segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016

Comer chocolate faz-nos mais inteligentes

(© Fornecido por Mood) O chocolate é talvez o doce mais presente no mundo das sobremesas, nas mais variadas consistências e com diferentes acompanhamentos. Agora já tem uma desculpa para comer chocolate. Um estudo publicado na revista ‘Apetite’ relata a descoberta de que o chocolate pode tornar o indivíduo mais inteligente. A conclusão é da responsabilidade de um grupo de investigadores da Universidade do Maine, Estados Unidos, que analisaram os dados do ‘Estudo Longitudinal Maine-Syracuse’ (MLSS) – um estudo baseado na comunidade de fatores de risco cardiovascular e funcionamento cognitivo em adultos. Os investigadores analisaram os dados de cerca de mil pessoas, entre os 23 e os 98 anos de idade, a quem foram medidos os riscos cardiovasculares, o consumo alimentar e a função cognitiva. A partir desta informação de uma segunda análise mais específica, o grupo descobriu que comer chocolate com regularidade está intimamente relacionado com uma melhor funcionalidade da parte cognitiva do ser humano, incluindo uma memória mais sólida, uma organização espacial e habilidades de raciocínio melhoradas. Estes resultados positivos e que confortam a alma de grande parte da população mundial devem-se aos flavonoides de cacau. Níveis altos de flavonoides podem ser encontrados no chocolate negro, em cerca de 30 a 70%, e não tanto no chocolate de leite, pois está presente apenas entre 7 a 15 %. As conclusões deste estudo têm sido apoiadas por ensaios clínicos recentes que acreditam ser possível os flavonoides terem realmente a capacidade de proteger «contra o declínio cognitivo normal relacionado com a idade», relata o jornal ‘Apetite’. Apesar das boas notícias, o estudo apresenta uma falha: teve apenas em conta o número de vezes que os participantes consumiram chocolate diariamente e não em que quantidades. Por isso, se você pensou ir a correr ao supermercado para comprar cinco tabletes de chocolate, talvez deva comprar apenas uma. (Fonte MSN)

Meteoro com força semelhante a Hiroshima explodiu próximo ao RJ

(METEORO COM FORÇA SEMELHANTE A HIROSHIMA EXPLODIU PRÓXIMO AO RJ A explosão aconteceu no dia 2 de fevereiro a dois mil quilômetros da costa do Rio de Janeiro) Um meteoro explodiu em pleno Oceano Atlântico a uma altitude de 31 quilômetros, com a quantidade de energia libertada calculada em 13 mil toneladas de TNT, pouco menos que a bomba atómica de Hiroshima que atingiu as 15 mil toneladas. De acordo com o site Slate, a explosão aconteceu no dia 2 de fevereiro e, apesar da força da explosão, não foi considerado um evento perigoso. A explosão aconteceu a cerca de dois mil quilômetros da costa do Rio de Janeiro, sendo provável que se tivesse sido mais próxima tivesse originado alguns estragos. Esta explosão ainda está muito aquém daquela que aconteceu na cidade russa de Chelyabinsk em 2013, onde a explosão de um meteoro libertou 40 vezes mais energia e resultou em mais de mil feridos por janelas partidas. (Fonte MSN)

Viajar para Marte pode levar 30 minutos, diz Nasa

(© Divulgação/Nasa Marte: pesquisador da Nasa acredita em técnica que permite viagens de 30 minutos ao planeta vermelho) A Nasa, agência espacial americana, estuda uma técnica de lançamento de espaçonaves que pode reduzir o tempo de viagem para Marte, que atualmente é de seis a oito meses, para apenas 30 minutos. Chamada de propulsão de energia direcionada, essa técnica consiste em disparar um laser de alta potência – entre 50 e 100 gigawatts – em uma espaçonave e, com isso, acelerá-la a uma fração significativa da velocidade da luz, cerca de 30%. O plano da Nasa é usar essa técnica para explorar exoplanetas que podem abrigar vida e que estejam em um raio de 25 anos-luz. Também seria possível visitar a Alpha Centauri, que é a terceira estrela mais brilhante no céu vista a olho nu e está a pouco mais de quatro anos-luz de distância do Sol. Nesse caso, a viagem levaria 15 anos. Esse tipo de lançamento é estudado por um pesquisador da Nasa, que trabalha na divisão de Conceitos Inovadores Avançados. Philip Lubin, do Grupo de Cosmologia Experimental da Universidade de Santa Bárbara explicou a ideia no ano passado. O assunto foi abordado recentemente no canal da Nasa no YouTube, que poderá ser visto ao final da reportagem. O pesquisador garante que a tecnologia para fazer isso já existe e não é coisa de ficção científica. "Poderíamos impulsionar um veículo robótico de 100 kg [com 1 m de altura] para Marte em poucos dias", afirma Lubin, no vídeo. No entanto, a Nasa ainda não tem projetos em andamento para utilizar esse tipo de propulsão na exploração espacial – apesar de existirem algumas propostas. (Fonte MSN)

Isto é o que os usuários do Facebook terão em vez de um botão "não curti"

(© Fornecido por Gizmodo facebook-reactions-animation) Mark Zuckerberg deixou a internet em polvorosa no ano passado quando sugeriu que o Facebook ganharia um botão "não curti". Na verdade, ele queria criar um botão para mostrar empatia, e é isso o que teremos a partir de hoje. >>> Curtir tudo o que aparece no seu Facebook não é uma ideia muito boa. O Facebook está distribuindo para usuários de todo o mundo cinco novas reações: Amei, Haha, Uau, Triste e Nervoso. O botão Curtir continuará disponível, é claro. Dessa forma, você terá uma alternativa simples para reagir à morte de um ente querido, ou a uma notícia que cause indignação - é como um "não curti", mas diferente do que muitos imaginavam. Para adicionar uma reação, basta passar o mouse por cima do botão Curtir (no computador); ou manter pressionado o botão Curtir (no celular). As novas reações estão sendo distribuídas aos poucos, e devem chegar em breve ao seu perfil. Agora, em vez de uma contagem de likes, os posts vão exibir a contagem total de reações, mais os ícones das reações mais populares. Dessa forma, a interface não ficará poluída com números.
(© Fornecido por Gizmodo facebook reacoes) O Facebook tomou muito cuidado antes de implementar o novo recurso. Do blog oficial: As reações vão ajudar o Facebook a entender melhor o feed de notícias, e a "fazer um trabalho melhor de mostrar a todos as histórias que eles mais querem ver". Vale lembrar que isto é algo semelhante ao que o Orkut (RIP) fazia desde 2011. Ele oferecia um conjunto de onze emoticons com reações positivas ou negativas para as atualizações de status.
(© Reprodução) (Fonte MSN)

terça-feira, 23 de fevereiro de 2016

Existe um smartphone que carrega a bateria em apenas 15 minutos

(© Fornecido por Notícias ao Minuto) A fabricante de smartphones Oppo desvendou uma nova tecnologia de carregamento que permitirá carregar a bateria de um smartphone em apenas 15 minutos, conta o Engadget. A tecnologia, de nome SuperVOOC, se mostrou mais rápida que o QuickCharge 3.0 da Qualcomm (fabricante dos processadores Snapdragon) que conseguiu apenas 35 minutos em demonstrações, restabelecendo também apenas 80%. A tecnologia foi demonstrada em funcionamento durante o discurso de apresentação do representante da Oppo, no Mobile World Congress. O dispositivo irá suportar as ligações MicroUSB e USB-C. (Fonte MSN)

Google se une a operadoras por sistema de mensagem para desafiar o WhatsApp

(© Reprodução) O simples e útil SMS tem nos servido há mais de uma década, mas as nossas mensagens estão cada vez mais multimídia, com fotos e vídeos e áudio. O SMS não é o bastante: por isso, foi criado o RCS (Rich Communication Services), uma plataforma muito melhor que o Google quer colocar em seu celular. O Google está trabalhando com centenas de operadoras para tornar o RCS padrão em todos os dispositivos Android. Em um anúncio feito pela GSMA, consórcio que reúne 800 operadoras, a gigante das buscas informou que ajudará a criar um cliente universal de RCS - atualmente chamado de Jibe - que será adotado por todas as operadoras participantes da entidade. Elas também poderão usar o protocolo para criar apps próprios de mensagens. Quais as diferenças do RCS em relação às mensagens de texto tradicionais? Um cliente RCS para Android permitiria recursos de mensagem como chat em grupo, compartilhamento de fotos em alta resolução e confirmação de recebimento de mensagens. No futuro próximo, chamadas de vídeo também poderão ser suportadas pelo RCS. E, claro, o padrão ainda manteria o suporte às velhas tecnologias SMS e MMS. O lançamento do RCS é uma resposta direta a serviços populares de mensagem, como o WhatsApp, que conta com um bilhão de usuários no mundo e tem como dono o Facebook, um dos grandes competidores do Google. Esta é também uma resposta ao iMessage, da Apple (que não usa a tecnologia RCS). A GSMA está trabalhando na transição para o RCS por quase uma década, mas a iniciativa quase perdeu o fôlego para outros apps e dispositivos. O padrão RCS ajudará o Google, operadoras e fabricantes de dispositivos a competirem na guerra do apps de mensagens. Ter o Google como parceiro será um grande empurrão para o RCS se tornar um padrão verdadeiramente universal, já que o Android está instalado em cerca de 80% dos smartphones do mundo. Ainda não há data para lançamento, mas o Google informa que o cliente Jibe estará disponível ainda este ano. (Fonte MSN)

Apple volta atrás e lança atualização que corrige erro 53, que matava o iPhone

(© Reprodução) No início do mês, descobriram que um tal erro 53 podia inutilizar o iPhone. Ele ocorria em aparelhos em que houve troca de peças relacionadas ao Touch ID. Após um monte de gente reclamar, a companhia anunciou a liberação de um patch para aparelhos que já estejam com a versão iOS 9.2.1 para “ressuscitar” os aparelhos -- e isso não quer dizer que seu Touch ID volte a funcionar, caso tenha trocado alguma peça da região do botão. No início do mês, descobriram que um tal erro 53 podia inutilizar o iPhone. Ele ocorria em aparelhos em que houve troca de peças relacionadas ao Touch ID. Após um monte de gente reclamar, a companhia anunciou a liberação de um patch para aparelhos que já estejam com a versão iOS 9.2.1 para “ressuscitar” os aparelhos -- e isso não quer dizer que seu Touch ID volte a funcionar, caso tenha trocado alguma peça da região do botão. >>> Erro 53: Apple confirma que o iPhone pode morrer ao tentar reparar o sensor Touch ID Se o seu dispositivo iOS tem Touch ID, o iOS checa se o Touch ID bate com os outros componentes de seu aparelho durante o processo de atualização e restauração. Esta verificação mantém seu dispositivo e recursos do sistema relacionados ao iOS seguros.
(© Fornecido por Gizmodo) Quando o iOS acha algum módulo não identificado ou inesperado no Touch ID, a verificação falha. Por exemplo: uma tela nova não original ou uma substituição problemática do display poderiam causar a falha nesta verificação. Pedimos desculpas por qualquer inconveniência. O recurso foi pensado para ser um teste de fábrica, e não algo para afetar nossos consumidores. Clientes que pagaram por troca de peças fora de garantia em seus dispositivos baseado neste erro devem contatar o AppleCare para reembolso. E o Touch ID? Como fica? “…suas impressões digitais são armazenadas em uma chave segura. Ela consiste em um coprocessador que utiliza o processo de boot de segurança para se assegurar que não está danificado. Ela tem um ID único e secreto, que não é acessível pelo telefone ou pela Apple — é uma chave privada. O telefone gera chaves efêmeras para conversar com a chave de segurança. Elas apenas funcionam com a identificação única para encriptar ou desencriptar os dados no coprocessador.” Após atualização, iPhone volta a funcionar, mas o Touch ID, não.(Fonte MSN)

