, pois permitirá ao órgão constatar in loco a rapidez e a eficiência da Sabesp na execução de obras essenciais para minorar os impactos à população desta que é a maior seca dos últimos 85 anos, situação não prevista por nenhum instituto meteorológico ou especialista do setor". (Fonte MSN)

Com que frequência devemos lavar o cabelo?

(© Fornecido por Notícias ao Minuto) Afinal, com que frequência e como é que devemos lavar o cabelo? Alguns especialistas são contra a lavagem frequente porque dizem que leva a uma superprodução de sebo (oleosidade) para compensar a sua constante remoção. Outros dizem que é necessário lavar o cabelo com shampoo para prevenir a acumulação de sebo nos poros e nos folículos do cabelo, que dão origem a problemas de pele como a acne. A plataforma de medicina alternativa Cure Joy explica que o cabelo pode ser comparado às fibras. Quanto mais lavar, pior será a aparência. Portanto, não deve lavar o cabelo todos os dias. Mas, a frequência das lavagens depende muito do seu tipo de cabelo, do comprimento e outros fatores. Quanto mais comprido, grosso, encaracolado e bem tratado for o seu cabelo, maior deverá ser o intervalo entre lavagens. Mas, mesmo os cabelos mais finos, curtos e lisos podem ser lavados a cada dois dias, por exemplo. Além disso, a forma como lava o seu cabelo é mais importante do que a frequência. É importante que retire bem o shampoo do couro cabeludo para que não seque as raízes. É importante também que escolha os produtos certos para o seu tipo de cabelo. Se lava o cabelo com muita frequência opte por um shampoo e condicionador leves e à base de água. Se sente que o seu cabelo fica ‘escorrido’ no dia a seguir à lavagem, pode estar a usar um shampoo e/ou condicionador que é muito ‘rico’ e ‘espesso’ para o seu cabelo, descreve o mesmo meio. Entre lavagens pode ‘refrescar’ o seu cabelo e limpar as raízes com shampoo seco ou pó de talco. (Fonte MSN)

Cientistas descobrem por que pessoas têm tendências a engordar e outras não!

(© Shutterstock) Todo dia você faz uma dieta controlada, atividades físicas, se mata para perder algumas gramas e continua com uns quilos a mais. Enquanto isso, aquele seu amigo que é magro de ruim se empanturra de fast food, álcool e, ainda assim, mantem o corpo em forma. Os resultados de um novo estudo do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT) pode contribuir, enfim, para achar a resposta disso acontecer. Ele descobriu porque algumas pessoas têm a tendência para engordar enquanto outras, que chegam a ingerir mais alimentos, não. A pesquisa localizou o circuito genético que controla nosso metabolismo do corpo a queimar ou armazenar gordura. Os cientistas descobriram, através da manipulação genética, que o circuito funciona como um interruptor mestre e pode oferecer uma nova abordagem para tratamentos de obesidade. Os pesquisadores finalmente compreenderam como o gene ligada à obesidade faz com que as pessoas engordem. Esta importante descoberta poderia abrir a porta para novas possibilidades de gestão de peso, além da abordagem de exercícios e dieta tradicional.
(© Fornecido por MHM Shutterstock) Desde o ano de 2007, os cientistas estavam lidando com um grande mistério. Eles sabem que o gene FTO está relacionada com a obesidade, mas não sabia como. Isso faz com que algumas pessoas tenham um organismo sempre disposto a acumular mais e mais, enquanto outras gastam energia e queimam gordura como se não houvesse amanhã. De acordo com a pesquisa, a diferença entre ser magro e gordo é uma única letra em um gene na região FTO. Quando ela é um T (timina), as células queimam energia. Quando ela é um C (citosina), essa capacidade é suprimida. Isso funciona através da ativação ou desativação entre dois genes distantes, o IRX3 e o IRX5. Os cientistas testaram mudar essa letra em células de gordura tiradas de europeus saudáveis, com ou sem risco de obesidade. O resultado foi que as células brancas, que armazenam gordura, transformaram-se em células “beges”, que queimam. Em ratos, a mudança deu a eles “resistência completa” a uma dieta hipercalórica. Estes resultados dão esperança de que logo uma droga ou tratamento pode ser concebido para inverter a obesidade em pessoas. A descoberta é extremamente importante porque contraria a noção de que as pessoas são afetadas pela obesidade por causa de suas próprias escolhas erradas, de acordo com a líder do estudo, Melina Claussnitzer, especialista em genética na Universidade de Harvard. Agora que descobrimos que o excesso de peso não é só culpa de quem o tem, é esperar para que um remédio seja criado e possa diminuir os malefícios da obesidade. (Fonte MSN)

Calvície: ela também assombra as mulheres

(© Fornecido por Notícias ao Minuto) Comumente, associa-se a calvície aos homens, mas as mulheres não conseguem escapar da disfunção, que atinge dois bilhões de pessoas em todo o mundo. Desse número, mais de 100 milhões são mulheres, segundo dados da Academia Americana de Dermatologia (AAD). Segundo a Associação Brasileira de Cirurgia de Restauração Capilar, no Brasil, aproximadamente, 25% das mulheres entre 35 e 40 anos sofrem com a queda dos cabelos, e 50% delas têm mais de 40 anos. De acordo com Otávio Boaventura, cirurgião plástico e especialista em transplantes capilares, o número de consultas e tratamentos feitos ao público feminino aumentou mais de 30% em sua clínica, localizada em Belo Horizonte. Quando se fala em calvície, imagina-se uma pessoa completamente calva, com a cabeça sem fios. Mas, segundo o médico, no caso das mulheres, na maior parte das vezes, os fios se tornam muito ralos, é raro que elas cheguem a ficar totalmente carecas. "A calvície é menos comum nas mulheres porque é um fenômeno provocado por hormônios presentes nos homens em grande quantidade e, nelas, em menor porção", explica o médico. A alopecia feminina pode se manifestar em três níveis, do mais leve (I) ao mais grave (III). No primeiro grau, pode-se observar uma leve rarefação na risca no centro do couro cabeludo; no segundo, grau intermediário, já conseguimos visualizar o couro cabeludo; e no terceiro, já temos a calvície instalada de fato. Causas: Dentre as causas, existem várias disfunções que podem fazer surgir a calvície. O cirurgião explica: "a alopécia androgenética, que tem sua origem em fatores genético-hormonais, é a causa mais comum. Outros distúrbios que aparecem com certa frequência e provocam a queda dos fios são a alopecia areata, alopecia fibrosante frontal, e líquen plano pilar". A alopecia areata geralmente provoca queda dos fios em alguns pontos localizados e específicos do couro cabeludo. Já a fibrosante frontal, faz com que os fios da parte da frente da cabeça caiam, podendo ocorrer acometimento das sobrancelhas e, em alguns casos, dos pelos dos braços e pernas. Já o líquen plano é uma doença inflamatória crônica, que, além de outros sintomas, também pode levar à queda dos cabelos. É possível se prevenir? "Boa qualidade de vida e alimentação equilibrada podem ajudar, mas a prevenção é realmente difícil em casos influenciados pela herança genética", explica Boaventura. Ele acrescenta que há tratamentos diferentes para cada caso e recomenda que um especialista seja procurado para detectar a doença e fazer o tratamento adequado. (Fonte MSN)

Olhar nos olhos de outra pessoa por 10 minutos faz "viajar"

(© Thinkstock) São Paulo - Nada de drogas, chás, plantas ou outras substâncias psicoativas. Uma nova pesquisa mostra que olhar no olhos são uma maneira simples de induzir ao estado alterado de consciência em pessoas saudáveis. Basta colocar dois indivíduos para olhar nos olhos um do outro por 10 minutos em um ambiente pouco iluminado para o "transe" acontecer. As sensações que se seguem se assemelham levemente ao que os psicólogos chamam de dissociação que, grosso modo, descreve a perda de conexão normal com a realidade. Esse processo poder incluir sensações de que o mundo é irreal, perda de memória e experiências perceptivas estranhas, como ver coisas e pessoas transfiguradas em cores e formatos diferentes. Esta descoberta intrigante foi feita pelo psicólogo italiano Giovanni Caputo, da Universidade de Urbino, na Itália, e publicada este mês no periódico científico Psychiatry Research. Caputo recrutou 20 adultos jovens e os ordenou em pares. Cada par então sentou-se em cadeiras com um metro de distância entre si. Metade dos pares sentou-se em frente um do outro, olhando para as expressões neutras do colega à frente, enquanto a outra metade recostou-se para trás, olhando para a parede. A iluminação foi ajustada para um nível que permitisse que os participantes enxergassem características físicas, mas com reduzida percepção de cores de maneira geral. Detalhe: os participantes não foram informados da natureza do estudo, para evitar que o os efeitos analisados resultassem de expectativas. Eles foram informados, apenas, de que a atividade envolveria uma experiência meditativa. Após os 10 minutos, os participantes então preencheram questionários sobre suas experiências na sala, que revelou efeitos bastante intrigantes. Segundo a Sociedade Britânica de Psicologia, aqueles do grupo que fitaram os olhos do colega descreveram mudanças na intensidade e tonalidade de cores, deformações no rosto do parceiro, visões de seres monstruosos e alguns disseram, ainda, ter visto traços do rosto de um parente emergir da face do colega. (Fonte MSN)

Sírios têm 'caso de amor' nas redes com Angela Merkel

(© bbcCopyright British Broadcasting Corporation 2015) Imagens como esta foram compartilhadas em redes sociais; a mensagem diz 'Amamos a Alemanha'. Manifestantes de extrema-direita na Alemanha podem estar vaiando a chanceler Angela Merkel, mas sírios estão mandando mensagens de amor para ela no Facebook. Essa reação veio após um decreto anunciado em um tuíte do Escritório Federal da Alemanha para Migração e Refugiados na terça-feira. Cidadãos sírios, segundo o escritório, não estariam mais sujeitos ao Regulamento de Dublin. Isso significa que a Alemanha não vai mais mandar sírios buscando asilo de volta ao país da União Europeia onde chegaram originalmente - por exemplo, Grécia ou Itália. A medida tem potencial para permitir que milhares de sírios peçam refúgio no Alemanha - o que parece ter sido uma boa notícia para os refugiados do país em guerra desde 2011. De um dia para o outro, a medida provocou uma torrente de mensagens de amor pelos alemães - principalmente por Merkel - no Facebook. A acolhida de Merkel entre sírios contrasta com a recepção dela em um centro de imigrantes perto de Dresden, onde foi vaiada por manifestantes de extrema-direita. A Alemanha espera receber 800 mil pessoas em busca de asilo este ano. Embora apenas parte deles venha da Síria, esse número é maior do que o total de pessoas que receberam asilo no ano passado em todos os 28 países da União Europeia: 626 mil.
(© bbcCopyright British Broadcasting Corporation 2015)
(© bbcCopyright British Broadcasting Corporation 2015)
(© bbcCopyright British Broadcasting Corporation 2015) (Fonte MSN)

Dilma deve cortar somente 3% dos cargos criados por ela e Lula

(© Fornecido por Notícias ao Minuto) Uma das medidas tomadas por Dilma para tentar conter a crise que se alastra pelo Brasil é o corte de ministérios, anunciado pela presidente essa semana. No entanto, segundo a coluna de Fernando Canzian na Folha de S. Paulo, ela não quer abrir mão dos comissionados criados no governo do PT (por ela ou pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva). O colunista lembra que, juntos, Lula e Dilma contrataram 129.641 servidores concursados, fazendo com que o total chegasse a 615.621. Além disso, o número de pessoal em cargos, funções de confiança e gratificações aumentou em 32.052, cerca de 30% a mais. O plano anunciado pela petista não dá detalhes, mas explica que pode eliminar dez dos 39 ministérios e mil cargos de confiança. Isso, na prática, significa que seriam liberados só 3% dos mais de 32 mil novos cargos que ela e Lula criaram. Consultado pela coluna, o Ministério do Planejamento argumenta que as contratações feitas a partir de 2003 "atendem às necessidades da administração pública, adequadas às condições orçamentárias e ao cenário econômico do país". (Fonte MSN)

Como o Corinthians foi de 'maior mandante do mundo' a trieliminado em Itaquera

(© Gazeta Press Renato Augusto (dir.) lamenta durante jogo contar o Santos) Foi no dia 2 de maio deste ano que o Real Madrid venceu o Sevilla por 3 a 2, encerrou a invencibilidade do rival no Estádio Ramon Sánchez Pizjuan e deixou o Corinthians com o primeiro lugar no ranking de "o maior mandante do mundo". Na ocasião, a equipe paulista ostentava 32 jogos de invencibilidade em casa e era favorita ao título da Libertadores. Menos de quatro meses depois, contudo, tudo mudou após a derrota por 2 a 1 contra o Santos que tirou o time da Copa do Brasil. Apesar de ainda ser o líder do Campeonato Brasileiro, o Corinthians somou nesta quarta-feira sua terceira eliminação dentro da Arena em Itaquera. Antes, em abril, o time alvinegro caiu na semifinal do Paulistão, nos pênaltis, contra o arquirrival Palmeiras. Mas a queda foi pouco sentida, já que o clube era o favorito para o título da Libertadores e estava nas oitavas. Só que passou vexame ao ser eliminado dentro de casa para o modesto Guaraní, no dia 13 de maio. Mais do que isso, a queda precoce com derrota por 1 a 0 em Itaquera quebrou a marca invicta alvinegra em sua nova casa. O técnico Tite teve que contornar o princípio de crise, remontar a equipe mesmo com as perdas de Guerrero, Emerson Sheik, Fábio Santos e Petros e levou o Corinthians à liderança do Brasileirão. Só que, no segundo torneio mais importante da temporada, queda contra um dos maiores rivais, o Santos. A terceira na Arena em 2015. O problema também é que, após as duas últimas eliminações anteriores dentro de casa, o Corinthians entrou em pane. Afinal, o time que jogava bonito no começo do ano caiu de produção depois da queda frente ao Palmeiras. Na sequência, perdeu para o São Paulo por 2 a 0 - e poderia ter sido de mais -, sucumbiu em novo 2 a 0 contra o modesto Guaraní, no Paraguai, venceu o Cruzeiro com reservas e foi novamente derrotado pelo time paraguaio, agora em Itaquera, por 1 a 0. O adeus da Libertadores.
(© Gazeta Press Tite durante jogo do Corinthians contra o Santos) O detalhe é que, até a derrota nos pênaltis contra o Palmeiras, o Corinthians ainda não tinha perdido na temporada - eram 23 jogos invicto. E jogava um futebol vistoso, ofensivo, que rendia elogios e deixava a equipe como favorita à Libertadores. Depois da eliminação diante do Guarani, a segunda dentro de Itaquera em 2015, entretanto, o time demorou a engrenar novamente. Venceu a Chapecoense, mas empatou com o Fluminense, perdeu em casa para o Palmeiras e foi atropelado pelo Grêmio, todos pelo Brasileirão. Foi só depois daí que o time alvinegro reencontrou uma sequência positiva, somando 11 vitórias em 15 partidas, em invencibilidade de 11 jogos que terminou no revés contra o Santos por 2 a 0, na Vila Belmiro, na semana passada. Como foi superado de novo nesta quarta, agora em Itaquera, e computou sua terceira eliminação dentro da nova arena em pouco mais de quatro meses, resta saber se terá forças para seguir no topo do Brasileirão ou se cairá de produção mais uma vez. "Hoje a torcida compreendeu os aspectos. Bruno sentiu a perna, sinais do Felipe, não pudemos contar com o Jadson. Um dia a mais é sempre considerado determinante, ainda mais de domingo para quarta. Procuro ser técnico de avaliação de desempenho. O torcedor é inteligente, viu o desempenho da equipe. O momento que o Santos está, seus homens de frente, foi determinante", minimizou o técnico Tite. O próximo compromisso corintiano é contra a Chapecoense, no domingo, na Arena Condá, em Chapecó, pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro. A equipe do técnico Tite está a quatro pontos do vice-líder Atlético-MG, também eliminado da Copa do Brasil nesta quarta-feira. (Fonte MSN)

quarta-feira, 26 de agosto de 2015

Pepino, um aliado para a sua saúde e para uma boa dieta

(© Fornecido por Notícias ao Minuto) O pepino, além de ser um alimento com poucas calorias, é um forte aliado para satisfazer a fome nos dias de calor e ajudar a hidratar o corpo. Segundo o site ABC, adicionar um pepino à sua salada vai acrescentar apenas 12 calorias. Um valor mínimo tendo em conta os vários benefícios que este fruto traz. Uma vez que é maioritariamente composto por água, o pepino ajuda a hidratar o corpo nos dias de mais calor, no bom funcionamento renal e a prevenir o aparecimento de pedras nos rins. Além disso, é um potente diurético que elimina as toxinas do corpo e o ácido úrico, sendo o seu consumo altamente recomendado para quem sofre de problemas de gota. Se sofre de retenção de líquidos e sente, habitualmente, as pernas pesadas então este é um alimento que deve adicionar à sua alimentação. Para quem está de dieta, é também um bom aliado uma vez que possui poucos hidratos de carbono e muita fibra. Se tem a pressão alta aqui está mais um motivo para não deixar o pepino de lado, tendo em conta que é um alimento rico em potássio. (Fonte MSN)