Talk-show de Marcelo Adnet deve substituir programa do Jô em 2017

(© Fornecido por Estadão Jô. Decisão de parar com o programa foi tomada há dois anos) Jô Soares gostaria de reservar para o primeiro programa de 2016, em 28 de março, na volta das férias, a notícia de que este será seu último ano à frente do mais tradicional talk-show da TV brasileira - de 1988, quando estreou no SBT, até o fim de 2016, serão 28 anos no ar. Mas a informação, mencionada em reunião na Globo, na última quinta-feira, 18, vazou. Em comum acordo com a direção da emissora, Jô fecha o ciclo do programa em dezembro, dando lugar a outras possibilidades no horário. Jô. Decisão de parar com o programa foi tomada há dois anos Embora um comunicado oficial da emissora faça questão de observar que o talk-show com Marcelo Adnet, previsto para estrear ainda neste semestre, não irá ao ar no horário do Jô, o programa de Adnet é, sim, um ensaio para se testar a receptividade de um novo formato, com um novo talento da casa. Se for bem-aceito, o talk-show de Adnet bem pode ocupar a vaga de Jô em 2017. Em conversa com o Estado por telefone, ontem, o próprio Jô fala nos talk-shows atuais como programas que priorizam mais o espetáculo que a entrevista. E é nesse contexto que a direção da Globo planeja inovar o modelo, com algo que se aproxime mais de Jimmy Fallon que de Johnny Carson, referência do gênero, sempre citado por Jô. “Johnny Carson ficou 30 anos no ar. Eu queria ficar 30 anos, mas não vai dar”, afirmou. O apresentador disse que quer aproveitar a última temporada para homenagear alguns de seus entrevistados, e lá se vão quase 15 mil entrevistas no histórico do talk-show. Como foi amadurecida a decisão de acabar com o programa, no fim do ano? Não, não foi no fim do ano passado. Quando renovei o contrato, há dois anos, falei: ‘vamos renovar por dois anos’, e ali a gente já achava que esse seria o tempo que tínhamos de programa. Estamos no ar há 28 anos, entre as duas emissoras, aí talvez seja um bom momento para terminar, terminar no alto, com gás e tudo. A decisão já tinha sido tomada desde a renovação do contrato. Agora, o que eu pretendo fazer? Assim como a Globo não pretende parar, eu também não pretendo parar. Quero homenagear várias pessoas, são quase 15 mil entrevistas. Quero fazer alguns programas de homenagem, ainda não sei como, só vou saber nas primeiras reuniões, em março, quando a gente começar a falar do programa. Você pretende ter um espaço para “melhores momentos”? Não sei ainda como vai ser, não tem nada conversado, estamos em férias ainda. O que me enlouquece são pessoas que querem que eu diga, a pulso, o que não existe. Fui jornalista da redação do Última Hora, sei como é isso, de querer a notícia a qualquer custo, na hora, só que não tem. O programa terá a mesma duração do ano passado? Acho que é o mesmo esquema do ano passado, tudo o que eu já fiz. A não ser o fato de que, no fim do ano, esse programa, depois de 28 anos, acaba. O Johnny Carson ficou 30 anos, eu queria ficar 30 anos, mas não vai dar. Mas não vai dar por quê? É uma decisão sua? É uma decisão de lado a lado, e depois, a gula é um pecado (risos). Quer dizer que já ficou tempo suficiente no ar, está bom assim? É. Está muito bom assim. Se for o caso de homenagear esses convidados com imagens de entrevistas do SBT, acha que eles vão ceder o material? O SBT sempre foi muito legal comigo nesse sentido. Sempre que precisamos, eles cederam imagens e a minha relação com o Silvio (Santos) é ótima. Aliás, eu faço esse programa graças ao Silvio…...que abriu espaço para você fazer um talk-show...Exatamente. E eu queria fazer um programa semanal e ele me disse: “não, esse programa só existe se for diário”. Você disse que não vai parar. Já sabe o que vai fazer em 2017? Não, o que tenho são coisas que sempre fiz: continuo dirigindo peças, escrevendo livros, fazendo outras coisas. Já pode adiantar qual será o próximo livro? Não, não, está em gestação, continuo escrevendo. Tem já alguma coisa em andamento para outros canais da Globo, na TV paga, ou tem ideia de fazer algo na própria Globo? Ninguém sabe nada ainda. Você apostaria em algum substituto para sua vaga na Globo? Tem várias pessoas que podem fazer brilhantemente um talk-show. Não tenho coragem ou competência para sugerir ninguém. Tem ali um monte de talentos. Nem sei se a Globo pretende continuar a fazer talk-show. E o talk-show tem hoje programas que mudaram inteiramente a maneira de fazer. Você tem visto formatos de fora, costuma assistir a algum? Às vezes, vejo. O Jimmy Fallon é um comediante talentosíssimo, mas o programa ali é muito mais um espetáculo do que um programa de entrevistas. (Fonte MSN)

Justiça manda libertar padrasto do menino Joaquim

(© Foto: Reprodução Corpo do menino Joaquim foi localizado boiando em rio) Guilherme Longo, padrasto e principal suspeito pela morte do menino Joaquim Ponte Marques, em Ribeirão Preto, deve deixar a penitenciária de Tremembé até esta terça-feira, 23. Decisão do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), no final da tarde desta segunda, 22, manda libertar Longo, que está preso desde 2013 e ficará em casa, mas com restrições. Entre outros pontos, ele não poderá frequentar locais públicos. A Justiça acatou argumento do advogado de defesa, Antonio Carlos de Oliveira, de que até hoje falta uma perícia que, em tese, poderia ser favorável a seu cliente. Joaquim Marques Ponte, de 3 anos, desapareceu de sua casa em Ribeirão Preto no dia 5 de novembro de 2013. Cinco dias depois, seu corpo foi localizado no Rio Pardo, em Barretos (SP). O padrasto é o principal suspeito pela morte do menino. Ele nega qualquer envolvimento, assim como a mãe do garoto, a psicóloga Natália Ponte, também citada no processo, mas que aguarda em liberdade o julgamento. (Fonte MSN)

'Posso ser tudo, menos chantagista', diz Delcídio

O senador Delcídio Amaral (PT-MS) afirmou nesta segunda-feira, 22, que tem uma “defesa consistente” e negou a intenção de fazer delação premiada, em troca de uma possível redução de pena, caso seja condenado. “Todo mundo que me conhece sabe que eu nunca chantageei nem ameacei ninguém e não vou mudar depois de velho”, disse Delcídio ao Estado. “Eu posso ser tudo, menos chantagista. Isso não condiz com o comportamento que sempre tive”. Ex-líder do governo Dilma Rousseff no Senado, Delcídio foi solto na sexta-feira, depois de 86 dias preso, sob acusação de tentar atrapalhar as investigações da Operação Lava Jato. Ele ainda não retornou ao Senado e não sabe quando voltará. Disse que, nos próximos dias, pretende dar os últimos retoques no pronunciamento que fará no plenário. “Vou fazer essas coisas com muita calma. Mas vou marcar posição. Minha defesa é muito consistente e eu estou confiante”, afirmou o senador ao Estado. Questionado se teria cartas na manga para pressionar colegas a absolvê-lo no Conselho de Ética, o senador mostrou contrariedade. “Você acha que eu, dependendo do Conselho de Ética, vou para cima do Senado? O que é isso? Eu tenho responsabilidade.” O PT ameaça expulsar Delcídio, mas isso ainda pode demorar algum tempo. O caso será tratado na reunião do Diretório Nacional do partido, marcada para sexta-feira, no Rio de Janeiro, mas a tendência é que a sigla prolongue a suspensão do senador, sem decisão final sobre o seu destino. “Vou conversar agora com o partido, com tranquilidade”, afirmou ele. Diabético e com gastrite, o senador passou, nesta segunda, por uma consulta com um clínico geral. Ele deverá fazer novos exames médicos e ainda não sabe quando retomará suas atividades parlamentares. (Fonte MSN)

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2016

Beba água meia hora antes do almoço e do jantar e emagreça

(© Thinkstock) Beber água antes das refeições dá uma ajudinha à dieta – até aí, nenhuma novidade. Mas um estudo recente da Universidade de Birmingham, no Reino Unido, foi mais longe: mostrou quanto desse líquido você deve consumir para obter um bom resultado na balança. Os participantes que tomaram uma garrafinha de 500 mililitros até meia hora antes do almoço e do jantar perderam peso cinco vezes mais rápido em comparação àqueles que não toparam o desafio. A explicação dos pesquisadores: ao preencher o estômago, a água antecipa a sensação de saciedade e, assim, faz com que você fique satisfeita com menos comida. Mas esqueça a versão com gás, os refrigerantes e as bebidas açucaradas. O teste foi feito apenas com a água pura! (Fonte MSN)