Autoexame é importante no diagnóstico do HPV oral

(© Fornecido por Cartola O vírus pode ser transmitido pelo sexo oral sem preservativo) HPV (Papilomavírus Humano) engloba mais de 100 tipos de vírus. Deste número, 24 aparecem na região da boca. Segundo a biomédica e cirurgiã dentista Lusiane Borges, o diagnóstico pode ser feito com qualquer dentista e quanto antes acontece, mais eficaz é o tratamento. Na boca, o HPV aparece de várias formas: manchas brancas (leucoplasias), bolinhas (papilomas), lesão com aspecto de “crista de galo” (condiloma acuminado) e a verruga comum. O vírus geralmente se manifesta nas bochechas, na língua, céu da boca e garganta. Segundo Lusiane, há pesquisas que apontam relação entre o HPV e o surgimento de tumores benignos e malignos na boca, geralmente quando há outros fatores de risco, como o fumo e o álcool. A forma mais provável de transmissão do vírus é a sexual. A prática de sexo oral sem camisinha e a variação de parceiros contribui muito para a contaminação do HPV oral. Qualquer pessoa sexualmente ativa pode contrair o vírus, mas Lusiane explica que os adolescentes e jovens adultos estão mais propensos pelo comportamento sexual típico da idade. Tratamento: A remoção das lesões do HPV podem acontecer de duas formas: clínica ou cirúrgica. O tratamento clínico é realizado por meio da cauterização que destroi os tecidos contaminados. O cirúrgico pode ser por meio de intervenção manual, a laser, com bisturi elétrico (eletrocauterização) ou com o congelamento da lesão (crioterapia). O procedimento é feito por um estomatologista, que é o especialista em lesões bucais. Lusiane lembra que o tratamento das feridas promove a cura clínica, ou seja, elimina a manifestação do vírus que acontece por meio das verrugas, por exemplo. Ainda não há erradicação definitiva do vírus e o paciente pode voltar a ter lesões. Após o tratamento, o paciente deve manter a higiene bucal, usar camisinha em todas as práticas sexuais, fazer revisão no dentista com frequência e parar de fumar ou ingerir bebidas alcoólicas, já que essas substâncias podem colaborar para a manifestação do vírus. Assim como já acontece com a mama e os testículos, o autoexame é muito importante para diagnosticar HPV oral. Por isso, ao escovar os dentes aproveite para verificar se não existem manchas, bolinhas ou verrugas dentro da boca. Se suspeitar de algo, procure um dentista. Como modo de prevenção, o Ministério da Saúde disponibiliza a vacina contra o HPV gratuitamente para meninas com idade entre 9 e 11 anos. (Fonte MSN)

Banco: 'Impecável', Flamengo vai lucrar tanto quanto todo trio de ferro paulista em 2015

(© Gilvan de Souza/Fla Imagem Flamengo Comemora Gol São Paulo Campeonato Brasileiro 23/08/2015) A reestruturação financeira promovida pelo presidente Eduardo Bandeira de Mello dá cada vez mais resultados no Flamengo. Segundo estudo do Itaú BBA, banco de investimentos do grupo Itaú, o time rubro-negro fechará 2015 com um lucro igual ao do trio de ferro paulista (Corinthians, Palmeiras e São Paulo) somado. Nos cálculos da instituição, o Fla terminará o ano com um lucro EBTIDA, que é a diferença entre receitas e despesas antes do pagamento de impostos, juros, depreciação e amortizações, de R$ 89 milhões - o maior entre todos os clubes analisados no país. Já Corinthians, Palmeiras e São Paulo, somados, terão também um lucro EBTIDA de R$ 89 milhões, só que juntando os valores das três equipes: R$ 63 milhões dos alviverdes, R$ 17 milhões dos alvinegros e R$ 9 milhões dos tricolores. De acordo com o Itaú BBA, os flamenguistas conseguiram fazer a receita crescer em 20% (publicidade cresceu 50%, e bilheteria 9%), e mantiveram os custos praticamente na mesma faixa do ano passado, com um acréscimo de apenas 6%.
(© Reprodução Flamengo Itau BBA Estudo) Além disso, a administração da folha de pagamentos também foi elogiada no estudo. "Percebe-se na relação entre folha de pagamento e receitas a forma austera como o Flamengo vem sendo administrado. Mesmo com o salto de receitas, esta relação se manteve inalterada, na casa dos 36%", diz trecho do documento. No entanto, o estudo diz que o Flamengo ainda precisa fazer alguns ajustes para ter resultados esportivos após conseguir equacionar as contas. "A gestão financeira é impecável, recolocando o clube nos trilhos da organização, mas agora é hora de buscar conquistas esportivas. Não basta colocar o clube em ordem. Uma boa gestão precisa de cronograma de execução e organização, para que possa de fato montar um elenco que possibilite títulos, pois sem eles o torcedor se afasta, os patrocínios se afastam, as receitas caem e o esforço pode ser colocado a perder", explica o Itaú BBA.
(© Pedro Martins/Agif/Gazeta Press Eduardo Bandeira de Mello Treino Flamengo 26/06/2015) "Significa que o clube precisa investir além de suas possibilidades, contratando atletas caros? Não. Precisa agora, mais do que nunca, de um planejamento que inclua uma comissão técnica de qualidade e uma maior mescla entre atletas de custo - e qualidade! - maior, com atletas da base e outros promissores, mas de custo ainda baixo. É hora de mostrar serviço além das contas", conclui. Depois do Flamengo, os clubes que fecharão 2015 com os maiores lucros, segundo o banco, são Palmeiras e Grêmio. Já as equipes que fecharão a temporada no vermelho são Atlético-MG, Cruzeiro e Internacional, conforme matéria publicada na terça-feira. Veja as previsões do Itaú BBA para o final de 2015: Atlético-MG: prejuízo de R$ 25 milhões Botafogo: lucro de R$ 3 milhões Corinthians: lucro de R$ 17 milhões Cruzeiro: prejuízo de R$ 19 milhões Flamengo: lucro de R$ 89 milhões Fluminense: lucro de R$ 29 milhões Grêmio: lucro de R$ 42 milhões Internacional: prejuízo de R$ 3 milhões Palmeiras: lucro de R$ 63 milhões Santos: lucro de R$ 14 milhões São Paulo: lucro de R$ 9 milhões Vasco: lucro de R$ 7 milhões.

Extintores deixados na frente do SBT como presente a Silvio Santos não eram bombas

(© Foto: Bang Showbiz) O GATE, Grupo de Ações Táticas Especiais da Polícia Militar de São Paulo, desarmou os dois extintores de incêndio que haviam sido deixados na frente do SBT e descobriu que não eram uma bomba como se chegou a cogitar. De acordo com a assessora de imprensa do SBT, Maisa Alves, o esquadrão antibombas da polícia trabalhou durante a madrugada na frente da sede da emissora, em Osasco, São Paulo, até confirmar o alarme falso. Os extintores de incêndio foram deixados por um rapaz que tentou entregá-los para o apresentador Silvio Santos no início da noite dessa terça-feira (25.08.15). De acordo com o colunista Flávio Ricco, a segurança do SBT se recusou a receber o 'presente', o que motivou o jovem a deixar os extintores na frente do portão da emissora. Silvio Santos não estava no SBT na hora do incidente, somente o departamento de jornalismo trabalhava no local. E falando em Silvio Santos, o apresentador de 84 anos foi escolhido como a personalidade que melhor está envelhecendo no Brasil, segundo pesquisa inédita divulgada pela colunista Mônica Bergamo. O apresentador e dono do SBT foi citado por 84% das 989 pessoas de todas as regiões do país ouvidas em levantamento encomendado pelo laboratório Pfizer. (Fonte MSN)

Homem é multado em R$ 2 mil em país que proíbe celebrar aniversário em público

(© Copyright British Broadcasting Corporation 2015 Pelo menos oficialmente, a proibição tenta coibir "gastos excessivos") Um homem no Tadjiquistão foi multado em cerca de R$ 2 mil por celebrar seu aniversário em público. Isayev Amirbek foi "enquadrado" pelas autoridades da ex-república soviética, localizada na Ásia Central, por desrespeitar uma lei que proíbe comemorações deste tipo fora da privacidade do lar. O país tem um dos regimes mais repressores do mundo. Amirbek foi descoberto ao postar no Facebook fotos da comemoração, em um café. As fotos foram usadas como prova em um processo em que Amirbek foi acusado de violar o Artigo 8º de uma lei regulando costumes e tradições. Ele alegou ter "se entusiasmado" após buscar o bolo de aniversário em uma confeitaria. E que a celebração não tinha sido planejada. Ele contou até com o depoimento de um garçom do café, que garantiu ter havido a ausência de cumprimentos a Amirbek. Mas o juiz que analisou o caso não se sensibilizou e decidiu pela multa. A lei supostamente foi criada para evitar gastos excessivos com festas. Segundo um site de notícias do Tadjiquistão, houve 394 violações do tipo em 2014, com base em estatísticas do Comitê Nacional de Regulamentação de Costumes e Tradições Nacionais. (Fonte MSN)

Marina Silva diz que 'a única surpreendida pela crise foi Dilma'

(© Fornecido por Notícias ao Minuto) Após evento em Brasília, a ex-senadora Marina Silva disse que "a única pessoa que foi surpreendida pela crise" foi Dilma Rousseff. As informações são da Folha de S. Paulo. A declaração de Marina foi uma resposta à entrevista dada pela petista a jornalistas na segunda-feira (24). Na ocasião, ela afirmou que só percebeu a gravidade da crise entre novembro e dezembro do ano passado, quando já havia sido eleita para o segundo mandato. Marina Silva afirmou que "Temos uma situação tão grave no nosso país e que vem sendo alertada por economistas, especialistas, trabalhadores, empresários, cidadãos e por toda a imprensa há muito tempo. A única pessoa que foi surpreendida pela crise e sua gravidade, com certeza, foi a presidente da República". A ex-senadora ainda completou, dizendo que o "que para ela é um susto, para a maioria dos brasileiros se transformou em pesadelo. Temos mais de 8 milhões de pessoas que perderam seu emprego. É um verdadeiro pesadelo". Marina ainda avalia que o corte no número de ministérios, que foi anunciado ontem (25)pelo governo, não vai mexer na raiz do problema. "Neste momento, não é uma questão de simplesmente tirar esse ou aquele ministério sem discutir o fundamento. Tem algo de base, a forma como se compõem [os ministérios]. Seja 20 ou seja 30, tem algo que está errado, que é o governo distribuindo pedaços do Estado em troca de apoio político. [O governo] Tem que ter maioria no Congresso, mas isso se constrói em cima de programa, de projeto de país", criticou. (Fonte MSN)

Dois jornalistas são assassinados a tiros ao vivo nos Estados Unidos

(© Divulgação) Uma repórter e um cinegrafista de televisão foram mortos na manhã desta quarta-feira durante a transmissão de uma entrevista ao vivo da praça Bridgewater de Moneta, uma cidade na Virgínia, nos Estados Unidos. A repórter Alison Parker fazia perguntas a uma mulher enquanto o cinegrafista Adam Ward, registrava a cena. Nesse momento, aproximou-se uma pessoa e, sem dizer uma palavra, atirou neles. Os dois morreram no local, conforme relatou o canal WDBJ-TV, associado à rede norte-americana CBS. O próprio WDBJ7 confirmou a morte da repórter Alison Parker, de 24 anos, e Adam Ward, de 27. O produtor Shawn Reynolds, da RTV6, lembrou em sua conta de Twitter seus colegas de profissão, publicando uma foto dos dois jornalistas sorrindo. A polícia começou uma busca pelo atirador, do qual só foi divulgado que é um homem. Até agora não se sabe o possível motivo do crime. De acordo com agentes do condado de Franklin, no tiroteio houve outra pessoa ferida a bala, mas ainda não foram divulgadas mais informações sobre o caso. O responsável pela rede de televisão, Jeff Marks, explicou que tudo aconteceu muito rápido: “Ouvimos gritos e depois, nada." (Fonte MSN)

Prefeita foragida cortou salário dos professores

(© Foto: Reprodução Promotoria de acusa Lidiane de decretar 'redução injustificada') Lidiane Rocha, a prefeita (PP) foragida de Bom Jardim, no interior do Maranhão, é acusada – em ação por improbidade movida pelo Ministério Público Estadual -, de ‘reduzir injustificadamente’ os vencimentos dos professores da rede municipal no mês de outubro.de 2014. Na ação, proposta em novembro, a Promotoria pede condenação de LIdiane. O processo está em curso. O corte no holerite dos docentes reforça as suspeitas da Promotoria de que a gestão Lidiane sucateou o sistema de ensino do município de 40 mil habitantes situado a 275 quilômetros da capital São Luís. A prefeita está foragida há seis dias, alvo de investigação por supostos desvios de recursos que podem chegar a R$ 15 milhões – parte era destinada à merenda escolar das crianças. + ‘Acabam com sonhos’, diz promotora sobre desvios na gestão de Lidiane, foragida Vaidosa, 25 anos, Lidiane exibe nas redes sociais imagens de uma vida de alto padrão para uma cidade à beira da miséria, com um dos menores IDHs do Brasil. Carros de luxo, festas e preocupação com a beleza, o que inclui até cirurgia plástica, marcam o dia a dia da moça. Na quinta-feira, 20, foram presos dois ex-secretários de Lidiane – Antônio Gomes da Silva (Agricultura) e Humberto Dantas dos Santos (Coordenação Política), o Beto Rocha, ex-namorado da prefeita. Bom Jardim vive um clima de revolta e ansiedade. Seus moradores querem saber da prefeita fujona. A Polícia Federal está no encalço de Lidiane e já colocou em alerta os agentes que atuam no aeroporto da capital maranhense. Um advogado disse que a prefeita ‘fugiu num momento de pânico’ e que ela deverá, afinal, se entregar. Lidiane já é ré em três ações por improbidade. Uma delas trata do corte do holerite dos professores e pede a condenação da prefeita ao ressarcimento integral do dano causado, perda da função pública, suspensão dos direitos políticos por cinco anos, pagamento de multa de até 100 vezes o valor da remuneração recebida no cargo de chefe do executiuvo de Bom Jardim, além da proibição de receber qualquer tipo de benefício ou incentivo do Poder Público, mesmo que por meio de empresa da qual seja sócia majoritária, pelo prazo de três anos. A ação foi aberta pela promotora Karina Freitas Chaves. Ela recebeu um ofício do Sindicato dos Profissionais do Magistério do Ensino Público Municipal de Bom Jardim informando que a administração municipal havia suprimido valores dos vencimentos dos educadores. O corte de salários não teve qualquer justificativa. A Promotoria ouviu professores que confirmaram e comprovaram a redução do contracheque. Os valores suprimidos variam entre R$ 535,37 e R$ 590. Na ação, a promotora Karina Freitas Chaves destaca que a Lei Municipal 567/2012 estabelece os salários dos professores da rede de ensino municipal. A redução dos vencimentos fere essa legislação e os princípios constitucionais da legalidade e da moralidade na administração pública, ‘configurando ato de improbidade administrativa’. O Sindicato dos Profissionais do Magistério do Ensino Público Municipal de Bom Jardim-MA ( SINPROBEM) diz que os docentes são ‘desrespeitados, humilhados, vitimados de cenas lastimavelmente depreciativas, vis e indignas’. Eles questionam ‘onde está o compromisso que (Lidiane) fez durante a campanha’. “A prefeita desconhece o significado das palavras ética e moral”, afirma a entidade. (Fonte MSN)

sábado, 22 de agosto de 2015

STF poderá ter que decidir se importação de girafas é tributada

(© Fornecido por Notícias ao Minuto) A Fundação Hermann Weege, que administra o Zoológico de Pomerode, no Vale do Itajaí (SC) tem um grande problema pela frente por conta de… girafas. O imbróglio se dá por conta das taxas de importações cobradas no Brasil para que os animais sejam liberados pela Receita Federal, segundo a Folha. As três girafas, provenientes da África do Sul, foram doadas pelo aquário de Dallas, nos EUA, e, por incrível que pareça, transportá-las de lá para cá até que foi fácil. A dor de cabeça começou quando as girafas chegaram ao aeroporto de Campinas, em 2007. A Receita Federal cobrou 7,79 mil dólares de PIS/Cofins e 15 mil dólares de ICMS sobre a importação em cima do valor de avaliação do seguro, que era de 63 mil dólares. O zoo argumenta que os animais não são produtos e não foram comprados e, por isto, não tem que pagar tributos – além de a fundação não ter fins lucrativos. Desde 2007 o caso se desenrola na justiça e o Superior Tribunal Federal (STF) poderá ter que decidir sobre o caso. (Fonte MSN)

Palmeiras tenta contratar volante Thiago Santos, do América-MG

(© Fornecido por LanceNet) O Palmeiras já tem um alvo para substituir Gabriel, que lesionou gravemente o joelho esquerdo e não jogará mais nesta temporada. O clube abriu negociações com o América-MG para contratar o volante Thiago Santos, de 25 anos. Embora a diretoria da equipe mineira sustente que não deseja liberar nenhum de seus atletas, a negociação não é considerada difícil Thiago Santos tem contrato apenas até o fim de novembro e, de acordo com o site "Superesportes", sua multa rescisória é de apenas R$ 1 milhão. O alvo palmeirense é considerado um dos detaques do Coelho, que ocupa neste momento a terceira colocação da Série B. Ele marcou três gols em 17 partidas na competição. Depois de perder Gabriel, o Verdão também tem de lidar com a ausência de Arouca, pelo menos na partida de domingo, contra o Atlético-MG, no Independência. O volante sofreu uma lesão na coxa esquerda e faz tratamento intensivo para conseguir voltar na quarta-feira, contra o Cruzeiro, no jogo de volta pelas oitavas de final da Copa do Brasil. Nesta sexta-feira, o presidente Paulo Nobre admitiu que o clube estava "de olho no mercado" para suprir a baixa no meio de campo. Hoje, além de Arouca, os volantes disponíveis são Andrei Girotto e Amaral, além dos jovens Daniel e Matheus Salles, que têm treinado com os profissionais na Academia, mas pertencem ao sub-20. (Fonte MSN)

Pepino, um aliado para a sua saúde e para uma boa dieta

(© Fornecido por Notícias ao Minuto) O pepino, além de ser um alimento com poucas calorias, é um forte aliado para satisfazer a fome nos dias de calor e ajudar a hidratar o corpo. Segundo o site ABC, adicionar um pepino à sua salada vai acrescentar apenas 12 calorias. Um valor mínimo tendo em conta os vários benefícios que este fruto traz. Uma vez que é maioritariamente composto por água, o pepino ajuda a hidratar o corpo nos dias de mais calor, no bom funcionamento renal e a prevenir o aparecimento de pedras nos rins. Além disso, é um potente diurético que elimina as toxinas do corpo e o ácido úrico, sendo o seu consumo altamente recomendado para quem sofre de problemas de gota. Se sofre de retenção de líquidos e sente, habitualmente, as pernas pesadas então este é um alimento que deve adicionar à sua alimentação. Para quem está de dieta, é também um bom aliado uma vez que possui poucos hidratos de carbono e muita fibra. Se tem a pressão alta aqui está mais um motivo para não deixar o pepino de lado, tendo em conta que é um alimento rico em potássio. (Fonte MSN)