Projeto libera construção de prédio sobre estações do Metrô

(© Fornecido por Estadão A lei de zoneamento determina quais atividades podem ser desenvolvidas em cada terreno da cidade) As estações de trem e metrô e os terminais de ônibus da cidade de São Paulo poderão receber grandes prédios residenciais e comerciais, como shoppings, faculdades e hospitais. O novo texto do projeto da Lei de Zoneamento, publicado pela Câmara Municipal no sábado, 20, no Diário Oficial da Cidade, permite novas construções nesses locais com área até quatro vezes maior do que a do terreno. O projeto volta a ser discutido nesta terça-feira, 23, no Legislativo. A liberação vale tanto para as áreas operacionais, ou seja, sobre as estações e terminais já construídos, como para as áreas que ainda estão ociosas. Segundo o vereador Paulo Frange (PTB), relator do projeto, a medida foi inspirada em um modelo adotado na Espanha e discutida em conjunto com a gestão Fernando Haddad (PT) e a Secretaria dos Transportes Metropolitanos, do governo Geraldo Alckmin (PSDB). A ideia é que Estado e Prefeitura, donos dessas áreas, fechem Parcerias Público-Privadas (PPP) para que o mercado faça novos empreendimentos nesses locais conforme a necessidade da região. Frange cita como exemplo a construção de 3 mil apartamentos sobre a Estação Bresser-Mooca, da Linha 3-Vermelha do Metrô, que já está em discussão, e de prédios comerciais na Estação Itaquera, na mesma linha. Áreas das Estações Jabaquara e Tucuruvi (Linha 1-Azul), Barra Funda (Linha 3), e dos terminais de ônibus Varginha (zona sul) e Vila Nova Cachoeirinha (norte) são consideradas promissoras. “São espaços nobres onde hoje predomina a insegurança por causa da escuridão que há. Com esse modelo, você consegue levar moradia para áreas de serviços, com grande oferta de empregos, como a região do Brás, e comércio e indústria para regiões onde as vagas de trabalho são insuficientes. Com isso, você estimula a ocupação e aumenta a segurança na região central à noite e diminui os deslocamentos na cidade”, diz Frange. O texto define ainda que o equivalente a 10% da área construída nesses locais sejam doados para a Prefeitura no próprio empreendimento ou em outro imóvel na mesma região para o programa de habitação de interesse social. O vereador disse ainda que pretende incluir no projeto nesta semana a exigência de que outros 5% da área construída sejam destinados para a instalação de um equipamento público, como creche ou posto de saúde. Operação urbana: A nova versão do projeto também retirou do mapa do zoneamento a marcação que ampliava em 647,6 mil metros quadrados o perímetro da Operação Urbana Água Espraiada, na zona sul, medida que beneficiaria grandes incorporadoras e estimularia a verticalização da região, com a permissão de construções acima do limite básico. Na semana passada, o Estado revelou que diversos lotes haviam entrado no perímetro da operação urbana no mapa enviado pela gestão Haddad e aprovado em primeira votação na Câmara em dezembro. Arquitetos e urbanistas disseram que qualquer alteração nessa área precisa ser feita com um projeto de lei específico. Questionada sobre o fato em outubro, a Prefeitura havia dito que se tratava de “erro de demarcação” que seria corrigido, o que não ocorreu em dezembro. “Agora, nós retiramos isso para não gerar nenhum dúvida”, disse Frange. (Fonte MSN)

Mulher é condenada a indenizar o ex por falsa paternidade

(© Fornecido por Abril Comunicações S.A. Justiça) Uma jovem foi condenada a pagar 20 000 reais de indenização ao ex-companheiro por danos morais. Depois de reconhecer a paternidade de um filho da então companheira e pagar pensão alimentícia por muitos anos, ele descobriu que não era o pai da criança. A decisão é da 7ª Câmara de Direito Privado do Tribunal de Justiça de São Paulo. O autor da ação alegava que foi ridicularizado pela situação vivenciada e que pagou pensão de maneira indevida, o que prejudicou a vida material de seu verdadeiro filho. Para o relator do recurso, desembargador Luís Mário Galbetti, o argumento da mãe -- de que acreditava que o ex-companheiro fosse o genitor de seu filho -- não se sustenta, pois ela sabia das relações afetivas que mantinha à época e, portanto, da possibilidade de que a criança pudesse ser fruto de outro relacionamento. "(A ré) Teria, por dever de boa-fé, noticiar a existência da dúvida ao autor (ex-companheiro). O reconhecimento da paternidade é questão de grande relevância e não pode ser tratado de maneira leviana. Os danos morais são presumíveis e decorrem da situação vivenciada pelo autor. Ainda que não houvesse forte vínculo com o menor, percebe-se a sensação de responsabilidade do autor que ajuizou ação de oferta de alimentos e que, ao menos materialmente, contribuiu com a manutenção daquele que pensava ser seu filho", afirmou o desembargador. Em relação à indenização por danos materiais, a turma julgadora negou o pedido. "Os alimentos são, em regra, irrepetíveis, presumindo-se que são utilizados na sobrevivência do alimentado. Ademais, foram pagos em benefício do alimentado." Os magistrados Mary Grün e Luiz Antonio Silva Costa também integraram a turma julgadora e acompanharam o voto do relator. (Fonte MSN)

Marqueteiro do PT tem prisão decretada em 23ª fase da Lava Jato

A Polícia Federal deflagrou nesta segunda-feira, 22, a Operação Acarajé – 23ª fase da Operação Lava Jato -, que tem como alvo central o marqueteiro João Santana, das campanhas do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e da presidente Dilma Rousseff. A Justiça também decretou a prisão temporária de sua mulher e sócia, Mônica Moura. O alvo são os pagamentos feitos pela construtora Norberto Odebrecht para Santana no exterior que somam cerca de R$ 7 milhões. A PF cumpre 51 mandados decretados pelo juiz federal Sérgio Moro. São duas prisões preventivas e seis temporárias. Foram presos o operador de propinas Zwi Skornicki e estão em andamento buscas e apreensões ainda na Odebrecht. Santana não foi preso, pois está na República Dominicana, onde trabalha na campanha à reeleição do presidente do país. São feitas buscas e prisões na Bahia (Salvador e Camaçari), Rio de Janeiro (Rio, Petrópolis, Angra dos Reis e Mangaratiba) e São Paulo (São Paulo, Campinas e Poá). Segundo a PF, são três grupos alvos: o da Odebrecht (empresarial) responsável pelos pagamentos, o do operador de propinas, Zwi Skornicki, e o recebedor, envolvendo os negócios do marqueteiro do PT. O nome da operação, Acarajé, é uma alusão ao apelido usado pelos alvos para designar dinheiro. Investigação: O inquérito investiga supostos pagamentos de R$ 7 milhões ao marqueteiro pela Odebrecht em paraísos fiscais. Na última década, o publicitário se dedicou no Brasil a campanhas do PT. A Polis Propaganda e Marketing assinou as campanhas do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em 2006 e da presidente Dilma Rousseff, em 2010 e 2014. O publicitário está fora do País. A Lava Jato chegou a João Santana por meio de anotações encontradas no aparelho celular de Marcelo Odebrecht, preso desde junho do ano passado, na 14ª fase da Lava Jato. Na mensagem a um executivo da empresa, Marcelo alerta: “Dizer do risco cta suíça chegar na campanha dela”. A partir de então, foram instauradas investigações para rastrear contas no exterior que teriam Santana como destinatário final do dinheiro. Outro fato que chamou a atenção dos investigadores foi um documento manuscrito enviado por Mônica Moura, mulher e sócia do marqueteiro, ao consultor Zwi Skornicki que apontou duas contas, uma nos Estados Unidos e outra na Inglaterra. O consultor é representante da Keppel Fels, estaleiro de Cingapura que prestou serviços à Petrobrás e seria o operador da propina paga pela empresa no país. A Keppel Fels firmou contratos com a Petrobrás entre 2003 e 2009 no valor de US$ 6 bilhões. Em despacho na semana passada, o juiz Sérgio Mouro negou pedido dos advogados de João Santana para ter acesso às investigações justificando que o rastreamento financeiro demanda sigilo, sob risco de dissipação dos registros ou dos ativos. “Como diz o ditado, o dinheiro tem ‘coração de coelho e patas de lebre’”, escreveu o magistrado. No sábado, os criminalistas Fábio Tofic Simantob e Débora Gonçalves Perez, informaram ao juiz Sérgio Mouro que seus clientes estavam à disposição dele “para prestar todos os esclarecimentos necessários à descoberta da verdade” e que ouvi-los em caráter preliminar poderia “evitar conclusões precipitadas e prevenir danos irreparáveis que costumam se seguir a elas, mormente porque neste caso os prejuízos extrapolariam o conturbado cenário político brasileiro, pois os peticionários estão hoje incumbidos da campanha de reeleição do Presidente Danilo Medina, da República Dominicana”. Os advogados também afirmaram que a Lava Jato “foge completamente ao perfil de investigados que não são nem nunca foram funcionários públicos; não são nem nunca foram empresários com contratos com o poder público; não são nem nunca foram operadores de propina ou lobistas.” Segundo o advogado, Santana e a mulher são “jornalistas e publicitários de formação” de renome internacional no marketing político. “Cada centavo que receberam na vida sendo fruto exclusivo de seu trabalho absolutamente lícito.” (Fonte MSN)

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2016

Moro provoca marqueteiro João Santana ao negar acesso a investigação

(© Fornecido por Notícias ao Minuto) O juiz Sergio Moro, responsável pela Operação Lava Jato na primeira instância, negou acesso aos advogados de João Santana aos autos da investigação sobre pagamentos realizados pela Odebrecht ao marqueteiro. Santana foi responsável pelas campanhas presidenciais de Lula e Dilma Rousseff. De acordo com Moro, a abertura dos dados poderia pôr em risco o rastreamento de recursos financeiros ou mesmo levar à destruição de provas. "Como diz o ditado, dinheiro tem coração de coelho e patas de lebre", escreveu o juiz, em despacho datado de terça-feira, 16. Segundo informações da Folha de S.Paulo, a Lava Jato investiga pagamentos da empreiteira Odebrecht ao publicitário em contas no exterior. Eles se recusaram a comentar sobre a investigação, alegando que não tiveram acesso ao inquérito. De acordo com a investigação em curso, Santana teria recebido valores em 2014, quando ele fez as campanhas de Dilma, no Brasil, e de José Domingo Arias, derrotado no Panamá –país onde a Odebrecht tem forte atuação. Os advogados do marqueteiro pediram acesso à investigação junto à 13ª Vara Federal de Curitiba, logo após a Folha revelar que a Lava Jato investiga a relação de Santana com a Odebrecht. Ao negar o acesso, Moro escreveu que o fato de "jornais e revistas terem especulado" sobre a investigação não altera a necessidade de sigilo e provocou Santana: "Evidente, querendo, poderá o investigado antecipar-se à conclusão da investigação e esclarecer junto à autoridade policial seu eventual relacionamento com o grupo Odebrecht". (Fonte MSN)

Defesa de Dilma vê PSDB inconformado com derrota eleitoral e acusa uso político do TSE

(© REUTERS/Ueslei Marcelino Presidente Dilma Rousseff participa de cerimônia no Palácio do Planalto) A defesa da presidente Dilma Rousseff na ação em que o PSDB pede a cassação de seu mandato afirmou ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que os tucanos tem um "inconformismo" com o resultado da eleição presidencial de 2014 e acusou o partido de fazer "uso político" da Justiça Eleitoral. A peça dos advogados de Dilma, divulgada pela defesa da presidente, afirma ainda que o PSDB, partido do candidato derrotado no segundo turno da eleição presidencial de 2014 Aécio Neves, busca obter junto ao TSE os votos que não conquistou nas urnas. "Inconformados com a derrota eleitoral imposta pelo voto popular e com a reeleição de Dilma e Temer, os autores buscam, em vão, a terceira tentativa de obter perante a Justiça Eleitoral aqueles inúmeros votos que não conseguiram nas urnas", afirma a defesa de Dilma. A peça de defesa, enviada na Ação de Impugnação de Mandato Eletivo (AIME) em que os tucanos pedem a cassação de Dilma acusando a campanha petista de abuso de poder político e econômico e de receber propina do esquema de corrupção na Petrobras disfarçada de doações de campanha, pede ainda que o PSDB e a coligação que apoiou Aécio seja responsabilizada por uso indevido da Justiça. "Os autores (PSDB) não trazem qualquer prova aos autos, que comprove abuso de poder econômico, fraude ou corrupção", afirmam os advogados de Dilma. "Face a inexistência de qualquer prova juntada aos autos de que a chapa vencedora tenha incorrido em qualquer ilegalidade ou mesmo tenha abusado do poder econômico por qualquer meio, mesmo que minimamente, o que existe são ilações fantasiosas que se arvoram em premissas, devendo os autores serem responsabilizados pelo manejo temerário da AIME." Os advogados da presidente garantem que "não há, e jamais haverá, qualquer afirmação ou informação, nem em depoimentos, nem em termos de colaboração premiada" de que Dilma tenha participação em atos de corrupção para obter doações eleitorais. Lembra, por outro lado, que o nome de Aécio foi citado por delatores da Lava Jato. A defesa de Dilma pede, também, que o TSE decida extinguir a ação movida pelo PSDB ou que a declare improcedente, "reconhecendo a conduta temerária dos autores". (Reportagem de Lisandra Paraguassu; Texto de Eduardo Simões; Edição de Tatiana Ramil)(Fonte MSN)

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2016

Rio tem 5 vezes mais casos da síndrome de Guillain-Barré

(© Fornecido por Estadão) RIO - O número de vítimas da síndrome de Guillain-Barré aumentou ao menos cinco vezes neste ano em hospitais no Estado do Rio. A constatação é de médicos integrantes de uma rede de troca de informações sobre o tema, que atenderam os pacientes em hospitais públicos e privados. Todos haviam sido infectados pelo vírus zika antes de manifestar a Guillain-Barré, segundo os diagnósticos, o que ampliou a preocupação. Integrante desse grupo médico, o neurologista Osvaldo Nascimento, especialista em doenças do sistema nervoso periférico do Hospital Universitário Antônio Pedro (Huap), da Universidade Federal Fluminense (UFF), disse nesta quarta-feira que a taxa de incidência da síndrome na população sempre foi de 0,5 até 4 casos por 100 mil habitantes. Mas só nos primeiros 45 dias de 2016 foram de 20 a 30 diagnósticos, segundo ele. Os números não são precisos porque a troca de informações se dá por meio de uma rede informal, que ainda está sendo oficializada. “Continua uma síndrome rara, mas esse aumento chama a atenção. Esses 20 e poucos casos são os que conhecemos e há ainda os que não chegaram aos hospitais, uma vez que 80% dos pacientes com Guillain-Barré têm evolução muito boa. Quando são precedidos pelo vírus zika, no entanto, a tendência que observamos é que haja um comprometimento mais sério do sistema nervoso”, disse Nascimento, professor titular e coordenador de pesquisa e pós-graduação em Neurologia da UFF. Ele disse ter atendido pessoalmente seis pacientes com quadros precedidos pela zika. “Não sabemos como vai ser nos próximos meses. Pode ser que se torne algo sazonal; pode ser que se comporte como foi com o ebola na África: todo mundo ficou com medo, mas não aconteceu o pior.” Dois dos casos do Huap, em Niterói (cidade na região metropolitana do Rio), são muito graves. Um é o do professor universitário Jonas Antônio Ávila França Junior, de 33 anos, que teve zika e está paralisado no Centro de Tratamento Intensivo (CTI). Ele não consegue andar, falar nem comer - só movimenta os olhos. O outro paciente está na emergência, por falta de espaço no CTI. Três casos que estavam sendo tratados como suspeitos resultaram em alta com diagnóstico definitivo de polineuropatia radicular, doença degenerativa também rara, sem ligação com a zika. Vagas. O núcleo de Nascimento no Huap é referência no estudo e tratamento de doenças do sistema nervoso periférico, como lepra e neuropatia diabética. Desde que o número de casos cresceu, passou a ser intenso o fluxo de médicos, alunos e pacientes em busca de informações. Levando em consideração o temor em relação à zika e suas consequências, as condições de trabalho deveriam ser melhoradas, disse o neurologista. “Precisamos de vagas no CTI e de pessoal.” (Fonte MSN)

Obama diz que visitará Cuba em 21 e 22 de março

(© REUTERS/Jonathan Ernst Presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, durante entrevista coletiva na Casa Branca) O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, disse nesta quinta-feira que viajará para Cuba em 21 e 22 de março e terá um encontro com o presidente cubano, Raúl Castro, em uma visita para "fazer avançar nossos progressos e esforços que podem ajudar as vidas dos cubanos". Em uma publicação no Twitter, Obama disse que, apesar de os EUA ainda terem diferenças com Cuba, os países já fizeram progresso significativo ao normalizar os laços. (Reportagem de Susan Heavey e Megan Cassella)(Fonte MSN)

‘Japonês da Federal’ flerta com a política e pode se tornar candidato

(© A. Benites O presidente do sindicato da PF, Fernando Vicentino, o deputado Tirica,o japa da federal e o deputado Aluisio Mendes) Marchinha e fantasias de Carnaval, flashes por onde passa e até tietagem de deputados. O agente da Polícia Federal Newton Ishii, alçado à fama por aparecer em quase todas as prisões de políticos e empreiteiros da operação Lava Jato está prestes a se deparar com mais uma grande novidade em sua vida: poderá se tornar político. Conhecido como o japonês da Federal, Ishii esteve nesta quarta-feira na Câmara dos Deputados para visitar o deputado Aluisio Mendes (PTN-MA) e recebeu seu “sexto ou sétimo convite” para se filiar a um partido e concorrer a um cargo nas eleições municipais deste ano, segundo seus amigos. “Convites para se filiar ele tem vários. Mas até a semana que vem deve se decidir se aceita algum. Hoje, ele é um símbolo do combate à corrupção e pode aproveitar esse momento”, afirmou Fernando Vicentino, o presidente do sindicato dos policiais federais do Paraná que fez a ponte entre o japonês da federal e parte do mundo político. (Fonte MSN)

quarta-feira, 17 de fevereiro de 2016

Afinal, o que é uma startup?

(© Rawpixel Ltd/Thinkstock Startup: o termo ganhou força no Brasil durante a bolha da internet - mas muitos ainda se perguntam o que ele significa) Casa do morador Pedro Berto já sediou um centro de candomblé; hoje ele precisa de credencial para ter acesso á própria casa Sitiado por obras olímpicas, morador se diz 'prisioneiro' Receita de Risoto de salmão com alho-poró. Faça um delicioso risoto de salmão com alho-poró São Paulo – Startup é um termo que já existe há algum tempo nos Estados Unidos. Aqui, a palavra só foi popularizada perto dos anos 2000, com a chamada bolha da internet. Mas, afinal, o que significa ser uma startup? Amure Pinho, presidente da ABStartups, oferece uma definição: “Uma startup é um grupo de pessoas à procura de um modelo de negócio que seja escalável e repetível, trabalhando em situações de extrema incerteza." Vamos por partes. O primeiro ponto para prestar atenção é o “à procura de” – uma empresa com cultura de startup está sempre se reposicionando e procurando novos modelos de negócio. Esse é o caso do Facebook e do Google, por exemplo: apesar de já terem encontrado um modelo de negócio bem sucedido para suas empresas, a cada novo projeto eles voltam às suas raízes de startup, explica Pinho. Essas raízes são feitas de eficiência, inovação, prototipagem e tecnologia. “O que marca uma startup é a forma como ela opera o negócio, e não o tamanho dela ou o setor em que ela atua”, afirma. Outro fator que define as startups, como vimos, é a chamada “escalabilidade”: crescer aceleradamente em receita, enquanto os custos aumentam de forma bem menos veloz. “Cada vez mais a margem delas é maior, porque elas se mantêm enxutas”, diz o presidente da ABStartups. Enquanto ser “repetível”, como já se supõe, quer dizer que seu produto ou serviço pode ser entregue ignorando a escala desse pedido – já que não há muito trabalho de adaptação para cada cliente. Um exemplo de modelo de negócio repetível é o Uber: para atender 10 clientes ou 100 clientes, não é preciso adaptar o tipo de serviço que os motoristas oferecem ou o aplicativo: basta aumentar a escala do atendimento. Por fim, a expressão “situações de extrema incerteza” significa que ninguém tem como afirmar se esse modelo de negócio dará certo ou não. Ou seja, não é preciso sucesso confirmado para ser uma startup. A história de uma startup: Uma startup costuma começar pequena, com um, dois ou três fundadores. Conjuntamente ao planejamento da empresa, os empreendedores formatam um produto-teste - esse é o mínimo produto viável, ou simplesmente MVP. A startup faz uma série de experimentos e pesquisas com clientes potenciais, até alcançar o produto que se encaixa perfeitamente com a necessidade desses consumidores. Depois, começa o crescimento acelerado do empreendimento, que pode ser acompanhado de investimentos. Quando uma startup já está no mercado há alguns anos e fatura na casa dos milhões por ano, ela recebe outro nome: scale-up. Esse é o último estágio na vida desse tipo de negócio. Todo esse processo costuma ser resumido em cinco fases, explica Pinho: 1) “curiosidade” (ainda está buscando um modelo de negócio); 2) “ideação” (cria um protótipo, mesmo que na imaginação), 3) “operação” (a startup de fato funciona, já está registrada e pode fazer contratações), 4) “tração” (o modelo de negócio está mais estabelecido, já consegue reinvestir suas receitas e apresenta um crescimento rápido); e 5) “scale-up”. Exemplos: Alguns exemplos de startups mais conhecidas do público são Airbnb, Easy Taxi, iFood, Nubank e Uber. Se quiser mais exemplos, acesse o guia de startups de EXAME.com, que concentra mais de 600 negócios do tipo. (Fonte MSN)