Prefeita denunciada por Janot desaparece

(© Foto: Agência Câmara Prefeita denunciada por Janot desaparece) Rio Bonito - Funcionários da prefeitura de Rio Bonito (RJ) disseram não saber a localização da prefeita Solange Almeida, personagem-chave na acusação do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, contra o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), apresentada anteontem ao Supremo Tribunal Federal. A ex-deputada federal (PMDB) também foi denunciada pela Procuradoria por corrupção no esquema de corrupção e desvios na Petrobrás investigado pela Operação Lava Jato. Nenhum servidor soube informar o “paradeiro” de Solange, que, segundo eles, é a única que faz a própria agenda. Solange é acusada de ter apresentado na Câmara dos Deputados requerimentos de informações a mando de Cunha sobre contratos com o estaleiro Samsung. O objetivo seria pressionar a empresa pelo pagamento de propinas ao presidente da Casa. O “negócio”, segundo a acusação, foi intermediada pelo consultor Júlio Camargo. O fluxo de dinheiro teria sido interrompido em 2011. Sua única manifestação foi uma nota oficial publicada no início da tarde de ontem no Facebook. Nela, Solange afirma que desde a denúncia “Deus está no controle” de sua vida e cita salmos bíblicos. Diz estar indignada e afirma haver “interesses políticos envolvidos, querendo desviar o foco da Justiça”. “Durante o meu mandato como deputada federal fiz parte das comissões de Minas e Energia, Fiscalização Financeira e Controle, Seguridade Social, Constituição e Justiça, Finanças e Tributação. Criei e presidi a frente parlamentar em defesa dos hospitais universitários, fui relatora do Estatuto do nascituro na comissão de Seguridade Social e consegui sua aprovação com dificuldades, contrariando a bancada de parlamentares favoráveis ao aborto. Neste período, apresentei inúmeros requerimentos, trabalho este, que faz parte da função de deputado”, escreveu. A denúncia é o assunto mais comentado por vários moradores do município de 55 mil habitantes com os quais a reportagem conversou. Ela é descrita por alguns como uma mulher católica, mas que frequenta cultos evangélicos e é querida pelos “cristãos” da cidade. Por outros, uma prefeita distante, que não fez nada para diminuir a fila da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e do hospital local e vive “fora” da cidade. Alguns funcionários dizem ter “cruzado” com Solange pelos corredores da prefeitura no início da semana, mas que, anteontem e ontem, uma agenda externa, não revelada, a teria levado para fora de Rio Bonito. Ninguém sabia para onde fora a prefeita. ‘Abismada’. Uma pastora da igreja evangélica Ministério da Missão Profética contou que a prefeita, sempre que tem tempo, aparece no templo e ajuda financeiramente um projeto de apoio a crianças carentes do local. “Acho que ela é uma boa pessoa. Sempre que pode, ela faz uma visita. Fiquei abismada quando soube da denúncia”, contou a religiosa, que preferiu não ser identificar. Julgamento distinto foi feito por uma professora, de 27 anos, demitida de uma creche municipal. Ela declarou que o 13.º salário dos profissionais referente a 2014 não foi pago até hoje. Segundo ela, o uniforme escolar também deixou de ser oferecido aos alunos. “As mães têm que comprar, mas as crianças são obrigadas a usar uniforme.” A vereadora Marlene Carvalho (PPS), da oposição, criticou a prefeita. “Eu só posso falar que a gente está aguardando. Temos que aguardar até que as coisas sejam esclarecidas. A cidade é que perde, é uma cidade pequena, com pouca população, as pessoas acreditaram muito no trabalho dela. Hoje estamos com uma cidade desprovida de tudo”, criticou. Segundo o procurador-geral da República, a ex-deputada tinha ciência de que os requerimentos da Câmara seriam formulados com desvio de finalidade e abuso da prerrogativa de fiscalização inerente ao mandato popular, para obtenção de vantagem indevida. “Cunha passou a pressionar o retorno do pagamento das propinas, valendo-se de dois requerimentos perante a Comissão de Fiscalização Financeira e Controle da Câmara, formulados pela então deputada Solange Almeida, em julho de 2011”, escreveu Janot na decisão. Um dos requerimentos foi dirigido ao Tribunal de Contas da União e outro ao Ministério das Minas e Energia. (Fonte MSN)

sexta-feira, 21 de agosto de 2015

Janot diz que presidente da Câmara 'pressionou' empreiteira Schahin

Na denúncia de 85 páginas que entregou ao Supremo Tribunal Federal nesta quinta-feira, 20, contra o deputado Eduardo Cunha (PMDB/RJ) - a quem acusa de corrupção e lavagem de dinheiro por supostamente ter recebido parte de US$ 40 milhões em propinas - , o procurador-geral da República Rodrigo Janot afirma que o presidente da Câmara também 'já se valeu dos serviços' da então deputada peemedebista Solange Almeida 'com o intuito de pressionar' a empreiteira Schahin Engenharia. No caso da Schahin, afirma o procurador-geral, a ação em parceria de Cunha e Solange se deu por meio de requerimentos de informações da Câmara. O Ministério Público Federal está convencido de que o peemedebista fazia dos requerimentos sua 'arma' para coagir desafetos. Segundo Janot, no episódio envolvendo a Schahin o presidente da Câmara teria buscado favorecer Lucio Bolonha Funaro, amigo pessoal de Eduardo Cunha, em litígio relativo a Apertadinho, Pequena Central Hidrelétrica em Rondônia. + Oposição diz não querer fazer prejulgamento + 'Fui escolhido para ser denunciado', afirma Cunha A estratégia empregada por Cunha e sua aliada Solange teria sido a mesma usada para intimidar o lobista Julio Camargo, a Samsung e o Grupo Mitsui para o pagamento de parcela de propina atrasada que somou US$ 40 milhões na contratação de navios sonda da Petrobrás. Nos dois episódios, segundo o procurador, Solange Almeida enviou requerimentos de informações supostamente a mando de Cunha. Segundo o procurador-geral, em 2009, a Schahin Engenharia estava 'em disputa com Lúcio Bolonha Funaro, pessoa que possui antigo contato com Eduardo Cunha'. + Cunha usou Assembleia de Deus para receber propina, diz Janot A origem do atrito, afirma o chefe do Ministério Público Federal, foi a Pequena Central Hidrelétrica Apertadinho, em Rondônia, que se rompeu em 9 de janeiro de 2008, abrindo uma 'declarada disputa' entre a Cebel - Belém Centrais Hidrelétrica, representada por Lucio Funaro, e a Schahin Engenharia sobre a responsabilidade pelo não pagamento do seguro da obra e pelos danos causados. "Como não há acordo entre Funaro e o Grupo Schahin surgem dezenas de requerimentos no Congresso Nacional, dentre eles o da deputada Solange Almeida", assinala o procurador-geral. Janot observa, ainda, que 'o envolvimento de Eduardo Cunha e Lucio Bolonha Funaro é antigo'. “Identificou-se que Funaro pagava as despesas da residência do denunciado Eduardo Cunha em um hotel em Brasília, assim como também deu ‘carona’ em seu jato particular ao deputado.” Segundo o procurador-geral, em 11 de novembro de 2009, Solange Almeida formulou o requerimento 333/2009 perante a Comissão de Seguridade Social e Família ‘solicitando informações sobre a Schahin’. “Deve-se destacar que, mais uma vez, o requerimento não tinha nenhuma relação com a pauta de atuação parlamentar da denunciada Solange Almeida”, destaca Rodrigo Janot. O requerimento pedia a convocação para depor na Câmara de diversas pessoas, inclusive o empresário Milton Schahin, presidente da empreiteira, ‘a fim de prestar esclarecimentos sobre os prejuízos causados pela interrupção do empreendimento da Barragem da PCH Apertadinho em VBilhena (RO)’. Na denúncia contra Eduardo Cunha, relativa à propina de US$ 40 milhões, quando se refere aos requerimentos de Solange Almeida, o procurador-geral afirma que a ex-deputada ‘tinha ciência de que os requerimentos seriam formulados com desvio de finalidade e abuso da prerrogativa de fiscalização inerente ao mandato popular, para obtenção de vantagem indevida’. Janot diz não ter dúvidas de que ‘o verdadeiro autor dos requerimentos, material e intelectual, foi Eduardo Cunha’. A defesa da Schahin não se manifestou. COM A PALAVRA, LUCIO BOLONHA FUNARO “1- Primeiro: nunca paguei despesas do deputado Eduardo Cunha ou de qualquer outro parlamentar que seja . 2- Segundo: as dezenas de requerimentos feitos a respeito do Grupo Schahin devem ter sido para apurar as milhares de atividades irregulares perpetuadas pelo respectivo grupo em seus mais diversos ramos de atividade , como já ficou comprovado por diversas matérias jornalísticas, procedimentos do Banco Central do Brasil , Polícia Federal e até pelo Ministério Público Federal. O que me causa perplexidade é até hoje os diretores e acionistas desse Grupo ainda não terem sido punidos de forma exemplar, como foram diversos outros diretores de grupos concorrentes, pelo Ministério Público. 3- Todos os procedimentos feitos pela empresa Cebel, a qual eu represento , sejam eles na esfera Arbitral ou Judicial deram ganho de causa à Cebel ,em todos os sentidos , portanto o estranho não são os requerimentos e sim a atuação de alguma força oculta para proteger esse Grupo . Cabe ressaltar que a Cebel se utiliza de todos os meios lícitos nessa disputa, ao contrário do Grupo Schahin que, inclusive, foi pego em delito flagrante tentando forjar uma perícia falsa . 4- Não cabe a minha pessoa discutir uma denúncia feita a um terceiro pelo procurador geral da República e sim as partes envolvidas discutirem no fórum adequado . 5- Estou a disposição da Justiça para esclarecer qualquer fato relativo a minha pessoa ou aos procedimentos adotados pela Cebel perante o Grupo Schahin .” (Fonte MSN)

Planalto vê impeachment enfraquecido

(© Fornecido por Notícias ao Minuto) O governo avalia que a denúncia apresentada pela Procuradoria-Geral da República contra o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), enfraquecerá a tese do impeachment da presidente Dilma Rousseff. Mesmo assim, a percepção do Palácio do Planalto é a de que o peemedebista já se movimenta para dar o troco e deve aceitar a tramitação de qualquer pedido para abreviar o mandato da petista. Ministros preveem uma "guerra política" nos próximos dias e, em conversas reservadas, dizem que não será fácil tirar Cunha do comando da Câmara. A cúpula do PT está dividida sobre a conveniência de engrossar agora o pedido de afastamento do peemedebista, para não atiçá-lo ainda mais neste momento. Embora o governo enxergue o calvário de Cunha com alívio, por jogar o principal adversário na berlinda, o comentário de petistas, nos bastidores, é que será preciso "sangue frio e nervos de aço", daqui para a frente. Dilma seguiu na quinta-feira, 20, o roteiro de deixar o escândalo de corrupção envolvendo Cunha e o senador Fernando Collor (PTB-AL) - também denunciado na investigação da Operação Lava Jato - bem longe do Planalto. "A Presidência da República e o Executivo não fazem análise a respeito de investigações, de maneira alguma, nem a respeito de outros poderes", afirmou Dilma, após almoço com a chanceler alemã Angela Merkel, no Itamaraty. No Rio, o ministro da Defesa, Jaques Wagner, disse que a Câmara viverá dias difíceis, admitiu problemas para unir a base, mas evitou comentar o impacto da denúncia contra Cunha sobre o Planalto. "Esse é um problema que complica para a Câmara. O fato de estar denunciado não implica uma obrigação de afastamento. Mas, seguramente, vai ter uma guerra política", comentou. Recado Cunha avisou a ministros, ao vice-presidente Michel Temer e a líderes do governo nesta semana que não cairá sozinho. O recado foi entendido como uma ameaça de retaliação de quem vê o Planalto por trás da delação premiada de Júlio Camargo. O lobista acusou Cunha de cobrar propina de US$ 5 milhões num contrato da Petrobras, mas a Polícia Federal também investiga a participação de petistas no propinoduto da estatal. Após ser denunciado, Cunha disse em nota que a série de escândalos na Petrobras foi patrocinada pelo PT e pelo governo. Afirmou que não seria possível "retirar do colo deles e tampouco colocar no colo de quem sempre contestou o PT" as denúncias de corrupção. "O governo da presidenta Dilma acredita na isenção das instituições que apuram as denúncias", disse o ministro Edinho Silva (Comunicação Social), em nota de três linhas. A ordem no Planalto é não comprar mais briga com Cunha. Apesar do perigo à vista, auxiliares de Dilma afirmam que ele não pode mais emparedar o governo. Recentemente, no entanto, Cunha acelerou a análise de quatro contas de governos anteriores, na tentativa de abrir caminho para a possível votação de um processo de impeachment contra Dilma no caso das pedaladas fiscais, sob exame no Tribunal de Contas da União (TCU), ou de pedidos feitos por deputados da oposição. Para um ministro próximo de Dilma, a denúncia da Procuradoria-Geral, que atribui a Cunha os crimes de corrupção e lavagem de dinheiro, "tira a legitimidade" do peemedebista para levar adiante um pedido de impeachment da presidente da República. No Senado, o governo conta com o presidente da Casa, Renan Calheiros (PMDB-AL), para barrar qualquer tentativa de aprovar o afastamento de Dilma. Nos últimos dias, o presidente do Senado ganhou protagonismo no Congresso com a divulgação da Agenda Brasil, que prega uma série de reformas para retomar o crescimento econômico. Com informações do Estadão Conteúdo. (Fonte MSN)

terça-feira, 18 de agosto de 2015

PT quer se aproximar de base social e vai combater "golpe", diz presidente do partido

(© REUTERS/Ueslei Marcelino Presidente do PT, Rui Falcão, concede entrevista em Brasília) O PT voltará às ruas para se conectar com sua base, ao lado de movimentos contrários à política econômica do governo, mas não pretende competir com o protesto de domingo, que teve dois alvos muito bem planejados, na avaliação do presidente do partido, Rui Falcão: o impeachment da presidente Dilma Rousseff e atacar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Para o presidente do PT, o principal é defender a democracia contra o que chama de "golpe", classificando de "manifestação raivosa" a declaração do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso defendendo que uma saída "honrosa" para Dilma seria a renúncia. "Para nós, o foco principal é a defesa da democracia contra o golpe", afirmou Falcão em entrevista à Reuters na tarde desta segunda-feira, um dia após as manifestações que levaram centenas de milhares de pessoas às ruas do país contra o governo. Na próxima quinta-feira, diversas entidades representantes de movimentos sociais e a Central Única dos Trabalhadores (CUT), entre outras organizações, marcaram manifestações em algumas cidades, como São Paulo e Rio de Janeiro, para defender o governo Dilma, que enfrenta a pior avaliação de um presidente desde o início dos anos 1990. Entre outras reivindicações, vão se posicionar contra a atual política econômica, mas o PT não. "Nós apoiamos o dia 20 e não subscrevemos o manifesto de convocação, que quase que prioriza o fora (o ministro da Fazenda, Joaquim) Levy", afirmou Falcão, acrescentando que não acredita que, ao participar dessas manifestações, possa haver mensagens cruzadas ao PT. "O PT estará lá com carro de som, com bandeiras defendendo a democracia contra o golpe", afirmou ele. "Vamos no dia 20 com essa expectativa de defender os direitos dos trabalhadores, defender a democracia contra o golpe e nos solidarizar com aqueles que querem algumas mudanças na atual política econômica." No momento em que fala em se aproximar das bases sociais e fazer o PT voltar às suas origens, em retomar o diálogo com "olho no olho", Falcão disse que o partido não apoia integralmente a Agenda Brasil, proposta pelo presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), em troca de uma certa blindagem ao governo no Congresso Nacional diante da chamada pauta-bomba proposta pelo presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). Segundo Falcão, cobrar por consultas do SUS é uma delas. FHC RAIVOSO: Falcão avaliou que as manifestações de domingo, apesar de terem levado um número menor de pessoas às ruas do que em março, foram mais focadas, a favor do afastamento de Dilma e contra Lula. Dentro dessa organização, na avaliação dele, políticos da oposição aproveitaram o momento para aparecer. "E teve essa manifestação raivosa agora do Fernando Henrique... Quem quebrou o Brasil três vezes não deveria pedir para a presidente renunciar", afirmou, defendendo que essa ofensiva da oposição veio diante do refluxo da tese do impeachment de Dilma na semana passada. O presidente do PT reconhece que há insatisfação e críticas da população ao governo e disse que o partido errou ao aceitar financiamento empresarial. "Nós não tínhamos o direito de ficar parecido com os outros partidos nesta questão." Sobre o governo, ele afirmou que não houve corrupção. "Dilma e o governo não estão envolvidos com corrupção." (Fonte MSN)