Risoto de salmão com alho-poró

(© Amábily Francis Müller Receita de Risoto de salmão com alho-poró) Ingredientes: 3 cebolas grandes 2 cenouras 2 talos de alho-poró 6 dentes de alho 1 kg de salmão limpo sem pele 1 pacote de manteiga 250 g de queijo parmesão 1 pote de requeijão 1 abobrinha 1 maço de salsinha 1 xícara de vinho branco seco 600 g de arroz arbóreo pimenta e sal 1 pimentão vermelho folhinhas de manjericão Modo de Preparo Corte o salmão em cubos de aproximadamente 1 ou 2 cm Tempere com sal e pimenta e reserve Para o caldo, corte a grosso modo: 2 cebolas, 3 dentes de alho, 2 cenouras, 1 talo de alho-poró, 1 abobrinha, o talo da salsinha, as folhinhas de manjericão e 1 pimentão Coloque em uma panela funda com 2 litros de água e leve ao fogo médio/alto Frite os cubos de salmão rapidamente em fogo alto na manteiga e separe em uma vasilha após fritos Em uma frigideira funda e grande ou panela, frite uma cebola grande com 2 colheres de manteiga Quando murcharem, acrescente o alho e o alho-poró Refogados a cebola, alho e alho-poró, junte o arroz arbóreo e fritar por aproximadamente 1 minuto, até que o grão fique ligeiramente transparente ao seu redor Junte o vinho branco e mexa até o álcool evaporar Vá colocando 2 conchas por vez do caldo que está fervendo coado e vá mexendo até incorporar Repita este passo por aproximadamente 17 minutos ou até o grão ficam al dente Com o grão al dente, acrescente o requeijão, o queijo ralado todo e mexa Acrescentar o salmão, 2 colheres de manteiga, acerte o sal e pimenta e mexa Por fim, acrescente a salsinha, tampe a panela por uns 4 minutos e sirva com queijo ralado Bom apetite! Tempo de preparo 1h 00min Porções 5 porções.(Fonte MSN)

terça-feira, 16 de fevereiro de 2016

Anvisa autoriza registro de teste que detecta zika em até 20 minutos

(© Fornecido por Notícias ao Minuto) O jornal O Globo divulgou que o fabricante, a empresa canadense Biocan Diagnostics Inc, explicou que o resultado pode ser conhecido entre 15 e 20 minutos depois da aplicação do teste. É o quarto produto a obter registro da Anvisa para detectar a presença do vírus. A medida foi publicada na edição desta segunda-feira (15) do Diário Oficial da União. Segundo a publicação, o teste não detecta o vírus diretamente, mas os anticorpos IgC e IgM em amostras de sangue. Esses anticorpos permitem saber se a pessoa foi infectada, mesmo após o vírus já ter sido eliminado do corpo. Dos outros três testes para zika que já tinham obtido registro, dois também permitiam identificar se a pessoa contraiu zika após a eliminação do vírus. A Anvisa informou ainda que "o produto fabricado pela empresa canadense Biocan Diagnostics INC. utiliza como suporte uma membrana de nitrocelulose em que os anticorpos são capturados e revelados por meio de uma reação que promove a formação de uma banda em cor vermelha para cada um dos anticorpos presente". Até agora o diagnóstico de zika é realizado principalmente pelo PCR, teste que identifica o código genético do vírus. Porém, o exame apenas aponta a infecção durante o período de manifestação dos sintomas, o que dura entre 2 e 7 dias. Rio Grande do Sul mantém suspensão de larvicida A Secretaria de Saúde do Rio Grande do Sul manteve a suspensão do uso do larvicida pyriproxyfen em água para consumo humano. O Globo recorda que a medida foi tomada no sábado após circularem notícias associando o produto, utilizado no combate a larvas do Aedes aegypti, à microcefalia. No entanto, o Ministério da Saúde e o laboratório Sumitomo Chemical, fabricante do larvicida, argumentam que não há comprovação científica da ligação entre o produto e a microcefalia. Nesta segunda, houve uma reunião de uma hora com a participação de vários órgãos do governo gaúcho para deliberar se a suspensão seria mantida ou revogada. (Fonte MSN)

Janot pede ao TSE arquivamento de ação contra Dilma e Temer

(© Foto: Agência Brasil Rodrigo Janot) O procurador-geral Eleitoral, Rodrigo Janot, enviou parecer ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) pelo arquivamento de uma das ações em que o PSDB pede a cassação dos mandatos da presidenta Dilma Rousseff e do vice, Michel Temer. Para o procurador, as alegações do partido não demonstram gravidade capaz de autorizar a inelegibilidade de Dilma e Temer. A ação do partido foi protocolada no TSE em outubro de 2014, antes da diplomação da presidenta para exercer seu segundo mandato. O PSDB alegou que os mandatos devem ser cassados por supostas irregularidades na campanha eleitoral, como o envio de 4,8 milhões de panfletos pelos Correios sem carimbos de franqueamento, utilização de propaganda em outdoor com projeção de imagens de órgãos públicos, utilização de entrevista de ministros na campanha eleitoral, uso das instalações de uma unidade de saúde em São Paulo em um vídeo da propaganda eleitoral e suposto uso do pronunciamento de Dilma no Dia do Trabalho, em 2014, para fins eleitorais. De acordo com o parecer de Janot, o serviço dos Correios foi devidamente pago pela campanha e não houve uso indevido da máquina pública. Para o procurador, a postagem do material de propaganda sem o devido franqueamento evitou retardo no envio e não implicou no desiquilíbrio das eleições. Sobre os outdoors, Janot disse que a irregularidade não é grave para configurar abuso de poder econômico, por ter sido veiculada por pouco tempo. No caso do pronunciamento do Dia do Trabalho, Janot lembrou que Dilma foi multada pelo TSE por propaganda eleitoral antecipada e que o fato não comprometeu a legitimidade da eleição. “Esta procuradoria-geral Eleitoral não se convence, a partir das alegações e provas constantes dos autos, da existência de gravidade necessária a autorizar a aplicação das sanções previstas no art. 22, XIV, da Lei Complementar 64/90 [norma que prevê a cassação], fato que seria inédito na história republicana deste país em se tratando de eleições presidenciais, razão pela qual manifesta-se pela improcedência dos fatos”, concluiu Janot. Outras ações do PSDB: Dilma e Temer são alvos de mais três ações do PDSB no TSE. Na defesa entregue em uma delas, os advogados de Temer alegaram que doações declaradas de empresas que têm capacidade para contribuir não são caixa dois. Segundo a defesa do vice-presidente, o PSDB também recebeu doações de empresas que colaboraram para a campanha de Temer e Dilma. Dessa forma, no entendimento dos advogados, não houve “uso da autoridade governamental” por parte da presidenta e do vice. O prazo para entrega da defesa da presidenta ainda não terminou. Na ação, o PT sustenta que todas as doações que o partido recebeu foram feitas estritamente dentro dos parâmetros legais e posteriormente declaradas à Justiça Eleitoral. As contas eleitorais da presidenta e de Temer foram aprovadas por unanimidade pelo plenário do TSE, em dezembro de 2014. (Fonte MSN)

Aécio muda estratégia de atuação política em relação ao governo

(© Foto: Moreira Mariz/Agência Senado Principal líder da oposição, senador tucano pretende adotar linha mais propositiva; mudança não foi bem recebida por outros partidos oposicionistas na Câmara) O presidente do PSDB, senador Aécio Neves (MG), decidiu rever sua estratégia de atuação política no Congresso e adotará este ano uma linha mais propositiva em relação a 2015, quando se empenhou durante praticamente o ano inteiro no afastamento da presidente Dilma Rousseff. O tucano apresentará ao presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), uma agenda mínima de votações de interesse do partido na Casa. Ainda assim, Aécio avaliza a ação de oposicionistas da Câmara de tentar desgastar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva com cobranças por explicações e uma eventual convocação do petista para a CPI do Carf. E, por tabela, reacender o debate sobre a retirada de Dilma, conforme revelou o Estado nesta segunda-feira, 15. A avaliação de aliados do tucano é de que o enfraquecimento de Lula o favorece num possível confronto direto numa disputa presidencial antecipada ou em 2018. A mudança de atuação do tucano, o maior representante da oposição no Legislativo, decorre de uma série de avaliações feitas por aliados e assessores próximos. Desde o segundo semestre do ano passado, pesquisas mostraram uma queda das intenções de voto em Aécio em simulações de corrida presidencial e ainda um aumento de rejeição. Levantamentos qualitativos internos identificaram Aécio como um senador que não propunha saídas para superar a crise. As sondagens também mostraram uma corrosão na imagem do PSDB pelo apoio às pautas-bomba. Uma delas foi o aval maciço da legenda à tentativa de derrubar, em setembro, o fator previdenciário, regra de aposentadoria instituída no governo Fernando Henrique, em 1999, para diminuir o déficit da Previdência Social. Na inauguração da nova fase, o presidente do PSDB vai propor nesta terça-feira, 16, a Renan, em reunião de líderes partidários, ao menos quatro propostas consideradas prioritárias pelo PSDB para a pauta do Senado: 1) o projeto do senador José Serra (PSDB-SP) que desobriga a Petrobrás de ser a operadora única na exploração da camada do pré-sal; 2) um que cria regras de governança em estatais, relatado pelo senador Tasso Jereissati (PSDB-CE); 3) um de autoria do senador Paulo Bauer (PSDB-SC), relatado pelo próprio Aécio, que visa a diminuir a influência política na gestão dos fundos de pensão; e 4) uma proposta do senador que restringe a quantidade de cargos em comissão na administração pública, estabelecendo processo seletivo. Outras iniciativas legislativas e propositivas lideradas por ele estão em discussão na cúpula partidária. Em março, o partido realizará um seminário em que deve apresentar propostas de aperfeiçoamento de programas sociais da gestão petista. Incômodo: A nova estratégia de atuação do PSDB na Câmara não foi bem recebida por outros partidos da oposição na Casa. Demonstrando incômodo, líderes oposicionistas criticaram ontem a sinalização que tucanos vêm dando ao governo de apoio a reformas estruturantes, como a da Previdência Social. "O governo do PT não merece qualquer condescendência, porque eles imaginam a economia de uma forma completamente distinta do que são os fundamentos da economia", reagiu o líder do DEM, Pauderney Avelino (AM). "Não vamos concordar com qualquer proposta de arrocho à população por parte desse governo", emendou. O democrata conta que só soube da nova estratégia do PSDB por meio da imprensa. Irritado, ele decidiu procurar os líderes do PSDB, PPS e Solidariedade e propor uma reunião nesta terça-feira, para discutir o assunto. "Não quero fazer discurso de bom moço, porque o PT, o Lula e a Dilma não são bons moços", disse. Presidente do Solidariedade, o deputado Paulo Peireira da Silva (SP) também criticou a estratégia do PSDB. "É um erro falar que vai apoiar reformas que tiram direito do trabalhador, principalmente a da Previdência", criticou Paulinho, que é presidente da Força Sindical. "Com essa postura, não tem como trabalharmos juntos", afirmou. No PPS, o tom foi mais moderado. O vice-líder da sigla na Câmara, Arnaldo Jordy (PA), disse que o PPS respeita a soberania partidária do PSDB, mas cobrou que os tucanos esclareçam a estratégia. "Que reformas pretendem apoiar? Quais são as propostas estão dispostos a discutir?", questionou o deputado paraense. (Fonte MSN)

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2016

(© Fournis par RFI) O jornal francês Le Monde que chegou às bancas na tarde desta terça-feira (9) traz uma crônica o carnaval desse ano no Brasil, assinada pela correspondente do vespertino em São Paulo. A jornalista explica que, apesar da crise e da epidemia de zika, que quase estragaram a festa, o folião brasileiro não abre mão do bom humor, como mostra o sucesso do “Japonês da Federal”, que virou personagem dos blocos de rua. Com o título “O carnaval das ilusões perdidas”, a correspondente Claire Gatinois conta aos franceses como, em poucos meses, Newton Ishii deixou de ser um simples policial e se tornou “uma estrela no Brasil”. A jornalista conta que desde que ele foi visto nos telejornais acompanhando os suspeitos de envolvimento no escândalo de corrupção na Petrobras, as pessoas “querem fazer selfies com Ishii, que virou um ídolo nas redes sociais”. A tal ponto que o “mascote da justiça”, como diz o vespertino, se tornou tema de máscaras de Carnaval. O sucesso do “Japonês da Federal” é usado pela jornalista para falar das particularidades dos festejos de momo este ano no Brasil, descrito como “o carnaval da recessão” pelo jornal espanhol El País, ou “a festa à beira do precipício”, pelo semanário britânico The Economist, citados nas páginas do Le Monde. “O gigante da América Latina não está em clima de celebração. Desde o início de 2015, mais de 1,5 milhão de pessoas perderam seus empregos, o real despenca, a inflação derrapa, a operação Lava Jato enoja os cidadãos e a presidente Dilma Rousseff é ameaçada de destituição”, resume o vespertino francês. Além disso, continua a jornal, a epidemia do vírus zika terminou de colocar o Brasil em “uma ladeira escorregadia que parece ter começado, simbolicamente, quando a derrota humilhante contra os alemães na Copa do Mundo de 2014”. Nesse contexto, o carnaval brasileiro, que com o passar dos anos se tornou cada vez mais dependente do dinheiro público e dos patrocinadores foi afetado e várias cidades, “por decência ou obrigação” decidiram anular os festejos para fazer economias. “Como criticar um prefeito que preferiu investir em uma ambulância do que em um carro alegórico?”, questiona Le Monde. No entanto, esse clima de crise não impede os brasileiros de celebrar e até ironizar, principalmente nos blocos de rua, os problemas enfrentados pelo país, comenta o jornal. O texto lembra que as máscaras de carnaval representando os rostos de Dilma, Lula ou Eduardo Cunha nunca fizeram tanto sucesso. Mas eles perdem, de longe, para a fantasia do “samurai”, a “coqueluche” do carnaval 2016 no Brasil, ironiza a correspondente. (Fonte MSN)

Thammy Miranda deixa novela de Gloria Perez e será candidato a vereador por SP

(© Divulgação, Revista Mais JR) Thammy Miranda vai se candidatar a vereador por São Paulo nas eleições municipais de outubro deste ano. Por isso, o ex-noivo de Andressa Ferreira não vai mais atuar na próxima novela de Gloria Perez, prevista para estrear em abril de 2017 na faixa das nove. A informação é do colunista Leo Dias, do jornal "O Dia", nesta quinta-feira (11). Filiado recentemente ao PP (Partido Progressista), legenda da qual pertence ainda Jair Bolsonaro, Thammy quer defender as minorias em seu plano de governo. O padrinho do casamento de Antonia Fontenelle tem tido aulas de Justiça Social e Direito, por exemplo, como preparação para as eleições. O partido aposta alto no ex-dançarino e acredita que ele tem chance de, futuramente, ser eleito senador. Caso aceitasse trabalhar no folhetim da autora de "América", o filho de Gretchen teria um papel de destaque assim como ocorreu em "Salve Jorge", trama que marcou sua estreia como ator. Operação foi financiada por Raul Gil Em 2014, Thammy causou polêmica ao se submeter a uma operação de retirada dos seios. O resultado da mastectomia só foi divulgado em seu livro biográfico, lançado no ano passado. E o procedimento só foi possível porque Raul Gil ajudou o jurado de seu programa. "A Thammy é uma menina de ouro. Amo como se ela fosse uma filha minha. Tanto que eu a ajudei a retirar os seios. Emprestei acho que R$ 22 mil. Tenho um respeito grande pela Gretchen. Ela começou comigo, no meu programa", disse em entrevista. (Por Guilherme Guidorizzi)(Fonte MSN)

Santos desiste de Robinho, mas mantém 'portas abertas'

(© Gazeta Press Robinho fez funk antes e depois do jogo com o Palmeiras) Depois de sonhar com o retorno de Robinho para esta temporada, o Santos anunciou que desistiu de contar com seu ídolo. O clube manifestou-se via um comunicado oficial nesta quinta-feira. Após uma passagem frustrada no Guangzhou Evergrande, da China, pelo qual amargou o banco na disputa do Mundial de Clubes, o clube alvinegro tentou contar com o atleta pela quarta vez, mas não alcançou o valor desejado por ele. Sem clube por enquanto, Robinho deve acertar com o Atlético-MG ou um time dos Estados Unidos. Para seduzir Robinho, o clube mineiro está disposto a pagar um salário fixo de R$ 450 mil, que seria, então, elevado a partir de objetivos que incluem número mínimo de jogos, gols e conquista da Libertadores, principal obsessão do presidente Daniel Nepomuceno. A mesma receita foi utilizada com Ronaldinho Gaúcho. O Atlético-MG entrou em contato com Marisa Alija nesta segunda-feira, e ouviu da advogada que teria uma resposta sobre a proposta até a próxima quinta. Confira a nota do Santos: A partir desta quinta-feira (11) o Santos Futebol Clube da como encerrada as negociações para o retorno do atacante Robinho. Apesar do desejo de repatriar seu ídolo pela quarta vez, o Clube não conseguiu atingir as pedidas do atacante, e desta forma mantém a nova política de teto salarial implantada pela diretoria. O Santos FC deseja ao Robinho o sucesso que sempre teve na sequência de sua carreira e sempre estará de portas abertas para seus ídolos. (Fonte MSN)

Ministério da Saúde confirma terceira morte por zika no Brasil

(© Fornecido por TVSBT Canal 4 de São Paulo S.A.) O Ministério da Saúde confirmou hoje (11) a terceira morte provocada por zika vírus em adultos no Brasil. O caso ocorreu em abril de 2015, mas os resultados dos exames saíram só agora. A paciente tinha 20 anos e morava no município de Serrinha, no Rio Grande do Norte. A primeira morte foi confirmada pelo Instituto Evandro Chagas em novembro de 2015. O homem de 35 anos morava em São Luís no Maranhão e tinha histórico de lúpus, tratamento contínuo com corticosteroides, artrite reumatoide e alcoolismo. (Fonte MSN)

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2016

Lobista delata Aécio em depoimento sobre Furnas a Sérgio Moro

(© Fornecido por Notícias ao Minuto) O lobista Fernando Moura afirmou, nesta quarta, em depoimento ao juiz Sergio Moro, que Furnas era uma empresa estatal controlada pelo senador Aécio Neves. Moura disse que a pessoa a ocupar a diretoria foi escolhida pelo tucano e aceito pelo governo Lula. Além disso, afirmou que o esquema de propina se assemelhava ao instalado na Petrobras: "É um terço São Paulo, um terço nacional e um terço Aécio." Segundo a Folha de S. Paulo, Fernando Moura chegou a ser ameaçado de perder os benefícios da delação premiada depois de apresentar outra versão sobre o envolvimento do ex-ministro da Casa Civil, José Dirceu, no esquema de desvio de recursos da Petrobras por meio de contratos de empreiteiras. Aécio foi citado pelo lobista em uma reunião em 2002, após a vitória de Lula, onde se discutia a escolha de nomes para a diretoria de diversas estatais, entre elas a Petrobras, Correio, Caixa Econômica Federal, Furnas e Banco do Brasil. Na ocasião, para a Petrobras, o nome indicado ao então ministro Dirceu foi o de Renato Duque. Em nota, o PSDB definiu como "declaração requentada e absurda" a citação a Aécio e uma "velha tentativa de vincular o PSDB aos crimes cometidos no governo petista". (Fonte MSN)

Dilma diz a juiz não ter o que declarar sobre 'compra' de MPs

(© Foto: Roberto Stuckert Filho/Presidência da República Presidente enviou ofício ao magistrado responsável pelas ações penais da Operação Zelotes) Em ofício ao juiz Vallisney de Souza Oliveira, da 10ª Vara da Justiça Federal, em Brasília, a presidente Dilma Rousseff afirmou desconhecer fatos relacionados ao suposto esquema de "compra" de medidas provisórias no governo federal, caso investigado na Operação Zelotes. Ela era chefe da Casa Civil e, mais tarde, presidente quando as normas sob suspeita foram editadas pelo Planalto e aprovadas pelo Congresso. "Esclareço a Vossa Excelência que não detenho qualquer informação ou declaração a prestar acerca dos fatos narrados na denúncia ofertada nos autos da ação penal em curso nesse juízo ou sobre as pessoas indicadas na referida denúncia", escreveu a presidente. A pedido dela, a Subchefia de Assuntos Jurídicos da Casa Civil requereu que o juiz não autorize mais nenhum depoimento de Dilma sobe o caso. Argumentou que o requerimento já apresentado para que ela seja ouvida, da defesa do réu Eduardo Valadão, não traz "qualquer elemento" que indique a participação da petista nos fatos narrados. A Casa Civil ressalta que não há, no pedido para a presidente ser ouvida, menção a fato que, ainda que indiretamente, pudesse ser de conhecimento de Dilma. A pasta explica que a denúncia cita apenas episódio em que Lytha Spíndola, ex-assessora da Casa Civil que é ré da Zelotes, teria atuado para impedir veto de Dilma a emendas à medida provisória 512/2010, de interesse de montadoras de veículos. "Todavia, importa destacar que a presidenta vetou as emendas. Logo, não há mais nada a esclarecer para além dos termos da anexa declaração", argumentou o subchefe para Assuntos Jurídicos da Casa Civil, Jorge Rodrigo Araújo Messias. Dilma foi arrolada como testemunha de defesa de Valadão, entre pessoas que participaram do processo para editar e aprovar as medidas provisórias sob suspeita. Os advogados do réu não apresentaram, no entanto, nenhum argumento específico para justificar o depoimento dela. Por lei, a presidente tem o direito de responder a perguntas por escrito ou em audiência presencial, previamente marcada. O juiz da 10ª Vara abriu prazo para que a petista e outras testemunhas com prerrogativa de foro, entre elas deputados e senadores, se manifestassem a respeito e deu ainda a possibilidade de que, de antemão, afirmassem que nada têm a declarar a respeito, o que ocorreu no caso da presidente. Também enviaram respostas ao juiz os senadores Walter Pinheiro (PT-BA), José Agripino Maia (DEM-RN) e o deputado federal José Carlos Aleluia (DEM-BA). Os três participaram, como congressistas, do processo de discussão e votação das MPs. Nos ofícios, todos alegaram não ter o que declarar sobre os fatos investigados. As MPs sob suspeita concederam incentivos fiscais bilionários a montadoras de veículos. Conforme denúncia ofertada à Justiça pelo Ministério Público Federal, um esquema de lobby e corrupção contratado pelo setor automotivo atuou para viabilizar as normas nos governos Lula e Dilma. O vaso foi revelado pelo Estado em outubro. (Fonte MSN)