PEC da Maioridade Penal pode ser concluída esta semana

(© Foto: Marcelo Camargo/ABr Deputados esperam votar, em segundo turno, a proposta de emenda à Constituição (PEC 171/93) que reduz de 18 para 16 anos a idade mínima penal nos casos de crimes) A polêmica redução da maioridade penal pode ter mais um capítulo concluído nesta terça-feira (18). Deputados esperam votar, em segundo turno, a proposta de emenda à Constituição (PEC 171/93) que reduz de 18 para 16 anos a idade mínima penal nos casos de crimes hediondos, como estupro e latrocínio, e quando houver homicídio doloso e lesão corporal seguida de morte. Vice-presidente do Fórum Brasileiro de Segurança Pública e pesquisador da Fundação Getulio Vargas, Renato Sérgio de Lima considera o texto “um erro”. Para o sociólogo, ainda existe uma lacuna de informações muito grande sobre o tema, que abre espaço para que ideologias acabem contaminando a proposta. “Temos poucos dados que balizam a tomada de decisões no campo das políticas públicas no país, o que faz com que os debates estejam travados, influenciados por ideologias e sem nenhum tipo de base em realidade”. Entre os números disponíveis, Lima cita um levantamento feito pelo Conselho Nacional de Justiça que mostra que apenas 8% dos homicídios são esclarecidos no país, e, nesses casos, a média de tempo para julgamento é de 7 anos e 3 meses, de acordo com pesquisa do Ministério da Justiça feita em cinco capitais. “O remédio que estão propondo talvez não seja o mais adequado. É o mesmo que dizer que se o adolescente não for pego em flagrante não será preso e punido. Estamos tentando resolver um problema, achando que é a solução, mas o remédio que estamos tentando ministrar, comprovadamente já não funciona”, disse ele, ao citar o Código Penal criado há 70 anos. De acordo com o pesquisador, os deputados estão tentando resolver o problema de forma afoita. “O problema da segurança pública é muito maior que a maioridade penal. Existe todo um desenho institucional que o Congresso não discute por interesses corporativos e institucionais. Estamos em um momento muito complexo em termos da produção da Câmara. Tenho percebido pressa em votar questões que não estão devidamente maduras. Não é porque demoraram a ser votadas que quer dizer que estão maduras”. A redução da maioridade penal é discutida pelo Congresso há 22 anos. É nesse ponto que o relator da matéria, deputado federal Laerte Bessa (PR-DF), justifica sua defesa de concluir a questão. “Eu mesmo, estou trabalhando nisso desde o primeiro mandato, em 2006, e sempre fui adepto da redução para 16 anos a fim de inibir a ação de menores que, na verdade, são adultos que sabem o que é certo e o que é errado”. Diferentemente do sociólogo, o parlamentar acredita que com o tempo em que o tema “navega” pelos corredores do Legislativo, não é possível afirmar que o debate ainda está imaturo. “Agora acabou, 90% dos brasileiros querem a redução da maioridade penal. Estamos representando o povo. Isso vai acabar com a impunidade”. Laerte Bessa se baseia, principalmente, nos números da pesquisa Datafolha, feita no início deste ano, que mostrou que 87% das pessoas ouvidas votariam a favor da redução, se fossem consultadas, 11% seriam contrários à mudança e 1% se manifestou indiferente ao tema ou não soube responder. O instituto ouviu 2,8 mil pessoas em 171 cidades brasileiras, nos dias 9 e 10 de abril. Para Bessa, o Estatuto da Criança e do Adolescente não produziu qualquer efeito prático para reduzir a criminalidade nessa faixa etária e aumentou o sentimento de impunidade no país. Representante do Distrito Federal, o parlamentar cita dados divulgados pela Polícia Civil local que revelaram aumento de mais de 60% na apreensão de menores em flagrante por atos infracionais. O levantamento da Polícia Civil registrou em 2014 a participação de 1,8 mil menores nessas práticas enquanto, este ano, foram 2,9 mil menores apreendidos. Bessa disse que acredita que a adesão à aprovação do texto que defendeu em plenário será ainda maior nessa etapa de votação. “Minha expectativa é aprovar com mais votos ainda. No dia em que votamos em primeiro turno, faltaram 30 deputados. Desses, pelo menos 21 são favoráveis à redução”. Editor Graça Adjuto. (Fonte MSN)

Para analistas, destituir presidente Dilma pode custar caro ao Brasil

(© Fornecido por AFP A presidente brasileira, Dilma Rousseff, em Brasília, no dia 11 de agosto de 2015) Cuidado com os desejos porque eles podem se tornar realidade, alertam especialistas: os apelos pela saída da presidente Dilma Rousseff podem custar caro ao Brasil, um país que conquistou com dificuldade a estabilidade nos últimos 20 anos. Pela terceira vez em seis meses, quase um milhão de brasileiros foram às ruas no domingo repetindo palavras de ordem como "Fora Dilma!", pedindo sua renúncia, novas eleições ou o 'impeachment' da ex-guerrilheira de 67 anos, que iniciou seu segundo mandato há menos de oito meses. São várias as razões para este pedido: há quatro anos a economia está em decadência - 2015 fecharia com uma recessão de 2%, que se estenderia até 2016, segundo as últimas previsões dos analistas -, a inflação beira os 10%, o desemprego aumentou, os salários caíram, o real perdeu um quarto do valor frente ao dólar. Muitos brasileiros sentem que Dilma mentiu durante sua campanha eleitoral, prometendo gastos sociais e criticando a agenda conservadora de seus adversários para, imediatamente depois de eleita, começar a implementar um duro ajuste. "Que as pessoas saiam a questionar, peçam impeachment, tudo bem, mas tirar a presidente para colocar quem? O presidente do Congresso está sendo investigado por corrupção e contra a presidente Dilma propriamente não tem nada de concreto", disse à AFP André Perfeito, economista-chefe da consultoria Gradual Investimentos, de São Paulo, mencionando o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha. Cunha é o inimigo mais poderoso de Dilma no Congresso e, como presidente da Câmara dos Deputados, tem a chave para dar luz verde a um eventual processo de impeachment. "Um remédio muito amargo" O clima político e social também está fortemente contaminado pelo gigantesco escândalo de corrupção na Petrobras - o maior da história do país -, que respinga no governista Partido dos Trabalhadores (PT, esquerda) e vários de seus aliados na coalizão do governo. Embora Dilma tenha chefiado o conselho administrativo da Petrobras entre 2003 e 2010, ela não foi acusada de nenhum crime. Por outro lado, a presidente é acusada de manipular as contas públicas e financiar sua campanha eleitoral com recursos ilegais, dois temas que são investigados e que poderiam levar à abertura do 'impeachment'. Mas o mesmo precisa ser aprovado por dois terços da Câmara dos Deputados e requer um processo especial no Senado. A presidente foi eleita com 52% dos votos, mas hoje, sua gestão é aprovada por apenas 8% da população. De acordo com o instituto de pesquisas Datafolha, 66% dizem apoiar um impeachment. Mas cuidado, advertem analistas. Às vezes o remédio pode ser pior do que a doença. "O impeachment pode ser um remédio muito amargo e os efeitos colaterais, muito danosos" e "traumáticos", disse à AFP Michael Mohallem, especialista em política e direito da Fundação Getúlio Vargas (FGV). "A classe média está indignada e quer tirá-la de qualquer jeito. Tudo bem, mas para que? O que vai fazer, vai chamar outras eleições? Só que para as pessoas, a elite econômica, política, se a coisa está ruim, tirando ela, ficará pior", avaliou Perfeito. A imprensa brasileira parece ter agora a mesma opinião: depois de ter publicado uma fotomontagem com a cabeça de Dilma em uma bandeja, agora defende em editoriais que a presidente chegue ao final do mandato. Alternativas ruins Em editorial publicado nesta segunda-feira, o jornal britânico Financial Times estimou que Dilma deveria permanecer no cargo, apesar dos protestos de domingo pedindo o seu impeachment.
(© Fornecido por AFP Manifestantes protestam contra a presidente Dilma Rousseff, em São Paulo, no dia 16 de agosto de 2015) "Mesmo que Dilma seja removida, ela provavelmente seria substituída por um outro político medíocre - que, em seguida, tentaria implementar a mesma estabilização econômica que ela está tentando", destacou o editorial, intitulado 'O descontentamento crescente no Brasil com Dilma Rousseff'. Os analistas comemoram que Dilma tenha permitido à justiça e à Polícia Federal avançar em uma inédita investigação da corrupção na Petrobras, que já resultou na prisão do tesoureiro do PT, João Vaccari Neto; do ex-chefe de gabinete do ex-presidente Lula, José Dirceu, e vários dos principais empresários do Brasil. "Embora que seja um governo fragilizado e que seu governo seja responsável por parte da corrupção que vem assolando o país, ela própria [a presidente Dilma] tem mostrado muita independência, garantindo a independência das instituições. Estes são traços de uma democracia sólida", disse Mohallem, da FGV. Ironicamente, a presidente que comanda o Brasil durante sua pior crise em duas décadas pode acabar fortalecendo o país. (Fonte MSN)

Protagonista em Brasília desde 1990, Renan se torna vital para Dilma

(© UESLEI MARCELINO Rodrigo Janot e Renan Calheiros, reunidos nesta segunda-feira) O Brasil elegeu quatro presidentes após sua redemocratização, em 1985. Apesar das diferenças entre Fernando Collor, Fernando Henrique Cardoso (FHC), Lula e Dilma Rousseff, todos esses Governos têm um personagem de destaque em comum. Atual presidente do Senado e mais novo fiador da estabilidade do Governo Dilma Rousseff, Renan Calheiros frequenta o Palácio do Planalto desde 1990, e, apesar de ter enfrentado vários percalços pelo caminho, sempre dá um jeito de se reinventar para permanecer exatamente no mesmo lugar. Líder do partido do Governo Collor (1990-1992) na Câmara, ministro de Justiça de FHC (1994-2002) e presidente do Senado nos Governos Lula (2003-2010) e Dilma (2011-), Calheiros se tornou o ponto de estabilidade de Rousseff após meses de turbulência política em Brasília depois de apresentar o plano Agenda Brasil, com 28 propostas para enfrentar a crise. Acossado até então por estar entre os investigados pela Operação Lava Jato no Supremo tribunal Federal (STF), o presidente do Senado lançou sinais contraditórios sobre sua lealdade ao Governo por meses, mas agora, com seu gesto de conciliação, não apenas garantiu um refresco para o Palácio do Planalto, como pode ter encaminhado sua permanência na cúpula decisória de Brasília. Depois de se apresentar como contraponto para o incendiário presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB), o Senado comandado por Calheiros conseguiu retirar do colega de parlamento a prerrogativa de julgar as contas de 2014 do Governo Dilma, protegendo a presidenta de um dos flancos abertos para um possível pedido de impeachment. Dias depois de conseguir essa vitória no STF, o presidente do Senado se reuniu, nesta segunda-feira, por 15 minutos com o responsável pelo seu pedido de investigação no STF, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot. Segundo Janot, o encontro foi "institucional" e ocorreu apenas para que ambos tratassem de sua recondução ao cargo — já formalizada pela presidenta Dilma Rousseff. A reunião serviu para aumentar as suspeitas sobre as razões pelas quais Calheiros resolveu se unir ao Palácio do Planalto após meses de tensão e atrito. Para os críticos do Governo, o senador fechou acordo com o Planalto, costurado pelo ministro da Fazenda, Joaquim Levy, na esperança de se livrar do indiciamento pela Lava Jato. Para elevar ainda mais a desconfiança de que o acordo envolve mais elementos do que a governabilidade do país, Rousseff indicou hoje para o Superior Tribunal de Justiça (STJ) o desembargador Marcelo Navarro, aliado de Calheiros que era apenas o segundo colocado de uma lista tríplice elaborada por ministros da Corte. O senador foi rápido em negar que tenha tido influência na escolha. Eleito deputado estadual em Alagoas em 1979, o atual presidente do Senado não ficou mais de dois anos sem um cargo público desde então — enquanto esteve sem um posto eletivo, entre 1991 e 1994, ocupou a vice-presidência da Petrobras Química, uma subsidiária da estatal. Em 2007, o peemedebista enfrentou seu maior desafio e foi forçado a renunciar à presidência do Senado após a denúncia de que a pensão alimentícia de seu filho com a jornalista Mônica Veloso era paga por um lobista da empreiteira Mendes Júnior. À época, o senador chegou a ser absolvido em plenário pelo colegas em um processo por quebra de decoro parlamentar, mas não suportou a pressão popular e, apesar de manter o cargo, deixou o comando do Senado. Com a queda do comando do Senado, foi decretado o fim político de Calheiros. Seis anos depois, contudo, em 2013, o senador conseguiria, para a surpresa do país, retornar ao mesmo cargo ao qual havia renunciado por suspeita de corrupção. Mesmo sob protestos de parte da população, o peemedebista voltou a presidir a Casa e garantiu a tranquilidade necessária para Rousseff, que já enfrentava resistência na Câmara, no Congresso. Neste início tumultuado de segundo mandato, conseguiu ainda mais: se tornou indispensável para o Palácio do Planalto. Incômodo na Câmara O protagonismo alcançado no Governo atraiu também a atenção das ruas para Calheiros. Pesquisa Datafolha feita durante os protestos deste domingo na avenida Paulista indica que 79% dos 135 mil manifestantes (nos números do próprio instituto) que criticavam o Governo consideram o trabalho do presidente do Senado ruim ou péssimo; e apenas 2% o aprovam como ótimo ou bom. Segundo a mesma pesquisa, Eduardo Cunha, que, ao contrário do colega de partido, já foi mencionado por um delator como beneficiário de cinco milhões de dólares do esquema investigado pela Lava Jato, mas segue símbolo de oposição ao Governo, é considerado ruim ou péssimo por apenas 43%. O acordo de Calheiros com o Governo Rousseff também causa incômodo dentro do próprio Congresso Nacional — e mesmo em seu próprio partido. Quatro parlamentares ouvidos pelo EL PAÍS nesta segunda-feira afirmaram que a legenda não gostou de ser excluída da confecção da Agenda Brasil. Eles dizem que se a ideia era levantar um unificado PMDB como salvador da pátria, ela falhou. “O PMDB não é um só. Ele sempre foi vários. Mas isso só reforça o sentimento da Câmara de que querem nos tratar como segundo escalão”, disse um dos parlamentares. “A cisão entre o PMDB da Câmara e o PMDB do Senado só tende a aumentar daqui pra frente. Nós [deputados] não temos representação no Governo Dilma. Eles têm. Se o objetivo era unir a base, acho que não deu certo essa tentativa do Renan”, disse outro parlamentar. Nenhum dos deputados que conversaram com a reportagem quis ter seu nome divulgado, pois temem sofrer alguma represália do partido, que atualmente está com um pé na canoa governista e outro na oposicionista. “Nessas horas, quanto menos aparecermos melhor. Não é covardia, mas estratégia”, explicou um dos deputados. E de estratégia, como mostra a história recente, Renan Calheiros entende. (Fonte MSN)

Veja o time da zona do rebaixamento que humilha paulistas

(© Gazeta Press Jogadores do Goiás comemoram na goleada por 4 a 1 sobre o Santos) O Goiás vai terminar o primeiro turno do Brasileiro na zona do rebaixamento, mas é o único entre os 15 times que não são do Estado de São Paulo invicto nos confrontos contra paulistas. Ninguém nesse grupo somou tantos pontos diante dos cinco times do Estado mais rico do país. Foram 11, obtidos com três vitórias (São Paulo, Palmeiras e Santos) e dois empates (Corinthians e Ponte Preta). Contra paulistas, o Goiás tem aproveitamento de 73%, que seria suficiente para colocá-lo na liderança da competição. Já a performance do time do Centro-Oeste despenca para apenas 19% nos confrontos contra times de outros Estados, pior até do desempenho do lanterna Vasco até aqui. Depois do Goiás, o time que mais somou pontos diante dos paulistas foi o Grêmio, com dez. Já o Atletico-MG, que luta pela liderança, somou só oito, enquanto o Vasco perdeu os cinco confrontos diante de clubes de São Paulo. Contra o Goiás, o vexame dos paulistas acontece principalmente no ataque. Em cinco jogos, os times do Estado fizeram apenas um mísero gol, do Santos. Jogando contra times de São Paulo, o Goiás tem média de 1,6 gol marcado por jogo. Contra outras equipes, a artilharia despenca para 0,53 gol por partida. Depois de fechar o primeiro turno vencendo o São Paulo por 3 a 0, o time goiano volta a campo no próximo sábado, quando recebe o desesperado Vasco. (Fonte MSN)

segunda-feira, 17 de agosto de 2015

Pequenas mudanças que tornam seu café da manhã mais saudável

O café da manhã é para muita gente a refeição mais importante do dia, principalmente por ser a primeira e por fornecer boa parte da energia que precisamos para levar bem as atividades diárias, como trabalho, estudos, exercícios físicos, etc. Mas não adianta se entupir de calorias e gorduras no café, é preciso consumir alimentos saudáveis e que fazem bem ao organismo. Confira algumas pequenas alterações que você pode fazer para tornar seu café da manhã mais saudável. Leite integral pelo desnatado:
(© Fornecido por MHM) Ao trocar o leite integral pelo desnatado, você não sairá perdendo no número de nutrientes e nem na quantidade de cálcio, mas vai fazer sua refeição melhor por ter níveis de gordura menor. Ou seja, só benefícios. Pão branco pelo integral:
(© Fornecido por MHM Pão integral) Essa é uma dica básica pra quem quer mudar o panorama do seu café da manhã. Pães integrais possuem mais nutrientes e suas fibras ajudam na digestão. Além disso, o pão branco tem carboidratos de alto índice glicêmico, que fazem com que a gente engorde mais fácil. Suco de caixinha pelo natural:
(© Fornecido por MHM) Muita gente toma suco de caixinha logo pela manhã pois tem preguiça de fazer um natural. Mas vale a pena largar a preguiça pra trocar o de caixinha pelo "feito à mão", especialmente se for preparado com diluição em água. Os sucos de caixinha têm muitos corantes, sódio e nível de açúcar elevado. Iogurte integral pelo desnatado:
( © Fornecido por MHM) Aqui a troca vale pelo mesmo motivo do leite. Você vai ter a mesma quantidade de nutrientes e ainda vai sair no lucro porque os desnatados possuem menos gordura saturada. Iogurtes são importantes fontes de vitamina A, cálcio e zinco. Cereal tradicional pelo integral:
(© Fornecido por MHM) Experiente um dia pegar a caixa de cereais tradicional e peneirar ela. Você vai ver o tanto de açúcar que vai cair na vasilha quando você separar o cereal do saco em que ele vem. Por isso os integrais são melhores e contém fibras, boas para a digestão. Só não exagere, pois mesmo os cereais integrais são fontes de carboidrato e, com exagero, podem causar aumento de peso. Ovos mexidos pelo cozido:
(© Fornecido por MHM) Há quem goste de ovos mexidos (ou até fritos) no café da manhã. E a melhor maneira pra comer os ovos na primeira refeição do dia é com ele cozido, pois seu modo de preparo é geralmente mais saudável que os mexidos ou fritos. Fique atento à refeição como um todo para não comer demais, então pense bem se vale a pena adicionar os ovos ou não.
(© Fornecido por MHM) Pouca gente resiste a um bolo para tomar junto com uma xícara de café pela manhã. Mas troque o bolo ou o doce por uma fruta. Não precisamos nem falar que é mais saudável, né? Com as frutas, você já inicia o dia consumindo boas fontes de fibras, vitaminas e minerais. (Fonte MSN)