MP apura se mudança de ex-presidente foi para sítio de Atibaia

O Ministério Público Federal requereu à empresa Granero Transportes documentos sobre a mudança do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e de sua família do Palácio da Alvorada para São Paulo ao deixar o governo, no fim de seu segundo mandato. O objetivo é confirmar se a empresa levou parte dos objetos pessoais do petista para um sítio em Atibaia (SP). Esse seria mais um indício de que a propriedade pertence ao ex-presidente, embora esteja em nome de empresários amigos de sua família e sócios de um de seus filhos. A primeira informação sobre o envio da carga para Atibaia foi publicada pelo Estado em 2011. Um prestador de serviços da transportadora, ouvido pelo jornal nos últimos dias, confirmou que o refúgio no interior paulista foi um dos destinos. O sítio é investigado na Operação Lava Jato por suspeita de que as empreiteiras OAS e Odebrecht pagaram por reformas no local, o que seria uma compensação por contratos obtidos em órgãos públicos. Há indícios, segundo os investigadores, de que o ex-presidente ocultou patrimônio. Imagens: Fotógrafo que trabalhou para a Granero em 2011, registrando imagens da mudança, Orípedes Antônio Ribeiro afirmou, em duas entrevistas, que alguns caminhões levaram objetos do Alvorada para Atibaia. Ele explicou que fez imagens da chegada dos caminhões apenas em São Bernardo do Campo (SP), onde o ex-presidente mantém um apartamento, mas que um dos dirigentes da empresa lhe relatou, na ocasião, que outros veículos foram para o sítio no interior paulista. “Não fiz o sítio, mas sabia que para lá foram presentes que ele (Lula) ganhava de outros governos. Obra de arte era em Atibaia, vinho caro.” Orípedes afirma que, na época, perguntou para um dos responsáveis pela empresa para onde iriam os 11 caminhões. “Estava na época com o Emerson (Granero, diretor executivo da transportadora) fazendo as fotos (em São Bernardo). Perguntei e me disseram que tinha ido para Atibaia”, acrescentou. A Granero foi contratada para fazer a mudança pelo governo. O Estado questiona a transportadora há oito dias sobre os locais da entrega. A empresa alega que os dados estão em seu arquivo morto e que os entregará ao Ministério Público. O Instituto Lula não respondeu a questionamentos sobre a mudança. O ex-presidente já confirmou que frequenta o sítio em dias de descanso. Uma parte da área está registrada em nome de Fernando Bittar e a outra, de Jonas Suassuna. Ambos são sócios de Fábio Luís Lula da Silva, filho do petista. As duas frações, contíguas, não são divididas por cerca ou muro. (Fonte MSN)

Delator diz que Dilma participou de reunião sobre divisão política de estatais

(© Foto: Ichiro Guerra/Presidência da República Fernando de Moura afirmou que encontro aconteceu em sala ao lado de gabinete do então ministro da Casa Civil José Dirceu) O empresário Fernando Moura, ligado ao PT, afirmou ao juiz federal Sérgio Moro – da Operação Lava Jato – que a presidente Dilma Rousseff participou da reunião no início do governo Lula, em 2003, em que foi definida as indicações políticas de diretores de estatais que ficariam responsáveis pela arrecadação de valores para o partido. “Foi feito uma reunião ao lado da sala do ministro da Casa Civil entre o José Eduardo Dutra (morto em 2015), que foi indicado presidente da Petrobrás, o Luis Gushiken, que era da Secretaria de Comunicação, o Delúbio Soares (ex-tesoureiro do PT), a Dilma Rousseff, que era ministra de Minas e Energia, o Sílvio Pereira (ex-secretário-geral do PT) e foram analisados todos os nomes que seriam indicados para cargos de diretoria”, afirmou Moura. O encontro era para “definição de mais ou menos cinco diretorias de estatais para poder ajudar a nível de campanha posteriormente”. “Foi conversado sobre Petrobrás, sobre Correios, Caixa Econômica Federal, Furnas e Banco do Brasil. Isso em novembro de 2002. O lobista, que é delator da Lava Jato, relatou que houve um impasse na indicação de Duque. “Existia uma indicação do Edimir Varela, que era o antigo diretor, e o Renato Duque. Quando foi questionado quem estava indicando Varela, o Delúbio não podia falar que era ele e disse que foi indicação do Aécio Neves.” Duque está preso desde março de 2015, em Curitiba, acusado de ser um braço do PT indicado pelo ex-ministro da Casa Civil no esquema de corrupção da Petrobrás. Segundo o delator, foi então que Dirceu atuou como árbitro decidindo pela nomeação de Duque. “Chamara então o ministro José Dirceu para decidir quais dos dois seria. Na reunião ele disse ‘Aécio já foi contemplado com Furnas, fica o Renato Duque”, segundo Moura. Ele diz que foi Sílvio Pereira quem lhe detalhou a reunião. Reinterrogado: Em depoimento à força-tarefa da Lava Jato, em que admitiu ter mentido em seu primeiro interrogatório feito ao juiz Sérgio Moro, Moura afirmou que Dilma indicou Rodolfo Landim para a Diretoria de Exploração & Produção, antes da definição de que ele assumisse no início do governo Lula a presidência da BR Distribuidora. A mudança de posto do indicado ocorreu por conta da decisão de Dirceu. “No computador do PT foi colocado o Renato (Duque) como indicado para a Diretora de Exploração e Produção, não tinha sido para a Diretoria de Serviços”, afirmou o delator, em depoimento no dia 28 aos procuradores da força-tarefa da Lava Jato. “(Duque) só se transformou em Diretoria de Serviços, porque quando foi feita a indicação dos diretores, tinham duas pessoas disputando a Diretoria de Exploração e Produção, um o Rodolfo Landim, que era indicado pela Dilma, que era ministra de Minas e Energia, e outro era o Guilherme Estrela, que era indicado pelo sindicato com petroleiros, e quem tava indicando era o José Eduardo Dutra”, contou Moura. Segundo o delator, acabaram optando pela indicação do Estrela para Exploração e Produção “e foi transportado o Rodolfo Landim para a presidente da BR”. “E o Duque foi acomodado na Diretoria de Serviços.” (Fonte MSN)

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

Anderson Silva projeta quatro lutas e disputa pelo cinturão ainda em 2016

(© Fornecido por Ag. Fight Anderson Silva quer voltar a desfilar com o cinturão do UFC - Divulgação) Aos 40 anos de idade e já tendo brilhado durante anos no MMA, Anderson Silva ainda está longe de pensar em pendurar as luvas. Com retorno ao UFC marcado para o dia 27 de fevereiro diante de Michael Bisping na luta principal do evento que será realizado em Londres (Inglaterra), o Spider quer fazer muito mais ainda em 2016. Em conversa com seu empresário Jorge Guimarães em entrevista ao programa "Passando a Guarda", do canal Combate, o ex-campeão dos médios (84 kg) do Ultimate revelou que pretende fazer pelo menos quatro apresentações pelo UFC ainda neste ano. E, se tudo der certo, essas lutas resultariam em uma nova disputa pelo cinturão da categoria. "Além do Bisping, quero fazer mais três combates neste ano, e, vencendo, quero uma oportunidade pelo título novamente. Torço para que papai do céu me abençoe e que nada mais me pare", afirmou o Spider. Anderson Silva está afastado do UFC desde janeiro do ano passado, quando venceu por pontos o americano Nick Diaz. Apesar da vitória, a luta foi considerada 'No Contest' (sem resultado, em inglês) porque Spider foi flagrado no doping pelo uso de anabolizantes e ficou suspenso por um ano. (Fonte MSN)

PSDB tentará criar CPI para investigar Lula

Com as investigações da Operação Lava Jato apertando o cerco ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o PSDB tenta viabilizar a criação de uma CPI para apurar irregularidades envolvendo a Bancoop (Cooperativa Habitacional do Sindicato dos Bancários). Deputados discutem com os correligionários do Senado a possibilidade de formar uma comissão mista de investigação, mas, caso a ideia não prospere, contentam-se com um colegiado apenas na Câmara. Dentre as principais estratégias da oposição a Dilma Rousseff e ao PT neste ano está a criação de CPIs com potencial de desgastar o partido e a presidente. Até março, devem ser abertas três vagas de CPI na Câmara. A primeira a ser instalada deve ser a do Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf), a segunda será a da Fifa e a terceira, por ordem de inscrição, seria do DPVAT, que pode ser derrubada para dar lugar a uma CPI que mire a Bancoop. O alvo da CPI, por trás da cooperativa, seria o ex-presidente Lula e o ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto, que está preso em Curitiba por causa da Operação Lava Jato e foi presidente da Bancoop. A mulher do ex-presidente Lula, Marisa Letícia, comprou cotas da cooperativa para o condomínio Solaris, no Guarujá (SP), empreendimento que foi assumido pela empreiteira OAS, investigada pela Lava Jato, após a falência da Bancoop. Segundo a defesa de Lula, o ex-presidente da OAS Léo Pinheiro foi quem teve a iniciativa de fazer a reforma em um tríplex que caberia ao casal Lula da Silva. Porém, ainda conforme a assessoria, o petista nunca soube dos valores da obra. Em nota, a assessoria também confirmou que Lula chegou a visitar o condomínio Solaris junto com Léo Pinheiro.Ministro. Nesta terça-feira, 2, em reunião com líderes da base aliada da Câmara, o chefe da Casa Civil, Jaques Wagner, fez um desabafo aos presentes. Segundo alguns líderes ele se queixou do que chamou de “perseguição ao ex-presidente Lula”. Citou ocasiões em que disse ter sido alvo de acusações que foram “estampadas”, porém nunca comprovadas, e pediu a união de todos na defesa das propostas do governo Dilma Rousseff. Wagner se referia a mensagens de telefone interceptadas por investigadores da Lava Jato que apontaram a relação dele com Léo Pinheiro, um dos condenados por participação no esquema de corrupção da Petrobrás. O Estado revelou no mês passado diálogos entre os ministro e Pinheiro durante a segunda gestão Wagner (2011-2015) no governo da Bahia. Os investigadores suspeitam que parte das conversas trate de doações para a campanha petista na disputa pela prefeitura de Salvador. Wagner nega qualquer irregularidade nas conversas. (Fonte MSN)

Instituto Butantã e Sanofi vão buscar vacina contra o zika

(© Fornecido por Estadão O mosquito 'Aedes aegypti' é transmissor do zika vírus, da dengue e da chikungunya) Concorrentes no desenvolvimento da vacina contra a dengue, o Instituto Butantã e o laboratório francês Sanofi Pasteur deverão competir também no processo de criação de uma vacina contra o zika. Os dois já consideram utilizar a tecnologia desenvolvida para o imunizante da dengue para acelerar as pesquisas do novo produto. Em um comunicado divulgado nesta terça-feira, 2, a empresa francesa afirmou que, embora o processo possa levar anos, “o sucesso obtido no desenvolvimento de vacinas contra vírus similares” pode acelerar o processo. Um deles seria a vacina contra a dengue que, em 20 anos, já custou € 1 bilhão para a empresa. Conhecida como Dengvaxia, a nova vacina já recebeu registro dos reguladores mexicanos e brasileiros, mas ainda aguarda o processo de definição de preço no País. Na avaliação dos cientistas da empresa, as similaridades entre dengue e zika – ambos espalhados pelo mosquito Aedes aegypti – poderia tornar possível o uso da Dengvaxia contra ambas as doenças, ainda que no caso do zika vírus a eficiência poderia ser menor. Se não for confirmada sua eficiência, a Sanofi acha que pelo menos o novo produto poderia “mostrar o caminho” para uma vacina que possa funcionar. A empresa admite que está avaliando se os testes clínicos de Dengvaxia na América Latina podem ser adaptados para zika. Butantã: Embora ainda esteja na fase 3 de pesquisas da vacina da dengue, o Instituto Butantã quer trilhar caminho semelhante. De acordo com o diretor da entidade, Jorge Kalil, está sendo estudada a possibilidade de inserir um gene do zika vírus no produto contra a dengue e verificar a eficácia contra as duas doenças. “Quem sabe, no futuro, poderíamos ter uma vacina pentavalente, que protegesse contra os quatro sorotipos da dengue e contra o zika”, disse. Kalil afirma, no entanto, que a vacina contra o zika não estaria disponível em período inferior a três anos. “Ainda demoraria um ano para o início dos testes em humanos e mais dois anos para essa fase.” (Fonte MSN)

Zika pode ser transmitido pelo sexo? Os três casos que intrigam cientistas

(© Fornecido por BBC OMS admite que ainda pouco se sabe sobre outras formas de transmissão do vírus da zika) O risco de transmissão sexual do vírus da zika ainda não foi comprovado cientificamente, mas três casos de possível contágio intrigam cientistas e já levaram médicos a recomendar que grávidas usem proteção durante relações sexuais. O mais recente ocorreu no estado do Texas. Em entrevista à BBC, a vice-diretora do Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC), Anne Schuchat, disse que “o laboratório confirmou o primeiro caso de zika vírus em um não-viajante. Nós não acreditamos que o contágio tenha ocorrido por meio de picadas de mosquito, mas sim por contato sexual”. Questionada sobre a confirmação, Schuchat explicou que, até o momento, não há outras formas plausíveis que possam dar conta da transmissão, já que uma pessoa esteve na Venezuela, voltou aos EUA, apresentou sintomas de zika, e teve contato sexual com o parceiro. O caso no Texas soma-se a outros dois que, embora não comprovados, são amplamente citados na literatura científica. Em um deles, o vírus foi detectado no sêmen de um paciente e, no outro, um cientista que havia estado em uma área de contaminação por zika voltou aos EUA onde teria contaminado a esposa. Em 2013, durante um surto de zika na Polinésia Francesa, o vírus foi detectado no sêmen de um homem de 44 anos. Ele havia apresentado sintomas típicos da infecção por zika: febre, dores de cabeça e nas articulações. Após alguns dias, o paciente notou vestígios de sangue no sêmen e procurou atendimento médico. Exames detectaram o vírus no material coletado. Neste caso, não houve a comprovação de infecção de uma segunda pessoa pela via sexual, mas, sim, da contaminação do sêmen pelo chamado vírus replicante, ou seja, capaz de gerar a propagação da doença. "Nossas descobertas apoiam a hipótese de que o Zika pode ser transmitido por via sexual", conclui artigo de fevereiro de 2015, disponível no site do Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC, na sigla em inglês). No segundo caso de possível contaminação sexual, o sêmen do paciente com zika não foi examinado. No entanto, a esposa deste paciente teve a zika diagnosticada e a única explicação plausível seria o contágio sexual. Foi o caso do cientista americano Brian Foy, em 2008. Ele havia visitado uma região do Senegal afetada por zika e, ao retornar para casa, no Colorado, Estados Unidos, teria infectado sua esposa durante uma relação sexual um dia após seu retorno. "Vivemos no Colorado, um Estado americano onde não há mosquitos na época do ano em que minha mulher contraiu o vírus. E onde não há ocorrência do Aedes aegypti (o mosquito transmissor do vírus). O mais provável é que minha mulher tenha sido infectada quanto tivemos relações, antes de eu me sentir doente, mas a ciência ainda não está nem perto de provar a possibilidade desse tipo de contágio", conta Foy, em entrevista por telefone à BBC Brasil. O professor-assistente da Universidade Estadual do Colorado é um dos autores de um estudo que sugere a possibilidade de transmissão do zika por contato sexual. Inicialmente, Foy foi diagnosticado com dengue e médicos não conseguiram descobrir o que tinha se passado com sua esposa. Passou-se um ano até que eles descobrissem que se tratava de zika. O americano acredita que a repercussão causada pela epidemia no Brasil incentive o financiamento de pesquisas buscando investigar o assunto. Foy afirma não haver dúvidas de que a picada do Aedes aegypti é a forma principal pela qual se pode contrair o vírus, mas defende a importância de que ao menos se descubra mais sobre a via sexual. "Para atingir uma área de contágio tão extensa de forma tão rápida, o mosquito é a grande explicação. Pode ser até que o contágio sexual represente uma ocorrência rara e, diante dos problemas enfrentados pelas autoridades de saúde dos países afetados, como o Brasil, não esteja no alto da lista de prioridades. Como cientista, porém, sempre acredito na importância de se investigar outras possibilidades", completa.
(© Foto: Fornecido por BBC Recomendação é que grávidas usem preservativo nas relações sexuais) Em uma entrevista a uma rede de TV americana, Foy relatou ter sido constantemente picado por mosquitos enquanto fazia seu trabalho de campo no vilarejo senegalês de Bandafassi. Voltou para os EUA no final de agosto de 2008 e, dias depois, começou a se sentir mal, com sintomas que variavam de fadiga a dores no momento de urinar, além de inflamações na pele – a esposa teria notado o que parecia ser sangue no sêmen do marido. Foy pediu ajuda a colegas do CDC, a principal agência voltada para a proteção da saúde pública dos EUA, para identificar a patologia com que tinha sido infectado. O diagnóstico de dengue não o deixou convencido, e muito menos a indefinição sobre o que teria acontecido com a mulher. Um ano depois, um dos auxiliares do cientista na viagem à África, Kevin Kobylinski, que também ficou doente, estava conversando em um jantar com o entomologista Andrew Haddon, da Universidade do Texas, quando tocou no assunto. Haddow, por uma grande ironia do destino, é neto de Alexander Haddow, um dos três cientistas que isolaram o zika pela primeira vez, em 1947, quando o extraíram de um macaco na Floresta de Zika, em Uganda. Quando soube que amostras de sangue de Kobylinski e dos Foy ainda estavam preservadas em um laboratório, o entomologista sugeriu que elas fossem enviadas para o virologista Robert Tesh. As três amostras testaram positivo para zika. Em seu estudo, Foy apresenta outros argumentos para defender a hipótese de contato sexual. Joy, sua mulher, jamais visitou a África ou a Ásia e, na época da publicação do documento, já fazia quatro anos que não deixava os EUA. Antes da epidemia no Brasil e que começa a chegar a outros países da América do Sul, o zika jamais tinha sido reportado no hemisfério Ocidental. Outros estudos envolvendo doenças transmissíveis por mosquitos há haviam sugerido a possibilidade de contágio sexual. Haddow, por exemplo, aponta para o fato de que a epidemia de zika na Micronésia (Oceania), em 2007, deu margem para especulações sobre este tipo de contágio. Isso porque a proporção de mulheres infectadas foi 50% maior que a de homens – na maioria das doenças sexualmente transmissíveis, o sexo vaginal oferece riscos de contágio muito maior para as mulheres. "É a explicação mais lógica. Outra possibilidade é que tivesse sido passado pela saliva ou outros fluidos corporais, mas temos quatro filhos, e eles não ficaram doentes. (Fonte MSN)

terça-feira, 2 de fevereiro de 2016

6 carboidratos que parecem inimigos, mas ajudam na dieta

(© joannawnuk /Think Stock/ Getty Images Quinua) Apesar das dietas baseadas em proteína serem muito populares, nosso corpo precisa – sim - dos carboidratos para funcionar. Aqui vão sete das melhores opções para você apostar e ganhar uma forcinha extra na dieta. 1 . Frutas: a frutose, o açúcar natural das frutas, é uma ótima fonte de energia. Além disso, as fibras presentes impedem que o nível de açúcar no sangue suba, como acontece com o açúcar artificial. A fibra também é um nutriente que sacia, afastando o desejo de comer guloseimas. 2. Aveia: ricos em carboidratos complexos, muito superiores aos refinados, demoram mais tempo para serem digeridos. Conclusão: você se sente saciada por mais tempo. 3. Quinua: além de ser rica em fibras, também é uma boa fonte de proteína, o que a torna uma ótima opção para os vegetarianos. 4. Pipoca: rica em fibra, ela também tem menos calorias do que muitos outros petiscos. Isso significa que você pode consumir muito mais pipoca por porção do que você seria capaz de, digamos, batatas fritas. 5. Espaguete de abóbora: esse prato pode te proporcionar uma grande porção com menos calorias e carboidratos do que o macarrão tradicional, além de você receber muitas fibras e nutrientes. 6. Batata-doce: fonte de vitaminas A e B, fornecedora de sais minerais, como fósforo, ferro, cálcio, potássio, o tubérculo ainda é rico em antioxidante beta-caroteno. (Fonte MSN)

Saiba como descartar seu material de higiene bucal

(© Fornecido por Cartola Estojo para material escolar é um dos produtos feitos a partir do descarte de escovas e embalagens de creme dental) Do plástico feito nas escovas de dentes até o material dos tubos de creme dental é possível dar um outro destino para os produtos de saúde bucal que normalmente param no lixo e, depois, aterros. Há empresas voltadas para a reutilização desses resíduos específicos. Você só precisa fazer a sua parte: separar o que é reciclável do lixo comum. A TerraCycle, por exemplo, cria produtos verdes a partir de vários tipos de materiais de difícil reciclabilidade que não possuem destinação adequada. Por meio de "brigadas", a companhia conta com o consumidor na missão de reciclar e transformar o que era lixo em novos produtos. As "brigadas" são grupos de pessoas que juntam produtos de empresas conveniadas para a reciclagem. Os participantes do projeto acumulam R$ 0,02 por cada produto enviado, o total é doado para escolas ou organizações sem fins lucrativos à escolha do grupo. A Brigada de Saúde Bucal - parceria entre a TerraCycle com a Colgate, já recolheu mais de 800 mil resíduos de escovas de dentes, embalagens e tubos. O plástico utilizado na haste da escova de dentes, bem como em algumas embalagens, leva cerca de 100 anos para se decompôr. O mesmo ocorre com o alumínio que compõe os tubos de creme dental: leva de 200 a 500 anos para se degradar. Com o projeto, os consumidores ganham um estímulo para reciclar esses materiais de difícil reaproveitamento. Há três tipos de transformações que podem ocorrer com os itens de higiene bucal: em placas ecológicas, em resinas industriais ou, então, pela técnica upcycled. Tanto a resina industrial quanto a placa ecológica são injetadas na estrutura de novos produtos, como pás de lixo e lixeiras. Já os produtos de upcycled são feitos de resina pré-consumo, como bolsas e estojos. Desta forma, são reintroduzidos ao consumo em vez de ocuparem espaço em lugares que não são tão recomendados. Os materiais de higiene bucal chegam ao projeto pelo envio gratuito dos produtos. Para participar é necessário reunir um grupo de pessoas e se cadastrar no site da TerraCycle ou então procurar um já existente. Todo envio de remessas é pago pelo projeto - basta imprimir uma etiqueta e deixar nos Correios. (Fonte MSN)